Escolha a palavra-chave correta para seu conteúdo

Escolha a palavra-chave correta para seu conteúdo

107
0

Uma parte importante em produzir conteúdo para a Internet consiste na escolha da palavra-chave correta. Não adianta escrever um excelente texto se o seu público não ler, ou ler pensando que é sobre outra coisa.

A escolha da palavra-chave correta é fundamental tanto na criação do texto quanto na maneira que você vai divulgar. 

O que é palavra-chave

Palavra-chave é o termo que usamos para definir uma palavra ou frase que resume o conteúdo do texto. O usuário usa a palavra-chave – ou uma similar – para pesquisar nos mecanismos de busca para encontrar a informação que procura. Você pode chamá-las de termo de pesquisa.

Quando o usuário se vê diante de um problema, ele vai até os sites de busca (Google, Bing e outros) e escreve seu problema, buscando uma solução. Isso que ele escreve é a palavra-chave. O conteúdo que ele encontrar vai, muito provavelmente, ter sido escrito pensando na palavra-chave que ele pesquisou.

Por isso que a palavra-chave é tão importante quando você produz conteúdo web. É a partir dela que você pensa sobre o que escrever, e como escrever. Se você escolher uma boa palavra-chave e seguir as boas práticas do SEO, seu conteúdo vai aparecer nos buscadores. Se você escolher ou escrever de maneira incorreta, é bem possível que não alcançará os resultados desejados.

Por que as palavras-chave são tão importantes

Se você trabalha com conteúdo ou com divulgação na Internet, já deve ter percebido que não basta escolher duas ou três palavras-chave diferentes, inseri-las em um texto e esperar os acessos chegarem. É bem possível que você fique em uma posição bem baixa nos mecanismos de busca, e poucas pessoas acessem seu conteúdo.

É preciso um pensamento bem mais estratégico, procurar entender quais são as palavras-chave corretas para seu negócio, quais são as mais atrativas e quais recebem menos concorrência. 

Não adianta você produzir um excelente conteúdo sobre algo que ninguém se interessa, ou que tem pouca relevância em seu negócio. O conteúdo que você produz precisa ter relação com o seu negócio e sua empresa. Você precisa pensar em criar conteúdo que responda às perguntas que seu público-alvo tem. 

Existem dois tipos básicos de palavras-chave, as palavras-chave semente e as palavras-chave de cauda longa. Vamos explicá-las melhor abaixo.

Palavras-chave semente

As palavras-chave semente são as mais genéricas, “mais simples” possíveis. E por isso, são geralmente as mais difíceis de ter resultado, principalmente em curto prazo.

Palavras-chave semente são composta por uma ou duas palavras que resumem seu mercado de atuação. Exemplos são “carros”, “motos”, “livros”, “livros novos”. Por serem tão genéricas, a concorrência para esses termos é gigantesca.

Conseguir resultados bons com palavras-chave semente é muito difícil. É preciso muito trabalho e paciência para alcançar esses resultados. O recomendável é que iniciantes evitem esse tipo de palavra-chave.

Palavras-chave de cauda longa

Diferente das palavras-chave sementes, caudas longa são termos mais específicos. Com elas você consegue criar conteúdo mais direcionado para suas pretensões.

Pegando os exemplos usados anteriormente, ao invés de “carro”, que é uma palavra-chave semente, “carros novos em Curitiba” é uma palavra-chave de cauda longa. 

“Por que escolher palavras-chave que vão ter um resultado menor?” você pergunta. Porque muitas vezes a palavra-chave de cauda longa atrai uma audiência mais qualificada. Usando esse tipo de palavra mais específica, os possíveis clientes que vão chegar até você estão em uma etapa mais avançada do funil de vendas

Também é importante entender que palavras-chave de cauda longa tem uma concorrência bem menor. Diferente das palavras-chave semente, com essas você tem uma chance bem maior de chegar em boas colocações nos mecanismos de busca, se seu conteúdo tiver qualidade. 

Como escolher a palavra-chave correta

Agora que você entende bem o que são palavras-chave, vamos ver dicas de como encontrar a palavra-chave correta para o seu conteúdo.

Em primeiro lugar, você precisa conhecer seu cliente. Quais termos eles usam para encontrar seu conteúdo? Quais são seus interesses? O que eles procuram em sua empresa? Essas são perguntas que você precisa ter na ponta da língua, para poder oferecer a eles conteúdo de qualidade.

Você já tem a persona de seu site bem definida? Ter uma persona bem definida vai ajudar bastante na hora que você decidir 

Junto com a persona, é preciso também uma estratégia bem clara do porquê você está fazendo o conteúdo para a internet. Seja um canal, um podcast, um blog, você precisa saber porque está fazendo esse conteúdo e direcionar as palavras-chave nessa direção.

Se você criou um blog para resenhar livros para vender em sua livraria, você precisa colocar palavras-chave como “livros”, “resenha de livros”, “review”, “melhores livros”. 

Outra dica interessante é acompanhar sua concorrência. Veja as empresas de destaque de seu setor e quais as palavras-chave que elas vem usando. Você não precisa usar exatamente as mesmas, mas sempre pode pensar em temas semelhantes, em ideias parecidas, ou mesmo só se inspirar. 

Mesmo empresas que não são concorrentes diretos, como grandes players no mercado, também valem uma conferida. Se você tem uma livraria, a Saraiva não é sua concorrente, mas vale a pena verificar o que eles estão fazendo. Vai que você consegue tirar uma boa ideia deles.

Monitore os resultados orgânicos deles, e de seu setor, e com certeza vai conseguir uma boa noção do que estão fazendo no mercado.

Por último, sempre tenha em mente que palavras-chave são importantes para conseguir bons resultados, mas não substituem um bom conteúdo. Não adianta pensar na palavra-chave correta, otimizar seu conteúdo usando as boas práticas de SEO se seu conteúdo for pequeno ou desinteressante. O principal fator no ranqueamento dos mecanismos de busca ainda é um conteúdo rico e interessante.

DEIXE UMA RESPOSTA