Gestão financeira no e-commerce: 6 melhores práticas para o sucesso

Gestão financeira no e-commerce: 6 melhores práticas para o sucesso

1827
0

Conhecer o mercado e saber tomar boas decisões são características muito importantes para um gestor de loja virtual. No entanto, essas ações serão insuficientes se você não souber conduzir a gestão financeira do seu negócio de forma adequada.  

Quem está começando a vender online muitas vezes pensa que já tem conhecimento suficiente. No entanto, qualquer deslize no controle das finanças pode ser fatal. A boa notícia é que algumas medidas simples podem evitar que o seu e-commerce fique no vermelho. 

Quer saber como fazer uma excelente gestão financeira no e-commerce? Confira essas 6 dicas essenciais!

QUAL A IMPORTÂNCIA DA ÁREA FINANCEIRA EM UM E-COMMERCE?

A área financeira é fundamental para que um comércio eletrônico tenha um crescimento saudável e possa atingir as metas traçadas. O controle eficiente das entradas e das saídas de um negócio é o que garante que o gestor possa acompanhar a situação da empresa e antecipar ações que podem ser cruciais para a saúde financeira do e-commerce.

Negligenciar as finanças é o mesmo que construir um edifício em uma base que não está firme. Em algum momento ao longo do caminho será necessário rever isso e, muitas vezes, poderá ser tarde demais. Por isso, se você está começando um negócio, fique atento às finanças desde o primeiro dia.

O E-COMMERCE PRECISA DE UM CONTADOR?

Depende. Um comércio eletrônico que está enquadrado na modalidade Microempreendedor Individual (MEI) não precisa de um contador, uma vez que toda a prestação de contas pode ser realizada pelo próprio gestor do negócio. Se o e-commerce estiver em outro regime, precisará de um contador. 

No entanto, o trabalho de um contador pode ser muito importante mesmo para um e-commerce enquadrado como MEI. Desta forma, o profissional de contabilidade poderá auxiliar o gestor na tomada de decisões e orientá-lo sobre medidas de gestão financeira no e-commerce que não são conhecidas pelo empreendedor do negócio. 

6 PRÁTICAS PARA UMA MELHOR GESTÃO FINANCEIRA NO E-COMMERCE

O controle financeiro de um comércio eletrônico é uma tarefa que deve fazer parte da sua rotina. Para tornar essas ações mais palpáveis, mostramos aqui seis práticas de gestão financeira no e-commerce e explicamos como aplicá-las: 

1. PLANEJE CONSTANTEMENTE

O planejamento financeiro é uma das primeiras etapas da implantação de qualquer negócio. Afinal, você precisa saber quando deve investir. No entanto, ele não é definitivo. Precisa ser revisto de acordo com as mudanças que ocorrem ao longo do caminho e ser adaptado a novos cenários.

Rever o planejamento é importante para a gestão financeira no e-commerce e para conseguir prever problemas sobretudo de ordem financeira. É bom lembrar que as mudanças no mundo virtual ocorrem muito rápido e que estar atento a esses fatores pode proteger o seu negócio.

2. CONTROLE OS CUSTOS

Mesmo com o planejamento financeiro, é possível que alguns gastos ultrapassem o esperado. Por isso, é fundamental saber controlá-los de perto e tentar reduzi-los ao máximo. Isso porque as sobras em um mês podem servir para cobrir custos maiores no mês seguinte.

Por isso, tenha como rotina o controle de custos. Analise quais são os principais gastos da sua empresa e veja se existe alguma medida que possa reduzi-los. Você verá que, muitas vezes, tem gastos fixos desnecessários e que comprometem a saúde financeira da empresa.

3. MONITORE O ESTOQUE

Um bom controle de estoque é muito importante para a gestão financeira do negócio, pois é a partir dele que se pode fazer uma previsão das vendas e das receitas de um determinado período. Por esse motivo, o controle deve ser uma atividade constante. 

O monitoramento das mercadorias é importante para suprir a demanda, mas também para ajudar no controle das despesas com armazenamento, logística, mão de obra, etc. Esses gastos podem pesar no orçamento, principalmente quando há imprevistos.

4. SEPARE AS CONTAS PESSOAIS

Um erro comum de quem abre uma loja virtual é misturar as contas pessoais e as contas da empresa. Isso acontece principalmente quando o gestor é o responsável por pagar todas elas. O pensamento é simples: se a receita é a mesma, por que não pagar tudo junto?

Mas isso pode ser fatal para a saúde financeira da empresa. Lembre-se que é fundamental controlar as retiradas dos sócios, de preferência com um pró-labore. Desta forma, os gastos pessoais não se misturam com as contas que a empresa deve honrar.

5. MANTENHA AS CONTAS EM DIA

Outro fator que pode ser determinante para o sucesso do seu e-commerce é a inadimplência. As contas precisam ser pagas em dia, mesmo que não sobre nenhum dinheiro no fim do mês. 

Lembre-se que até despesas pequenas devem respeitar os prazos, pois, além dos juros e das multas, fica bem mais difícil quitá-las quando começam a acumular. Por isso, todos os gastos prováveis devem constar no planejamento inicial do negócio.

6. TENHA UM FUNDO DE RESERVA

Você pode pensar: mas se eu não estou conseguindo nem pagar as contas, como é que vou fazer uma reserva? Ora, o dinheiro guardado é importante exatamente para suprir esse tipo de necessidade. Assim, se não der para pagar as contas em um mês, ele é muito bem-vindo. 

Porém, a reserva precisa ser reposta e seu uso deve ser uma exceção. Outros fatores que podem ajudar na gestão financeira é o uso de ferramentas e de uma boa plataforma de e-commerce. A tecnologia pode ser uma aliada na hora de controlar as suas finanças. Lembre-se de que a forma como você lida com o dinheiro determina o seu sucesso.

Gostou desse conteúdo? Lembre-se de jamais negligenciar a gestão financeira no e-commerce. A boa condução das contas contribuirá muito para o crescimento e fortalecimento do seu negócio. Se você quer ler mais sobre o tema, confira esse texto com 3 erros que você deve evitar na gestão da sua loja virtual

Artigo anteriorAntifraude para e-commerce: conheça os tipos e como implementar
Próximo artigoComo criar lista de clientes com o cadastro na loja virtual? Aprenda!
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA