Marketing para e-commerce: o que é e como começar

Marketing para e-commerce: o que é e como começar

3458
0
Marketing para e-commerce

Todos os dias surgem novas lojas virtuais, o mundo do e-commerce e loja virtual que cresce mais rápido do que o clientes conseguem acompanhar. Na internet não é como nas ruas, que você passou na frente de um lugar no caminho do trabalho e viu que estava abrindo uma nova loja. Na internet as lojas abrem, fecham, fazem promoções e ninguém fica sabendo. Isso porque uma grande parte dos e-lojistas pensa que vender na internet é como vender melancias, assista ao vídeo abaixo para entender melhor este conceito.

Bom, agora que esclaremos que na internet não dá para simplesmente cadastrar os produtos na loja virtual e esperar que eles se vendam sozinhos, vamos falar de marketing para e-commerce. Além dos vendedores de melancia na internet, existe outra parcela de e-lojistas que acredita que marketing e Google Adwords são sinônimos e que se investir muito dinheiro no Google Adwords vai ter muitas vendas.

Como você já deve estar imaginando, não é assim que funciona. Existem pessoas que não querem comprar o seu produto, existem pessoas que não querem comprar na internet. Quem faz anúncios no Adwords, sem entender nada de Adwords acaba atraindo para sua loja virtual justamente essas pessoas que não querem comprar e não querem os produtos daquele site. Ou seja, a loja vai ter muitos visitantes para poucas vendas.

Como você faz o marketing da sua loja virtual?

A primeira coisa que você precisa aprender sobre o marketing é que ele precisa ser planejado, você não faz as coisas no instinto, de surpresa e menos ainda de brincadeirinha. Marketing é coisa séria, só quando é levado a sério e feito com seriedade é que os resultados aparecem. Vamos começar testando como você faz o marketing da sua loja virtual hoje. Se você ainda não tem uma loja virtual, responda como você pretende fazer quando tiver.

Para iniciar o teste é necessário colocar nome, sobrenome e e-mail. Após entrar você precisa rolar a tela para clicar em seguinte quando terminar de responder as questões. Quando o teste for finalizado clique no quadrado vermelho para ver as respostas corretas. Depois do teste nós explicamos cada resposta, então fique tranquilo se você não acertar. Cada e-mail pode fazer o teste apenas uma vez.

Avaliando as suas respostas das perguntas anteriores, vamos pensar juntos, todos que estão no Google/Facebook querem ver seus anúncios? Todos são seus possíveis clientes? Não seria melhor segmentar esses anúncios para quem quer específicamente o seu produto? Simplesmente anunciar no Google/Facebook não resolve seu problema se você não souber como chegar no seu público.

Se você posta em grupos no Facebook, eu te pergunto, você compra de lojas virtuais que fazem anúncios em grupos de Facebook? Conhece alguém que compre dessas lojas? Pois é, isso tem mais cara de spam do que qualquer outra coisa, todo mundo sabe que spam não converte em vendas. Spam converte em gente querendo nunca entrar na sua loja. No vídeo abaixo o Marcio explica mais claramente.

Se você marcou a opção anunciar apenas para os seus clientes, me conte como você pretende ganhar novos clientes? Ou você não gosta de novos clientes e quer ficar apenas com os clientes atuais? Acha que os clientes atuais vão sustentar sua loja? Quem anuncia para amigos e conhecidos, quantas compras seus amigos e conhecidos já fizeram no seu e-commerce? Aposto que á algo mais próximo de 0 do que de 10.

Para quem faz e-mail marketing, como você conseguiu esses e-mails? Através da autorização das pessoas que em algum momento aceitaram receber os e-mails da sua loja? Se foi isso, muito bem. Agora se você comprou lista de e-mails, ou pegou e-mails de qualquer outra forma que seja sem autorização das pessoas, errado! De novo isso é SPAM! Spam gera uma imagem ruim para sua empresa, não pratique.

Se alguém respondeu que não tem dinheiro para fazer anúncios, ou que não anuncia para ninguém, por favor, deixe um comentário no final do texto, eu quero saber, como você espera que as pessoas cheguem até sua loja? Como você faz vendas? Conte-nos, pois estamos intrigados com essa nova forma de marketing. Lojas virtuais são dependentes do marketing muito mais que lojas físicas, porque no e-commerce você não pode contar com a sorte de alguém ver a sua loja e querer entrar. Cartazes e caixas de som na calçada não vão resolver seus problemas.

Como fazer marketing para e-commerce

Nessa hora você deve estar se perguntando, então o que devo fazer? Bom, como já disssemos antes o marketing para e-commerce é planejado, então pegue papel e caneta e anote, quais resultados você quer ter com seus anúncios? Considere que ainda não tem um grande número de pessoas que conhece a sua loja, então talvez no início a sua intenção mais correta seja atrair visitantes. Porque primeiro as pessoas precisam conhecer a sua loja, saber que ela existe.

Para quem está colocando a loja no ar, uma estratégia que pode funcionar é procurar blogueiras que falam sobre assuntos relacionados com seu produto e contratar um publipost. Que nada mais é, do que pagar para o blog ter um texto falando bem da sua empresa. Se você vender máquinas industriais, talvez você não encontre blogs sobre isso, entrão procure outras alternativas.

Quais sites pessoas que compram seus produtos visitam na internet? Se você quer fazer vendas, você precisa conhecer seu público. E-mail marketing é uma ótima estratégia, mas funciona mais para gerar relacionamento com o cliente, não para apresentar uma nova loja. Importante, como já foi dito antes, não envie spam. Crie atrativos para que as pessoas queiram receber o e-mail da sua loja.

➜ Como Capturar 10x mais e-mails na sua loja virtual

Descontos na primeira compra, dicas relacionadas ao mundo do seu negócio, por exemplo uma loja de roupas de bebê, que envia dicas de como preparar comidas para bebês. Ou então uma loja virtual de perfumes, que envia dicas de uso, como qual tipo de fragrância, combina com cada estação do ano. As dicas podem ser breves até 2 parágrafos, desde que realmente sejam dicas, não informações sem sentido.

Claro que nesse e-mail você também pode colocar alguns produtos. Importante, segmente a sua lista de e-mails de acordo com os seus produtos. Se você vende roupas e tem clientes homens e mulheres, quando tiver novas coleções de vestido, envie apenas para as mulheres. Já quando tiver novidades de camisas pólo, envie para os homens.

Agora se a sua loja virtual vende cervejas artesanais não vai fazer sentido separar seus clientes em homens e mulheres, mas vai fazer todo o sentido separar os clientes pelo gosto. Por exemplo, quando tiver um nova cerveja stout, você envia apenas para quem prefere este tipo. No e-mail de cadastro coloque uma pergunta para que o cliente responda e já te ajude na hora da segmentação. Não tente adivinhar se os clientes são loiros ou morenos, ou suas preferências.

Para enviar e-mail marketing é necessário usar uma ferramenta própria para isso. Dentro dessa ferramenta, você consegue enviar e-mails para suas base segmentada, para todos os cadastrados, só para quem não abriu seu último e-mail. São muitas opções. Existem várias ferramentas no mercado, pesquise qual atende melhor a sua necessidade.

Bom, para começar com o marketing para e-commerce, se a sua loja já existe a algum tempo, você pode iniciar com e-mail marketing e anúncios no Google/Facebook segmentados para o seu público para gerar vendas. Dica, avalie se você tem mais resultados no Google ou no Facebook e invista mais onde você tem mais retorno. Dependendo do seu nicho de mercado o Instagram pode ser uma ótima opção.

➜ Por que usar e-mail Marketing na Sua Loja Virtual

Se a sua loja virtual está começando agora, é interessante que use a estratégia com blogueiras para que as pessoas entendam quem é sua empresa e o que ela faz. Junto com isso você pode fazer anúncios em redes sociais, mas com o objetivo de atrair visitantes e não vendas. A parte mais importante é planejar tudo, quando cada campanha vai ir ao ar, qual o resultado esperado, como foram os resultado alcançados.

Assim você consegue avaliar o que funciona e o que não funciona para sua loja virtual. Repita as ações que derem certo e reformule as que não tiveram o resultado esperado. Lembrando que você deve planejar ações que caibam dentro do seu orçamento.