Importância de fazer um curso de finanças para tocar seu negócio

Importância de fazer um curso de finanças para tocar seu negócio

1878
0
Importância de fazer um curso de finanças para tocar seu negócio

Leia nesse artigo dicas e informações sobre a Importância de fazer um curso de finanças para tocar seu negócio

Esse dado não deve ser nenhuma novidade para você, mas saiba que em uma pesquisa realizada pela Endeavor Brasil, no ano passado, 61,1% dos jovens brasileiros (aqueles que possuem até 21 anos de idade), possuem como principal meta na carreira a ideia de empreender, ou seja, de ter o seu próprio negócio.

Simplo 7- Plataforma de e-commerceO problema, segundo dados colhidos por essa mesma pesquisa, é que apenas 38% dos que desejam empreender costumam se preparar para alcançar esses cursos. Juntamente com este fato, além dos quatro principais problemas que costumam ser enfrentados pelos empreendedores de todo o país, três costumam estar ligados à falta de conhecimento que os indivíduos possuem sobre como funciona o fluxo de caixa, o que é gestão de pessoas e como se faz a correta administração de um negócio.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como montar uma loja virtual
>Como fotografar e editar fotos em sua loja virtual
>Como atrair visitantes gratuitamente para sua loja virtual
>Como vender pelo Facebook e Instagram

Sendo assim, não é de se estranhar, que ganhe cada vez mais relevância a necessidade de realização de um curso para saber como administrar corretamente o seu negócio. Há inúmeras possibilidades de cursos à distância, conhecidos como EAD, que acabam levando para o empreendedor as ferramentas que ele necessita para conseguir compreender, como funciona na prática, para tirar da cabeça a ideia de um negócio de grande impacto.

Fazer um curso sobre como administrar seu próprio negócio é fundamental para que você consiga empreender. É somente assim que você terá as ferramentas necessárias para conseguir fazer seu negócio crescer e prosperar.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
>Aprenda como usar o CANVA
>Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

Os benefícios de fazer um curso de administração financeira

Ao realizar um curso que o auxilie na administração do seu negócio, você terá, durante o treinamento, dicas de como pode vir a identificar maus hábitos financeiros tanto do seu cliente quanto seu. A partir daí você pode criar um plano estratégico que o auxilie na busca de alguma meta.

Seja no âmbito pessoal ou profissional, um curso de finanças irá lhe dar subsídio para que você desenvolva uma grande capacidade para conseguir lidar com o dinheiro que ganhar e saber como aplica-lo da forma mais lucrativo possível.

Cursos de administração financeira são facilmente encontrados pela internet, sejam gratuitos ou pagos. Além disso, cursos à distância costumam oferecer comodidade para que você não tenha que se deslocar.

Nesse caso, a vantagem dos cursos presenciais é de conseguir oferecer uma melhor chance para que você conheça pessoas novas e com isso consiga promover um saudável networking, atividade que é fundamental para todas áreas de atuação, ainda mais para quem vê uma empresa começando a nascer.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Baixe planilha de análise de concorrência
>Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
>Baixe e-book de como capturar e-mail

Dicas para melhorar a gestão do seu empreendimento

Abaixo, selecionamos algumas dicas simples que podem lhe auxiliar no processo de abertura de uma empresa, enquanto você não começa o seu curso. Vamos a elas:

1 – Saiba entender o que é um fluxo de caixa:

o fluxo de caixa da sua empresa nada mais é do que os dados que lhe darão controle sobre o dinheiro que sai e o dinheiro que entra no seu negócio. Desse modo, você irá poder prever tudo que irá ocorrer com a sua empresa sem que venha a levar nenhum tipo de susto e, também, irá poder planejar e até mesmo reservar quantias para quando ocorram eventuais imprevistos.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
>Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
>Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

De forma simples, é um instrumento que irá lhe auxiliar na antecipação de ações, de corte de despesas e de investimentos. Caso você não consiga ter um controle sobre seu fluxo de caixa, você terá um risco constante de um dia acordar sem os recursos para quitar suas contas fixas.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing
>Baixe e-book para datas comemorativas

2 – Tenha capital de giro:

depois de ter um fluxo de caixa definido, com análise dos cursos e das receitas, é essencial que você tenha uma quantia reservada para capital de giro, que serão valores que irão lhe auxiliar a tocar o dia a dia do seu empreendimento.

O capital de giro, como o próprio nome já deixa claro, é um valor que irá ficar sempre girando, ou seja, fará parte dos fluxos de saída e de entrada do caixa da sua empresa.

Esse dinheiro deve ser usado para compras de curto, médio e longo prazo. Desse modo, é fundamental que haja um planejamento de como esse dinheiro será investido para que você continue tocando sua empresa sem nenhum tipo de risco.

Para saber calcular seu capital de giro, você precisa levar em conta os custos da sua empresa, detalhando o seu fluxo de caixa. Desse ponto em diante, é fundamental que você disponha de um capital de giro para que consiga evitar atrasos e o cancelamento de negócios.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
>Aprenda como usar o CANVA
>Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

Isso não é nada fácil, mas é fundamental que você tenha o valor para conseguir quitar suas obrigações por até três meses. Isso lhe daria fôlego o suficiente para conseguir recuperar parte dos recursos e manter ele constantemente em giro para que seu negócio continue crescendo.

3 – Esteja de olho nas suas obrigações fixas:

sua conta é algo bem simples. Faça uma lista e coloque no seu fluxo de caixa todo o tipo de obrigações que você tiver e que não haja como não pagar, ou seja, despesas que são fixas e que você terá de qualquer forma, como impostos, aluguel, conta de luz, água e o salário dos empregados. Sempre esteja atento a esses valores.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como atrair cliente com e-mail marketing
>7 dicas para começar a usar o Youtube
>Saiba se seu site está otimizado

4 – Nunca esqueça dos custos de venda e de produção do seu serviço ou produto:

Para saber avaliar corretamente os custos que você teve com a venda e produção de um produto, é importante que você conheça muito bem o seu negócio. Então, se você está comprando mercadorias para revenda ou se está fabricando o seu próprio produto, é necessário planejar e calcular o valor correto de quanto você irá gastar, incluindo aí custos de mão de obra, deslocamento e de armazenamento. Se seu trabalho envolver serviços, calcule o custo de sua hora trabalhada, já que isso será a base do valor do seu faturamento.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como atrair cliente com e-mail marketing
>7 dicas para começar a usar o Youtube
>Saiba se seu site está otimizado

5 – Não confunda as suas contas: nunca, sob hipótese nenhuma, venha a misturar a sua conta jurídica, da sua empresa, com a sua conta pessoal. Muitos caem nessa tentação de utilizar o faturamento da empresa para adquirir produtos para si, mas acabam descapitalizando suas empresas e enfrentando dificuldades posteriores.

Artigo anteriorComo encontrar as palavras-chave ideais para a sua loja virtual
Próximo artigoGrowth hacking: como aplicar em uma loja virtual
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA