Como abrir uma loja virtual de roupas

Como abrir uma loja virtual de roupas

297
0
Veja como comprar calçados online e os cuidados necessários
Veja como comprar calçados online e os cuidados necessários

Planejamento:

Para iniciarmos qualquer negócio, o ponto de partida é o planejamento do projeto da sua loja. Escolha o nome, o segmento, a plataforma, o formato da loja e as opções de modo de venda.

No planejamento é onde se faz a analise do empreendimento de e-commerce, é onde se analisa os prós e os contra da criação de uma loja virtual. Onde se tira as duvidas e completa ideias. O conhecimento sobre o que se vende, como se vende e para quem se vende são conhecidos, essa é a base do conhecimento de qualquer empreendedor.

A loja virtual também precisa de CNPJ e de varias documentações assim como a loja física, tudo tem que estar regulamentado e regularizado, nome registrado.

No Planejamento se escolhe a plataforma da loja, os fornecedores dos produtos que serão vendidos neste artigo vamos exemplificar a criação de uma loja de roupas virtual.

A documentação da sua loja virtual de roupas.

Aqui estão passo a passo as dicas do Sebrae.

 O Sebrae mostra que para abrir sua loja é preciso fazer um registro O registro legal de uma empresa é tirado na Junta Comercial do estado ou no Cartório de Registro de Pessoa Jurídica. Para as pessoas jurídicas, esse passo é equivalente à obtenção da Certidão de Nascimento de uma pessoa física. A partir desse registro, a empresa existe oficialmente – o que não significa que ela possa começar a operar.

Depois é preciso fazer um registro, é preciso apresentar uma série de documentos e formulários que podem variar de um estado para o outro. Os mais comuns são:

  • Contrato Social;
  • Documentos pessoais de cada sócio (no caso de uma sociedade)

Contrato Social é a peça mais importante do início da empresa, e nele devem estar definidos claramente os seguintes itens:

  • Interesse das partes;
  • Objetivo da empresa;
  • Descrição do aspecto societário e a maneira de integralização das cotas.

Documentos necessários para a inscrição

Agora você tem que prosseguir com o arquivamento do ato constitutivo da empresa, quando geralmente serão necessários os documentos:

  • Contrato Social ou Requerimento de Empresário Individual ou Estatuto, em três vias;
  • Cópia autenticada do RG e CPF do titular ou dos sócios;
  • Requerimento Padrão (Capa da Junta Comercial), em uma via;
  • FCN (Ficha de Cadastro Nacional) modelo 1 e 2, em uma via;
  • Pagamento de taxas através de DARF.

Os preços e prazos para abertura variam de estado para estado. Para isso, o ideal é consultar o site da Junta Comercial do estado em que a empresa estiver localizada.

Registrada a empresa, será entregue ao seu proprietário o NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresa) pode ser um carimbo ou uma etiqueta.

CNPJ

Para fazer o cadastro no CNPJ, é preciso escolher a atividade que a empresa irá exercer. Essa classificação será utilizada não apenas na tributação, mas também na fiscalização das atividades da empresa. O ideal é que você tenha uma atividade principal e, no máximo, 14 secundárias.

Documentos

Em geral a documentação pedida para o cadastro é:

  • DUC (Documento Único de Cadastro), em três vias;
  • DCC (Documento Complementar de Cadastro), em 1 via;
  • Comprovante de endereços dos sócios, cópia autenticada ou original;
  • Cópia autenticada do documento que prove direito de uso do imóvel, como por exemplo o contrato de locação do imóvel ou escritura pública do imóvel;
  • Número do cadastro fiscal do contador;
  • Comprovante de contribuinte do ISS, para as prestadoras de serviços;
  • Certidão simplificada da Junta (para empresas constituídas há mais de três meses);
  • Cópia do ato constitutivo;
  • Cópia do CNPJ;
  • Cópia do alvará de funcionamento;
  • RG e CPF dos sócios.

Vale lembrar que alguns estados a inscrição estadual podem ser solicitados depois do pedido do alvará de funcionamento.

Registro Municipal: Ele varia de lugar para lugar. Essa é a parte de documentação de sua loja, pode haver variações.

Segmento Roupas.

O segmento roupas tem um grande leque de opções fazendo com que as oportunidades para ter clientes nesse nicho é muito grande. É possível escolher um dos segmentos de roupa ou até mesmo usar todos em sua loja de roupas virtual.

Vamos conhecer as várias opções de venda de roupas em loja virtual.

As opções são:

  • Roupas femininas
  • Roupas Masculinas
  • Roupas infantis
  • Roupas usadas
  • Roupas de festas
  • Roupas de fantasias
  • Roupas de uniformes
  • Roupas para fitness
  • Roupas Plus Size
  • Roupas importadas da China
  • Roupas de bonecas e bichinhos de pelúcia
  • Roupas para Pets

 Seu empreendimento pode se especializar em um dos itens ou até por todos os itens, fazendo uma pesquisa de mercado é possível saber qual das opções você pode escolher e se especializar.

Dependendo da escolha é possível criar um estoque para suas vendas, o estoque é muito importante em uma loja virtual assim como uma loja física, a frustração do cliente em não ter o que gostou e o que procura o faz buscar outra loja, por essa razão o estoque é muito importante.

Administrando o estoque de roupas da loja virtual.

Opções de controlar um estoque loja virtual de roupas.

Peps – Primeiro que entra primeiro a sair – A primeira roupa que entra no estoque é a primeira a sair. O raciocínio é simples no momento em que você tira um produto do estoque, você dá preferência a um produto mais antigo, os produtos mais novos são os primeiros a vender para os clientes. O PEPS é muito usado em produtos perecíveis, pois faz o produto mais antigo ser vendido primeiro. Sua vantagem está também em facilitar sua gestão financeira você trabalha com o preço de custo dos produtos é possível fazer a diferença no preço do mesmo produto, passando o aumento e desconto obtido nas compras mais antigas em relação as compras mais recentes. Quem trabalha com importação, faz a diferença competitiva pois comprar com o dólar em baixa significa uma margem maior no mesmo preço de venda.

UEPS – A sigla pode ser lida como o último a entrar, primeiro a sair. A ideia é que o último item comprado é o primeiro a ser vendido, o UEPS não pode ser viável por existir a possibilidade da primeira mercadoria comprada, no momento da venda pode estar vencida. No entanto é um método de controle de estoque mais eficiente para o planejamento de produção, permitindo ajustes rápidos nos preços e quantidades a serem fabricados com o consumo real. Uma vez que os últimos itens são os primeiros a serem vendidos, consegue-se uma média de consumo do período, conseguindo prever o consumo futuro à medida que novos produtos vão entrando no estoque. Ele tende a reduzir a margem de lucro operacional das empresas, sendo que no momento da mediação os fatores externos momentâneos como inflação, variação cambial, etc. são repassados ao preço de custo da mercadoria, por essa razão ele não é aceito pela Receita Federal. Não somente para atender a legislação vigente, mas é para controlar rigorosamente o que entra e o que sai da empresa para evitar prejuízos e distorções nos cálculos operacionais.

Como se faz com o estoque de roupas importadas.

Para quem trabalha com roupas deve-se lembrar que roupas importadas demoram para chegar e podem chegar no tamanho errado por essa razão é importante você explicar isso ao cliente na hora da compra, fique atento aos tamanhos e ao prazo de entrega. É importante consultar tabelas de tamanho constantes no site, principalmente roupas infantis.  Sapatos também se enquadram no mesmo exemplo. Outra coisa é o tempo de entrega sempre jogue uns dias a mais da data pois certamente chegará depois. Com isso vem o medo de não receber e aí você pode ter a compra cancelada.

As vantagens de se ter estoque são:

  • utilizar adequadamente o capital de giro do negócio.
  • evitar atrasos no fornecimento de materiais e componentes.
  • suprir as necessidades de vendas na medida da demanda.
  • evitar a obsolescência.
  • adequar-se às cotas de fornecimento.
  • liberar espaços produtivos.
  • identificar produtos que estão sem giro.
  • conhecer a influência do estoque nos resultados financeiros.
  • Estratégia frente ao capital de giro e o atendimento a clientes.

Redes sociais, a sua loja de roupa nas suas mãos.

 As redes sociais são um contato mais rápido e direto com os clientes são simples de se fazer e de obter clientes, basta um like, um compartilhamento e pronto sua venda está feita.

As redes sociais são um veículo de venda bem rápido e eficiente o Instagram é uma grande ferramenta ele tem um engajamento 10X maior que o Facebook com essas redes você pode fazer uma venda usando o celular de maneira simples e fácil.