Coronavírus: dicas para superar a crise econômica

Coronavírus: dicas para superar a crise econômica

744
0
Pessoa segurando uma planilha de levantamentos para se preparar para a crise do Coronavírus
Prepare seu negócio para a pandemia do Coronavírus com o blog da D Loja Virtual

Em dezembro de 2019, foram reportados na China os primeiros casos de COVID-19 (como foi chamada a doença proveniente do novo Coronavírus). Devido a sua fácil transmissão, em poucos meses o vírus se espalhou pelo mundo, infectando centenas de milhares de pessoas.

A maior parte dos países do mundo adotou medidas sugeridas pela Organização Mundial da Saúde para conter a disseminação do vírus. Entre elas, o isolamento social, que faz com que pessoas só saiam de suas casas em casos extremamente necessários. 

Pensando nos empreendedores que serão afetados, criamos um material com algumas dicas de como se preparar para enfrentar essa crise – e sair dela com a empresa em dia.

Acompanhe!

Como a epidemia pode afetar seu negócio

Uma das principais maneiras que a epidemia pode afetar seu negócio é no faturamento. 

Com as pessoas em casa, sem sair, estabelecimentos que dependem que as pessoas estejam presentes pra comprar vão perder muitas vendas. Mesmo que as lojas continuem abertas durante esse período, o fluxo de pessoas nas ruas – e consequentemente, o fluxo de clientes – será menor. 

Apesar do e commerce não precisar que as pessoas saiam de casa pra comprar, as lojas virtuais dependem das entregas, que geralmente são feitas por terceiros, como os Correios e empresas de transporte. E os Correios já anunciaram algumas medidas como redução do contingente diante ao Coronavírus, o que pode aumentar os preços ou os prazos de entrega de forma significativa. 

Também pode ocorrer dificuldade nas importações, o que irá alongar os prazos de entrega e aumentar os preços, impactando diretamente no fornecimento de produtos e matéria-prima. E produtos com preços mais altos resultam em menos vendas.

Além disso, as pessoas tendem a consumir menos itens considerados “supérfluos”. Lojas que vendem produtos caracterizados por compras por impulso, por exemplo, podem ter as vendas prejudicadas. 

Nesses momentos, a queda das vendas pode afetar diretamente o capital de giro das empresas, o que pode fazer com que empresas não atinjam o ponto de equilíbrio operacional, com despesas maiores que a receita. 

A ruptura do caixa fará com que muitas empresas peçam empréstimos pra sobreviverem durante os tempos da crise, agravando o endividamento, podendo gerar uma bola de neve da qual muitas vezes é difícil sair. 

Como se preparar

Pra se preparar pra enfrentar essa crise do Coronavírus, você precisa conhecer a situação da sua empresa. Pra isso, responder essas perguntas pode te ajudar:

Seu negócio dá lucro ou prejuízo?

Quanto tenho de dinheiro na conta corrente da empresa?

Quanto tempo sua empresa aguentaria se as vendas fossem a zero hoje?

Você tem recursos financeiros pra poder injetar no seu negócio caso ele precise?

Respondendo essas perguntas sinceramente, de forma transparente e honesta, você terá uma visão geral da sua empresa, que servirá como base pras ações que você deverá tomar em tempos de Coronavírus. 

Cada empresa terá as ações que serão mais adequadas pra sua situação específica, seja para superar adversidades ou alcançar objetivos específicos. Mas podemos listar algumas dicas que podem ser relevantes a quase todas as empresas em tempos de crise. 

Medidas pra sobreviver à crise do Coronavírus

Antes de qualquer coisa é importante ressaltar que os próximos meses são essenciais pra sobrevivência da sua empresa. 

Estratégias que visam resultados em longo prazo podem ser planejadas, mas o ideal é que você foque em estratégias de sobrevivência de curto prazo. 

Alguns pontos que você pode adotar:

1. Controle e otimize seu Capital de Giro

Seu capital de giro deve estar sob controle. Tenha certeza que sua receita é o suficiente para pagar todas as despesas e trazer dinheiro para o caixa da empresa. É melhor usar dinheiro do caixa da empresa para arcar com despesas do que solicitar um empréstimo. Busque otimizar seu capital de giro pra não depender de bancos e adquirir ou aumentar as dívidas. 

2. Controle os Custos Fixos

Reveja as despesas. Esse é o momento de negociar. Negocie com fornecedores, tente obter melhores prazos e preços. Negocie o aluguel com a imobiliária. Negocie royalties, licenças de software, contratos com transportadoras, pagamento de impostos, contratos bancários, negocie TUDO o que puder. Evite quebrar contratos, as multas podem prejudicar o caixa e a estabilidade da sua empresa, e o cancelamento pode prejudicar a empresa com quem você fazia negócios. Lembre-se: a outra empresa está vivendo a mesma crise que você, e também precisa sobreviver ao Coronavírus. Busque um acordo que seja favorável para as duas partes. 

3. Faça compras e contratações de forma inteligente

Compre apenas o que for necessário. Evite compras com pedido mínimo ou condições desfavoráveis, não compre produtos que não têm bom giro, não compre em quantidades maiores do que costuma comprar. Compre apenas para repor o estoque dos itens que vende. Só faça compras de produtos diferentes disso caso o dinheiro a ser investido não faça falta e você consiga manter a empresa mesmo sem vender esses produtos por um tempo. Interrompa a contratação de pessoal ou empresas, a não ser que sejam para otimizar sua gestão na crise e melhorar os resultados.

4. Invista em estratégias com resultados rápidos e ROI alto

Inbound marketing, marketing de conteúdo, SEO, todas são ótimas estratégias – mas com resultados a médio e longo prazo. Você precisa focar em estratégias que deem resultados de forma rápida – anúncios, mídia paga, outbound, preferir pagamentos à vista ou em boleto. Também deve preferir estratégias com ROI (retorno sobre investimento) mais alto. Procure vender os produtos que trazem maior lucro, evite vender produtos que dão prejuízo ou que levam tempo até serem lucrativos. 

5. Procure vender produtos “encalhados” durante o Coronavírus 

Se você tem produtos no estoque que não vendem há tempo, esse é o momento para tentar vendê-los. Faça promoções, queima de estoque, dê prazos e condições boas: tente se livrar dos produtos “encalhados”. Mesmo que tenha pouco lucro na venda, o importante nesse momento é gerar caixa pra sua empresa – e mesmo com menor procura por itens de compra por impulso, uma promoção atraente pode incentivar a compra. 

Essas são apenas algumas dicas de como você pode enfrentar a crise atual e sair dela sem prejuízos. 

Embora o momento atual seja delicado, vale ressaltar que a situação tende a se normalizar com o tempo. E esperamos que com nossas dicas você consiga superar essa crise com estabilidade, e possa crescer ainda mais depois das adversidades.

Se quiser mais dicas de como se preparar para crises e como gerir seu negócios de maneira sustentável e lucrativa, acompanhe nosso blog e nosso canal no YouTube. 

*Texto baseado na Live do Empreendedor  – Como gerir e manter sua empresa durante os impactos do mercado, que foi ao ar em nosso canal do YouTube no dia 18/03 de 2020.