Veja a vantagem de ter uma loja mobile

Veja a vantagem de ter uma loja mobile

585
0

Segundo dados recentes sobre o comércio eletrônico, só aumenta o número de consumidores que realizam as suas compras on-line por meio de smartphones e tablets. Isso significa que, mais do que nunca, os empreendedores virtuais devem apostar em plataformas que atendam às necessidades dos dispositivos móveis.

É nessa hora que entram em cena as vantagens de ter uma loja mobile — ou seja, um e-commerce feito exclusivamente para ser acessado em smartphones, tablets e outros. Com ele, é possível não apenas vender mais como também oferecer ao consumidor on-line uma experiência bem mais agradável de compra.

Neste post, veremos com detalhes todos os benefícios de contar com uma loja virtual responsiva. Continue lendo e confira!

Quais são as diferenças entre lojas mobile, sites responsivos e apps?

Em primeiro lugar, é preciso desenvolver uma nova loja virtual que tenha a mesma identidade visual que o seu e-commerce. Isso é fundamental para que os internautas identifiquem a sua marca.

O mais comum é desenvolver um subdomínio específico, para o qual os internautas serão encaminhados no momento em que entrarem na loja virtual por meio de celulares ou tablets.

Nesse sentido, é preciso contratar profissionais que saibam como fazer lojas mobile, organizando e distribuindo o conteúdo em um novo layout. Até porque há linhas de código, imagens e estruturas que devem ser criadas para servir apenas aos dispositivos móveis.

Vale dizer, contudo, que uma loja mobile não é o mesmo que um site responsivo — de fato, ambos os conceitos podem causar certa confusão.

Enquanto o e-commerce mobile é feito exclusivamente para os dispositivos móveis, os sites ou lojas virtuais responsivas contam com um único design e só uma URL, os quais têm a capacidade de se adaptar a diferentes plataformas, tamanhos e orientações de tela, sejam elas de um smartphone, tablet, desktop, ou mesmo de TVs conectadas.

Em outras palavras, se a sua loja virtual pode ser acessada em um smartphone ou tablet sem que fique distorcida, sua plataforma é responsiva. Isso, contudo, pode não ser o suficiente para tornar a experiência do consumidor on-line satisfatória, a ponto de ele realizar uma compra no seu e-commerce.

Além disso, vale lembrar ainda que uma loja mobile não se trata de um aplicativo — outro termo que pode gerar confusão na hora de pensar sobre o assunto.

Os popularmente chamados de app são programas (ou softwares), que rodam tanto em um desktop quanto nos diversos aplicativos móveis, embora o uso do termo tenha se tornado mais comum com a ascensão dos smartphones.

Quais são as vantagens de ter uma loja mobile responsiva?

Além de vender mais pelos dispositivos móveis, ter uma versão mobile da sua loja permite que você crie uma estratégia de marketing direcionada aos consumidores que usam smartphones e tablets. Ou seja, será mais fácil personalizar a relação do seu e-commerce com seus clientes, e até garantir um pós-venda e os mecanismos de fidelização mais eficientes.

Outra vantagem de investir em uma versão mobile do e-commerce é o fato de que, desde 2015, o Google tem providenciado mudanças em seu algoritmo de busca para que os sites considerados mobile friendly fiquem melhor ranqueados nos mecanismos de busca. Grosso modo, o termo mobile friendly se refere aos sites que conseguem identificar em que dispositivo móvel eles estão sendo visualizados, e se adaptar a eles.

Bom, a essa altura, você deve saber que aparecer nas primeiras posições dos resultados de busca dos internautas que usam o Google aumenta as suas chances de vender mais, não é mesmo?

Ainda assim, há mais vantagens envolvidas nessa decisão. Vejamos, então, as principais delas:

1. Facilita o acesso aos seus produtos

Criando uma plataforma responsiva, é possível facilitar o acesso dos seus clientes aos seus produtos e serviços, uma vez que, como comentamos, é cada vez maior o número de usuários de smartphones.

Ter uma loja virtual que seja responsiva a smartphones, tablets e outros dispositivos móveis é uma maneira de chegar a cada vez mais pessoas, que não precisarão estar mais conectadas a um PC ou notebook para ter acesso a todas as vantagens do seu E-commerce.

Segundo pesquisas recentes, são 138 milhões de brasileiros com smartphones, ou seja, 77,1% da população está conectada — o que aumenta, e muito, as suas chances de acertar em cheio esse nicho.

2. Possibilita vendas mesmo sem o produto em estoque na loja física

Em caso de lojas que têm um ponto físico ou várias filiais, é importante que esse sistema virtual esteja disponível, uma vez que o seu cliente ou futuro cliente pode visitar a sua loja e não encontrar o produto que procura.

A chance de o produto estar disponível em estoque para usuários mobile — além de fazer com que as vendas, de fato, aconteçam — também garante maior comodidade com o seu cliente, e dá uma maior autoridade e credibilidade para a sua marca. Assim, seus funcionários podem até orientar os clientes a procurar esses produtos diretamente no seu smartphone.

3. Aumenta a chance de compras futuras

Muitas vezes, as pessoas estão apenas de passagem pela loja e, apesar de haver interesse em produtos ou serviços, aquele não é o momento ideal de compra. Mas a portabilidade oferece a esse potencial cliente a opção de sacar o celular e fazer uma busca rápida no site da sua empresa, salvando aquele produto para outra ocasião.

Em outras palavras, ter uma loja virtual responsiva acaba fazendo a diferença na hora de captar clientes que não estão no momento certo de compra, além de garantir uma boa experiência em um espaço feito para aquele tipo de acesso.

4. Garante mais conveniência para os pagamentos integrados

Se a sua loja tem sistemas de pagamento integrados — como o PayPal, por exemplo —, a compra pelo smartphone pode se tornar, além de cômoda, muito mais conveniente e rápida. Afinal, toda a usabilidade da plataforma estará adequada ao dispositivo de cada cliente, facilitando todo o processo.

Lembre-se: ter uma boa gama de opções na hora da compra é o diferencial entre o negócio fechado ou não. Por isso, é essencial que a sua loja virtual esteja preparada para suportar a integração com essas ferramentas e aplicativos de pagamento.

5. Reduz custos e aumenta a agilidade

Sem dúvida, atuar com aplicativos ou com uma loja virtual responsiva é mais barato do que a criação do site tradicional, mesmo exigindo um conhecimento técnico específico para tanto. Na verdade, desenvolver uma loja virtual mobile pode sair até mais barato do que tornar o seu e-commerce já existente responsivo.

Isso sem conta que os sites mobiles têm a fama de serem mais rápidos quando comparados aos responsivos, uma vez que exigem menos códigos e informações. Como o que muitas pessoas priorizam hoje em dia é a agilidade, nada é melhor do que ter um e-commerce que não dorme no ponto, certo?

Além disso, ter esse tipo de opção para o seu cliente ainda é uma forma de estar sempre em contato com ele em vários canais de comunicação — o que também ajuda também na sensação de segurança na hora de fechar um negócio.

Por que ter uma loja virtual responsiva é interessante para o meu negócio?

Bom, por mais atraentes que sejam as vantagens de ter uma loja mobile, apostar nessa ideia exige toda uma preparação, bastante semelhante àquela que foi realizada quando você decidiu montar a sua loja virtual.

É claro que, nesse caso, grande parte do trabalho já foi feito. Mas a verdade é que, além de uma estratégia de marketing e investimento financeiro, é preciso contar com um time preparado para atender as novas demandas.

Portanto, se você está ainda dando os primeiros passos com o e-commerce, se concentre em consolidar a sua loja virtual antes de ampliar a atuação no mercado com uma versão mobile do seu negócio on-line.

Além disso, é preciso pensar nas questões básicas, como os profissionais capacitados para tornar a sua loja virtual acessível e eficiente nos dispositivos móveis, e mesmo para atender os novos clientes que, possivelmente, você terá ao atrair mais uma parcela do mercado consumidor on-line.

Também é preciso conversar com os profissionais que vão fazer a nova versão do e-commerce para saber se todas as funções atuais podem ser adaptadas à plataforma mobile. Caso haja algo que deve ser alterado, será preciso fazer as escolhas certas para garantir a navegabilidade dos usuários de aplicativos móveis.

Tendências para o futuro próximo

Depois de tudo o que vimos até, é importante frisar que, apesar de boa parte das vendas ainda serem realizadas via PC ou notebooks, estudos recentes apontam para um crescimento de até 37% desse estilo de vendas ainda neste ano de 2018. Então, nada mais justo que se adequar de antemão a essas futuras mudanças e estar preparado para os resultados, certo?

Com essas previsões para lá de otimistas, é quase impossível não prever que os resultados desse tipo de investimento serão bastante positivos. Afinal, quem não quer estar preparado para tempos de mudança dentro do mercado?

Em se tratando do mercado digital, que se renova constantemente, isso se torna obrigatório para empreendedores que têm seu planejamento estratégico e o seu plano de negócios sempre em constante atualização.

Além disso, saber a diferença entre um site responsivo e um site mobile — como vimos aqui — pode colocar o seu negócio alguns passos à frente na hora de vender um produto ou serviço, alavancando o crescimento da sua loja virtual, que se tornará uma referência no mercado.

Por fim, ainda devemos considerar que o crescimento do uso de redes sociais via smartphones aponta ainda para estratégias de marketing digital e marketing de atração, visando fanpages e anúncios do Facebook ou Instagram, por exemplo.

Isso, sem dúvida, tende a fazer com que os resultados para quem pensa em investir em M-commerce sejam bastantes positivos nos próximos anos! Então, o que está esperando? Coloque nossas dicas em prática e saia na frente!

E aí, gostou deste artigo sobre as vantagens de uma loja virtual responsiva? Se quiser se aprofundar no assunto, continue navegando em nosso blog e saiba um pouco mais sobre quais são as 5 coisas que você precisa saber sobre a experiência do usuário!