Planejamento de mídia online: como fazer?

Planejamento de mídia online: como fazer?

2559
0
Planejamento de mídia online: como fazer - D Loja Virtual
Planejamento de mídia online: como fazer

Se você possui um negócio e quer começar a expandir seu publico por meio da divulgação dos produtos ou serviços prestados, precisa começar a investir em publicidade na internet. Não se engane, não serão necessários gastos muito altos, como acontecia antigamente. Há diversos espaços em que é possível colocar anúncio por apenas alguns centavos, em que você só irá pagar caso o usuário clique para verificar mais detalhes, e até mesmo propaganda gratuita por meio de estratégias de marketing digital.

➜ Veja dicas de como usar o Youtube

Não importa o tipo de divulgação que você pretende fazer na internet, é essencial que tudo seja analisado e colocado na prática com perfeição. E é na parte do planejamento de mídia online que está o segredo para o sucesso. Planejar significa conhecer o território em que está pisando, reconhecer quais são as estratégias mais eficazes para alcançar o público desejado e, consequentemente, aumentar suas vendas.

Só com bastante calma, dando um passo de cada vez, é que o empreendedor irá conquistar o sucesso. O caminho é bem simples e basta saber como distribuir o orçamento, montando um planejamento de ações para entender a dimensão do que o marketing na internet pode alcançar. Para conhecer os principais pontos a serem estudados e passos a serem dados, basta continuar lendo.

O briefing no planejamento de mídia online

Um bom planejamento de mídia online deve ser dividido em etapas, tanto para organizar melhor andamento do projeto, como para, mais tarde, analisar onde estão os erros e os pontos a serem melhorados. A primeira fase é o briefing. Trata­-se de um levantamento de todas as características que devem ser tratadas em sua campanha online. Nesse momento, explore quais são os pontos fortes da empresa e o que ela mantém como seu diferencial, para que tudo isso seja destacado. Mas o mais importante é reconhecer que o que deve ser divulgado é o seu produto em lançamento e não somente o histórico de sua empresa. Isso é algo que pode ser exposto, mas em segundo plano, logo após o consumidor em potencial se interessar pelo que você tem a oferecer.

➜ Baixe Planilha de Planejamento de ações

Em seguida, tente responder algumas questões básicas sobre a sua empresa. Pode até parecer óbvio, mas colocar tudo isso no papel pode fazer uma grande diferença no momento de definir os próximos passos no planejamento. Se questione sobre: Qual o público ­alvo? Como está o mercado? Qual é o produto? Quais os objetivos? Qual é a verba? Quais os concorrentes? Qual o período da campanha? Qual o diferencial em relação às últimas campanhas lançadas?

Trace estratégias e táticas de ação

Nessa fase do planejamento de mídia, é importante ficar atento aos comportamentos de seus clientes. Conhecê-­los permite que você trace estratégias para vender seus produtos para o público certo. Observe o que eles fazem na internet, quais são as principais plataformas utilizadas, que tipo de conteúdo são os de sua preferência e, em seguida, defina quais serão os canais e formatos para serem utilizados em suas campanhas. Um senhor de 50 anos que acessa a internet para se informar, costuma utilizar o Facebook e ler jornais online enquanto navega, por exemplo. Já um jovem de 16 anos possui interesse muito mair em redes sociais como o SnapChat, pois está muito mais presente em seu cotidiano.

➜ Aprenda como usar o CANVAS

Além de definir as plataformas em que seus produtos ou serviços serão divulgados, é preciso definir qual é o tipo de ação feita em cada uma delas. Pense que tudo é dividido em meio e conteúdo, e esse segundo ponto é o que precisa ser considerado agora. O que será dito em suas publicações? Qual o tipo do formato? Vídeo, escrita ou áudio? Ele será interativo? De que forma o cliente em potencial terá acesso à mais informações, caso se interesse?

Além disso, é preciso pensar na padronização de tudo isso. Crie uma identidade para ser usada em todas as peças, mesmo que elas sejam feitas diferentes plataformas, pois é preciso ter uma base de identificação entre o cliente e produto.

Implementação da campanha online

O próximo passo é fazer com que todo o planejamento de mídia realizado nas etapas anteriores caiba no orçamento, implementando cada uma delas. A dica nesse momento é testar, testar e testar. Não se canse de colocar uma ideia em prática, analisar os resultados, fazer modificações, lançar novamente a publicação, corrigir erros e começar tudo de novo. É importante que a análise esteja presente em cada uma das partes do projeto, pois é ela que vai fazer toda a diferença nas métricas e resultados obtidos no fim do mês. Além disso, tente estabelecer um prazo para fazer modificações, para que os resultados sejam realmente significativos. Uma semana é tempo suficiente para testar uma mídia.

Além disso, é importante ressaltar que a internet possibilita a transformação da mídia frequentemente. Caso sua empresa mude de ideia e decida começar uma nova estratégia, basta começar novamente. Você não irá perder grandes investimentos, já que nesse tipo de plataforma só costuma se pagar pelo que já foi ao ar e os conteúdos são enviados periodicamente.

➜ Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios e não consegue vender

Lembre­-se também de comparar os resultados obtidos com os das campanhas que já saíram do ar. Quando não estiver compreendendo os motivos de o público não estar se comportando da maneira esperada, um relatório de uma época passada pode ser a salvação para os seus problemas. Além disso, assim que as ações forem finalizadas faça um arquivo para consultas futuras. Eles podem acabar te salvando no momento de elaborar um relatório ou até mesmo para um novo planejamento.

Apresentando os resultados do planejamento

O último passo é bastante simples e, talvez por isso, costuma ser deixado de lado pela maioria das empresas, que acabam cometendo um grande erro. Ao colher os frutos do aumento de vendas e lucro, empreendedores acabam estendendo suas campanhas por acreditar que elas têm dado certo e devem ser mantidas dessa maneira. Essa é uma ideia completamente errada, pois a internet tem como um dos seus princípios a transformação rápida do ambiente e atualização contínua. Por isso, ao finalizar a campanha cumprindo o prazo pré­-estabelecido, é preciso parar para respirar, verificar os resultados que foram obtidos e criar uma nova.

É interessante elaborar um banco de dados, algo como uma planilha sobre o histórico da campanha, com o objetivo de que os principais pontos positivos e negativos estejam expostos. Além disso, os esforços e resultados também devem ser registrados. O objetivo é que tudo seja aperfeiçoado para dar início à uma nova campanha, para que o marketing digital da empresa se torne cada vez mais excelente.

Artigo anterior5 dicas de controle de estoque pra e-commerce
Próximo artigoOmnichannel no e-commerce
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA