(11) 4118-9290 - São Paulo (SP) Clique aqui

REDES

Nome para loja virtual: 8 dicas para criar o seu + lista de ideias

Por Matheus Luvier | 22/01/2021
235
|
0
Nome para loja virtual: 8 dicas para criar o seu + lista de ideias

A escolha do nome da loja virtual é muito importante para a criação de uma marca única, que demonstre os seus objetivos e que dialogue da melhor maneira possível com o público-alvo. Justamente por isso, recomendamos que essa decisão seja tomada a partir de um planejamento, que também envolve a pesquisa de mercado e de concorrentes. 

Lembre-se que a decisão do nome da empresa, assim como da identidade visual, impacta diretamente na percepção que o público vai criar sobre a marca, seja no próprio e-commerce ou em outros pontos de contato, como e-mail marketing e redes sociais. Quer lançar uma marca de sucesso? Veja aqui dicas para criar o nome para loja virtual. 

O que é necessário para criar uma marca de sucesso?

Sem dúvidas, a escolha de um bom nome para loja virtual é essencial para criar uma marca de sucesso que seja reconhecida e lembrada pelos consumidores e que desperte a atenção dos futuros consumidores. Porém, antes de partir para a etapa de criação do nome, o empreendedor precisa primeiro definir o produto que vai vender e o público que vai atender.

A razão é simples: a decisão do nome depende muito do mercado em que a marca ocupará e do seu posicionamento nele. Ao saber desses pontos, a criação do nome da empresa será mais assertiva, já que vai ser pensada exatamente para dialogar com o público definido e para transmitir os valores da empresa.

Como escolher um nome para loja virtual?

Depois de já ter definido os pontos que mencionamos acima, você já poderá pensar no nome para loja virtual. Há pessoas que preferem fazer essa etapa sozinhas, enquanto outras convocam a equipe ou outras pessoas envolvidas na criação da marca. Não existe certo ou errado, dependendo apenas da sua preferência para o processo de nome.

Vale destacar que o nome escolhido depende bastante do gosto pessoal do dono da empresa, mas também de fatores específicos, como o segmento em que a marca está inserida e o público que vai atender. Além disso, nomes curtos e fáceis de pronunciar e de escrever tendem a oferecer resultados melhores para o negócio. Veja essas dicas:

1. Verifique os concorrentes

O primeiro passo a ser dado na hora de escolher o nome para loja virtual é pesquisar os concorrentes do negócio. Isso vale também para outras etapas, como, por exemplo, a precificação. Mas qual é o objetivo de verificar os concorrentes? 

Pois bem, ao analisar os nomes que as empresas que competem com você usam, você poderá ter uma ideia dos termos usados no mercado e, da mesma forma, poderá se inspirar ou eliminar ideias que acredita que não funcionam. Vale lembrar que a ideia aqui é despertar a criatividade, sem jamais copiar, ok?

2. Pense em seu público-alvo

Outra etapa importante para dar o nome para loja virtual é levar em consideração o público-alvo que você vai atender. Isso é importante porque o público de um e-commerce nada mais é do que um grupo de pessoas com valores específicos e que usa determinados termos. 

Quanto mais você conseguir se aproximar dessas premissas, mais vai dialogar com essas pessoas. Além disso, a partir do conhecimento do público, você poderá optar por termos mais fáceis ou difíceis, seja para falar ou para escrever, bem como pelo uso ou não de estrangeirismos. 

3. Escolha um nome para loja virtual fáceis de lembrar

Aqui está uma premissa básica: o nome para loja virtual deve ser fácil de lembrar. Não há nada pior para um e-commerce do que não estar na ponta da língua dos seus consumidores, o que aumenta as chances deles partirem para uma pesquisa genérica no Google e de encontrarem seus concorrentes.

Você pode usar uma combinação de duas palavras, mas procure optar por termos que fazem sentido. Além disso, use o mesmo nome no endereço de seu site, nas redes sociais, no seu e-mail e nas embalagens onde serão enviadas as encomendas. Tudo isso cria unidade e solidez à marca.

4. Verifique a disponibilidade nas redes

Já que o nome da loja virtual deve ser usado nas redes sociais, como Facebook e Instagram, vale verificar se os termos estão disponíveis por lá antes de bater o martelo. Isso também evitará que você crie uma empresa com um nome igual ao de alguma que já está ativa no mercado, o que trará problemas. 

Da mesma forma, verifique se o domínio da loja virtual está disponível, uma vez que é melhor para o seu negócio se o próprio nome da marca também for o endereço do site. Em resumo, o objetivo é simplificar a relação dos clientes com a marca e facilitar os acessos em todos os canais.

5. Utilize palavras-chave

Você já deve saber que as palavras-chave são o grande segredo dos buscadores de conteúdo para apresentar conteúdos em posições privilegiadas. Afinal, a pesquisa dos usuários em canais como o Google é toda feita a partir de palavras-chave, não é mesmo? Sabendo disso, use essa informação a seu favor! Mas como é possível fazer isso?

Em primeiro lugar, crie o nome da sua empresa baseado em palavras que representam o produto e o segmento em que você quer atuar. Da mesma forma, trabalhe essas palavras em seu comércio eletrônico, seja nos títulos, na descrição do produtos ou em textos para o blog. Tudo isso vai contribuir para o seu site aparecer no início das buscas. 

6. Pense na associação com o e-commerce

Quando estiver escolhendo o nome para loja virtual, pense se a sua ideia pode ser facilmente associada ao seu e-commerce. Afinal, o principal objetivo com o nome da marca é resumir os objetivos de mercado. Isso também pode ser complementado com a criação de um logotipo forte e que demonstre exatamente a proposta da empresa. 

Nesse ponto, a letra e as cores escolhidas para o logo fazem muita diferença. Você verá que muitas marcas que trabalham no mercado digital usam algum símbolo que demonstra a interatividade, como, por exemplo, a seta do mouse. Outra ideia é usar o “e” ou o “@” no nome para dar a ideia de conectividade. 

7. Faça um brainstorming

O brainstorming nada mais é do que uma técnica que anota todas as ideias que surgem durante o processo criativo. Ela pode ajudar muito na decisão do nome, uma vez que não descarta nenhuma ideia, ou seja, não corta o fluxo de pensamento e de criatividade. 

Após ter anotado uma boa variedade de palavras e nomes, é possível pensar em combinações entre os termos, verificando se algum deles vai de encontro com a identidade da marca que está sendo criada.

8. Registre a escolha

Por fim, quando você já tiver o nome para loja virtual, registre a sua escolha. Isso deve ser feito a partir do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e tem a duração inicial de dez anos, que são prorrogáveis. 

Ao registrar o nome da sua empresa, você garante que nenhuma outra marca do mesmo segmento de mercado vai poder usá-lo, o que confere segurança e solidez ao seu trabalho. Da mesma forma, esse registro dá a certeza ao lojista de que não há nenhuma marca antes dele que utiliza o mesmo nome, evitando dores de cabeça desnecessárias.

Ideias de nomes para loja virtual

Não tenha dúvidas de que a escolha do nome para loja virtual contribui diretamente para os resultados da sua empresa, pois demonstra quais são os objetivos do seu e-commerce, despertando o interesse e a curiosidade dos clientes. Veja aqui alguns caminhos que você pode seguir na hora de dar o nome para seu e-commerce:

  • Nomes patronímicos: se referem a marcas que usam nomes próprios, como Magazine Luiza e Ricardo Eletro.
  • Nomes descritivos: usados para descrever de forma direta o produto ou a marca, como  Banco do Brasil. 
  • Nomes toponímicos: se referem a um lugar geográfico com o qual a marca faz alusão, como Casas Bahia e Lojas Americanas. 
  • Nomes metafóricos: destacam as qualidades do produto, como o Jaguar, que escolheu o nome de um animal robusto.
  • Nomes encontrados: usam palavras que já existem no dicionário, mudando o sentido, como a operadora telefônica Vivo.  
  • Nomes artificiais: unem pedaços de palavras, criando uma nova, como Petrobras. 
  • Abreviações: reduzem o nome para ser falado pelo público, como TAM.
  • Nomes de status: dão uma qualidade à marca ou ao produto que vendem, como Diamante Negro. 

Não existe caminho certo ou errado para escolher o nome para loja virtual. Essa escolha depende principalmente do gosto pessoal do gestor do e-commerce e das características de segmento e de público-alvo que falamos acima. Além disso, o nome precisa ser pronunciado com facilidade e estar na ponta da língua dos consumidores.

Por isso, quanto mais sonora for essa combinação, melhor. Vale lembrar que tão importante quanto escolher um bom nome é se certificar de que a marca está livre e que pode ser registrada. Descubra aqui o que você deve fazer para patentear a marca da sua loja virtual. Boa leitura!

Matheus Luvier

Posts relacionados