Como fazer compras online com segurança? Dicas e cuidados

Como fazer compras online com segurança? Dicas e cuidados

2185
0

Cada vez mais, os comércios eletrônicos se apresentam como uma boa possibilidade para fazer compras, uma vez que oferecem variedade, comodidade e preços competitivos. Por essa razão, muitas pessoas preferem comprar em lojas virtuais do que ir a shoppings e lojas de rua em busca dos produtos que precisam ou desejam.

No entanto, vale lembrar que as compras pela internet devem ser realizadas com alguma cautela, uma vez que podem representar algum risco de segurança. Isso não significa que você não pode comprar em comércios eletrônicos, mas indica que deve levar alguns pontos em consideração na hora de escolher o canal de compras.

Quer saber como fazer compras online com segurança? Aqui apresentamos uma série de dicas e conselhos para que você escolha o seu vendedor da melhor maneira possível e evite dores de cabeça. Boa leitura!

EVOLUÇÃO DOS SITES DE COMPRAS ONLINE

As compras online não são uma moda passageira, mas um estilo de vida. As pessoas estão aproveitando a conveniência de pedir qualquer coisa e tê-la entregue à sua porta. A fim de capitalizar essa mudança, os varejistas adotaram o mundo do comércio eletrônico e estão estabelecendo novas normas para empresas online em todo o globo.

O comércio eletrônico continua cada vez mais competitivo. Os sites são mais inteligentes, o envio é mais rápido e as expectativas são mais altas. A fim de acompanhar esse mercado, as lojas online começaram a gravitar para novas tendências. Mas por quais caminhos será que os sites de compras online vão seguir? Confira algumas inovações:

1. PERSONALIZAÇÃO

As pessoas adoram experiências personalizadas de acordo com seus gostos e necessidades. Como não há atendentes nas vendas online, a tecnologia deve substituir a ajuda humana, garantindo que os clientes encontrem aquilo que procuram e tenham suas dúvidas respondidas. Esse senso de personalização está sendo feito de várias maneiras. 

Um número crescente de empresas está procurando opções disponíveis para atender essa demanda. Nisso, são analisados o histórico de compras dos usuários e depois são oferecidos produtos nos quais o cliente tem maior probabilidade de se interessar, eliminando as opções excessivas e desnecessárias.

Para levar a personalização de compras online a um passo adiante, as marcas também estão começando a incorporar inteligência artificial na experiência de compra. Empresas como a Facenote (uma plataforma de reconhecimento facial para identificação de clientes) estão tentando fazer com que os clientes se sintam mais confortáveis ​​durante as compras. 

A Facenote usa tecnologia avançada para ajudar a construir um forte senso de fidelidade entre clientes e marcas. Ao reconhecer os rostos dos consumidores por meio de uma webcam, o restante da experiência de compra pode ser personalizado para atender às necessidades percebidas pelas compras anteriores.

2. REALIDADE AUMENTADA

Realidade aumentada (AR) é quando a tecnologia é usada para sobrepor imagens digitais no ambiente existente. Embora as pessoas reconheçam esse recurso só em videogames, ele também pode ser usado para compras. Empresas de móveis, como a Magnolia Market, usam AR para ajudar os clientes a ver como a mobília ficaria em seu espaço. 

Seu aplicativo móvel permite que as pessoas vejam móveis Magnolia através de suas câmeras no espaço em que eles desejam, tornando a experiência de compra muito mais personalizada.  Além disso, as empresas estão trabalhando para replicar a assistência física de vendas na loja enquanto fazem compras online. 

Os chatbots representam um recurso valioso para as marcas auxiliarem os clientes de maneira direta. Esse atendimento é implementado principalmente com a intenção de criar uma comunicação instantânea entre o cliente e a empresa. Como as lojas online não têm horário de abertura e fechamento, os clientes podem fazer compras a qualquer hora do dia. 

Ao invés de contratar colaboradores para ficarem num computador interagindo com o cliente, a tecnologia entrou em cena. Por curiosidade, vale saber que  um estudo da Ubisent descobriu que 35% dos consumidores querem ver mais empresas usando chatbots. Inevitavelmente, eles estão se tornando um elemento crucial para as compras online.

3. COMPRAS ONLINE COM PAGAMENTOS EM CRIPTOMOEDA

Recentemente, tem havido rumores de que a Amazon está considerando aceitar a criptomoeda como método de pagamento. Isso poderia sacudir todo o mundo do e-commerce. Existem alguns projetos de blockchain que visam entregar o comércio peer-to-peer (ponto a ponto) usando um token único. 

No entanto, é preciso um gigante mainstream para definir um novo padrão no campo. Mesmo assim, esse tópico serve para lembrar sobre a importância de o comércio eletrônico estar aberto para as mudanças tecnológicas que envolvem os meios de pagamento das compras.

Mesmo que a criptomoeda não seja introduzida tão cedo, sua possibilidade de uso vale como incentivo para que os gestores de lojas virtuais incluam diversas formas de pagamento, a fim de contemplar o máximo de clientes. Assim, uma loja deve trabalhar com cartão de crédito, cartão de débito, boleto, intermediadores de pagamento, etc. 

4. COMPRAS POR MEIO DE MÍDIA SOCIAL

As redes sociais são uma excelente maneira de as marcas se aproximarem dos seus consumidores. A prova disso é que o Facebook e o Instagram abriram o mercado de comércio eletrônico e tornaram mais fácil que os usuários comprem a partir das suas plataformas de mídia social. 

O Instagram, por exemplo, começou a oferecer um recurso que inclui detalhes e preços dos produtos, direcionando o consumidor para a loja virtual. Além disso, está testando um recurso nos Estados Unidos que possibilita a concretização da compra na própria plataforma. 

Vale lembrar que as empresas adotam cada vez mais as redes sociais para divulgar suas marcas e produtos. Neste ponto, uma marca que não tem conta no Facebook ou no Instagram está defasada em relação aos seus concorrentes, perdendo a oportunidade de dialogar com o seu público. 

5. PAGAMENTO AUTOMATIZADO

Outro uso crescente do comércio móvel é o pagamento automatizado, como o Paypal, o Amazon Pay ou o Apple Pay. Vários sites de compras online tornaram muito mais fácil a compra dos produtos. Com recursos como o Apple Pay, os usuários do iPhone só precisam inserir uma vez as informações do cartão de crédito. 

A partir daí, o número e o endereço referentes ao cartão podem ser salvos no telefone e armazenados para uso posterior. Se um site oferecer o Apple Pay, tudo o que o usuário precisa fazer na hora da compra é clicar em “ok”. Assim, o processo de checkout estará concluído. 

Esse tipo de compra online é quase fácil demais, uma vez que não tem o incômodo de solicitar informações excessivas e checkouts longos. Em menos de cinco minutos, os usuários podem ver um ótimo produto no Instagram, clicar no link e finalizar a compra com um processo de pagamento automatizado.

CUIDADOS AO COMPRAR PELA INTERNET

Mas, afinal, como fazer compras online sem correr o risco de cair em uma furada? Primeiro, é fundamental observar se o e-commerce é sério e de confiança. Para isso, recomenda-se ter atenção ao layout da página virtual e verificar se existe um nome e um telefone para entrar em contato com o gestor da marca, verificando a autenticidade das informações.

Muitas vezes, é possível saber que um comércio eletrônico é falso apenas olhando para as suas características visuais. Se você acessar uma página com muitos alertas que piscam e um grande número de pop-ups, desconfie. Cada vez mais as lojas virtuais sérias buscam ter uma aparência profissional e que foge bastante desse padrão.

Mas também é preciso ter cuidado com os comércios eletrônicos verdadeiros, já que nem sempre seus gestores agem corretamente no que diz respeito à divulgação, entrega e trocas. Por isso, é fundamental conhecer os direitos previstos no Código de Defesa do Consumidor (CDC)

DIREITOS DO CONSUMIDOR QUE COMPRA PELA INTERNET

Muita gente não sabe, mas o Código de Defesa do Consumidor não se restringe às práticas das lojas físicas. O Artigo 49 se refere às compras realizadas pela internet, considerando que os clientes de comércios eletrônicos têm direito ao arrependimento sem sequer precisar explicar o motivo. 

Assim, o consumidor pode solicitar o cancelamento da compra e providenciar a devolução do produto em até sete dias, independente se o item tem defeito ou não. Essa interpretação do CDC se dá porque as compras online são mediadas pelo computador, sem haver um vendedor para sanar todas as dúvidas do cliente. 

COMO FAZER COMPRAS ONLINE?

Sabendo dos riscos de que alguns comércios eletrônicos maliciosos apresentam, algumas pessoas que preferem não realizar transações pela internet. No entanto, tem como fazer compras online com segurança. Para isso, recomenda-se tomar algumas precauções sobre a veracidade do site onde se pretende realizar a compra.

Além disso, o ideal na hora fazer uma compra pela internet é saber sobre a reputação do e-commerce escolhido. Isso pode ser verificado em uma visita rápida ao site Reclame Aqui, onde os consumidores podem registrar queixas de lojas físicas e virtuais. Assim, o cliente reduz o risco de cair numa furada com alguma empresa. 

COMO FAZER COMPRAS PELA INTERNET COM CARTÃO DE CRÉDITO

O cartão de crédito é um dos meios de pagamento preferidos para compras virtuais. Se o site é de confiança e se o computador do cliente estiver protegido, não há problemas de digitar os dados. Uma das grandes vantagens desta modalidade de pagamento é a possibilidade de parcelar a compra.

COMO COMPRAR PELA INTERNET COM BOLETO

O boleto bancário também é um meio de pagamento bastante escolhido, principalmente no caso de compras de valor baixo. Além disso, é uma boa opção para quem não tem cartão de crédito. Para comprar com boleto, basta escolher essa alternativa na hora de pagar e acessar o site ou o aplicativo do banco. 

COMO FAZER COMPRA PELA INTERNET COM CARTÃO DE DÉBITO

Essa modalidade de pagamento nem sempre está disponível na loja de compras online, mas a tendência é que seja cada vez mais utilizada. Para comprar na modalidade de débito, o consumidor deve digitar o número de seu cartão e, eventualmente, confirmar um código a partir do seu telefone. 

COMO COMPRAR COM SEGURANÇA NA INTERNET?

Algumas dicas são fundamentais para quem deseja entender como comprar pela internet com segurança e sem colocar seus dados em risco. Com crescimento do mercado virtual de vendas, as fraudes também aumentaram e, por isso, é importante tomar alguns cuidados antes de fazer compras na internet. Descubra como fazer compras virtuais seguras:

1. SELO DE SEGURANÇA

Os sites confiáveis possuem um selo de certificação de segurança que é responsável por proteger a página de ataques de hackers. É possível encontrar esse selo no canto inferior da tela e também ao lado do endereço do site, onde deve aparecer um cadeado fechado. Além disso, as lojas virtuais sérias têm o HTTPS na URL.

2. UTILIZE ANTIVÍRUS

Todo computador precisa ter um bom programa de antivírus e quem vai utilizar a rede deve se preocupar com isso. A mesma orientação vale para compras por tablet ou celular. Se o site que você acessar for fraudulento, o antivírus vai bloquear a página e avisar sobre o risco que está correndo ao navegar ali.

3. NÃO UTILIZE EQUIPAMENTOS DE TERCEIROS

É sempre bom evitar a troca de informações confidenciais utilizando equipamentos de terceiros, como é o caso de lan house. Dados do seu cartão podem ser facilmente salvos nesses locais públicos e, por isso, você não deve fazer qualquer compra via internet nesses estabelecimentos.

4. DADOS DO FORNECEDOR

Toda loja de compras online confiável precisa dar ao consumidor um suporte básico, disponibilizando formas de contato, como telefone ou e-mail, bem como deixar visível seu número de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). Se você não encontrar essas informações no site, desconfie. 

5. FORMAS DE PAGAMENTOS

Cuidado com as opções disponíveis para pagamento, principalmente se elas forem restritas a quitação apenas por meio de conta corrente ou de poupança. O ideal é que as lojas de compras online ofereçam ao consumidor todas as opções de pagamento, incluindo cartão de crédito e boleto bancário.

6. DESCONFIE DE PREÇOS BAIXOS

Se você sabe que um produto custa um valor e o encontra pela metade da metade do preço, o que fazer? Não é indicado  comprar de cara, a menos que você conheça a loja muito bem. Caso contrário, certifique-se dos detalhes do produto, o estado em que ele se encontra e questione o vendedor sobre o motivo de o valor estar tão acessível.

VANTAGENS DAS COMPRAS ONLINE

Falamos bastante sobre como fazer compras online com segurança, e é possível que você tenha ficado um pouco assustado com os riscos de fazer pagamentos pela internet. No entanto, se aplicar com cuidado as dicas que citamos, a tendência de cair em uma fria é bem menor. 

Assim, você poderá aproveitar as vantagens das lojas de compras online. Afinal, se tanta gente escolhe comprar de forma remota e sem ver de perto o produto que está escolhendo é porque as lojas virtuais oferecem benefícios tentadores, não é mesmo? Descubra aqui os pontos positivos de comprar pela internet:

1. COMODIDADE

Comprar sem sair de casa é algo incrível. As compras nos pontos de venda físicos são cansativas porque além do deslocamento, o cliente precisa procurar o produto numa série de lojas. Comprar numa loja virtual é bem mais tranquilo e confortável: com alguns cliques, o consumidor confirma a compra e pronto. 

2. PESQUISA DE PREÇO

Existem ótimas ferramentas virtuais que ajudam os clientes a encontrarem os melhores preços nos comércios eletrônicos. Assim, além de não precisar sequer sair do sofá, os consumidores ainda têm a grande vantagem de pagar mais barato do que pagariam nas lojas físicas. 

3. PRODUTOS DIVERSOS

Uma das grandes vantagens da internet diz respeito à área geográfica que os comércios eletrônicos atuam. Muitas vezes, um consumidor não encontra o produto que quer nas lojas de rua da sua cidade, mas os localiza facilmente pela internet, podendo comprar e receber o produto em casa em pouco tempo.

4. OPINIÃO CONTA

O mundo virtual permite que os consumidores compartilhem suas opiniões sobre os produtos que compraram. Assim, quem também pretende comprar aquele item pode saber se o produto cumpre tudo o que promete. Cada vez mais, os clientes têm valorizado a opinião de consumidores comuns, que têm necessidades semelhantes às suas. 

5. DESCONTOS

As lojas virtuais têm os custos fixos mais reduzidos, já que não precisam lidar com os gastos de manter um ponto de vendas. Assim, têm uma margem maior para oferecer descontos aos seus clientes. Uma prática bastante comum é o desconto na primeira compra, que serve como incentivo para que o consumidor conheça a marca. 

6. FORMAS DE PAGAMENTO

A maioria das lojas virtuais oferecem ao consumidor diversas formas para pagar suas compras via internet. O cartão de crédito é a opção mais usada, principalmente para a compra de bens mais caros. A possibilidade de parcelamento é um dos pontos decisivos na hora de finalizar a compra. 

7. PRIVACIDADE NA INTERNET

Outro quesito importante e que não pode ser esquecido na hora de avaliar as vantagens do mundo virtual é a privacidade do consumidor. Muitas lojas online atuam em setores que requerem sigilo, como é o caso das sex shop. Desse modo, é muito mais conveniente para os clientes a realização de compras pela internet. 

Gostou de saber mais sobre como fazer compras online? Sem dúvidas, com as orientações que citamos aqui você conseguirá escolher os comércios eletrônicos mais seguros, reduzindo os riscos de se expor a situações desagradáveis. Se você se interessou pelo tema, sugerimos que leia mais sobre o Direito do Consumidor para compras online.