Qual a forma mais barata de enviar encomendas pelo correio? Veja aqui!

Qual a forma mais barata de enviar encomendas pelo correio? Veja aqui!

14922
0
Qual a forma mais barata de enviar encomendas
Qual a forma mais barata de enviar encomendas

Uma das principais etapas em todo o processo de venda é a entrega do produto. Quando pensamos em entrega, logo associamos duas opções: transportadora ou Correios. Mas você sabe qual dessas alternativas é a mais vantajosa para o seu negócio?

Para ajudá-lo a estruturar a logística do seu e-commerce e a escolher o melhor método de envio para os seus consumidores, vamos mostrar qual é a forma mais barata de enviar encomendas. Confira! 

COMO ESCOLHER O TIPO DE FRETE PARA AS ENTREGAS DO E-COMMERCE?

Muitas vezes, o custo do frete supera o valor do produto vendido em uma loja virtual. Isso acaba afastando os clientes do e-commerce, que entendem que não é vantajoso comprar aquele item em uma loja online.

O alto custo de envio não é à toa: é reflexo da dificuldade de transporte de determinados produtos ou para determinadas localidades. Exatamente por essa questão ser negativa para o negócio, é preciso procurar alternativas que reduzam o preço do frete. 

Existem alguns pontos importantes que devem ser considerados na hora de buscar a forma mais barata de enviar encomendas para seus clientes. Veja quais são e como podem impactar o seu negócio:

COMODIDADE

A comodidade é importante tanto para quem está enviando quanto para quem vai receber. Na hora de buscar por alternativas de envio, lembre-se que, se o seu comércio eletrônico tem um volume considerável de vendas, não é cômodo ter que ir até a agência postar as encomendas. Isso é um desperdício de tempo.

PRATICIDADE

A praticidade também é importante para a loja e para o consumidor. No caso do vendedor, é mais prático que a encomenda seja coletada em seu escritório, o que economiza esforços e garante agilidade. No caso do cliente, essa ação garante que o produto seja recebido mais rapidamente. 

SEGURANÇA

A segurança é uma das principais preocupações de ambos os lados. Para garantir que a entrega da mercadoria seja feita em perfeito estado, é necessário que a alternativa de envio escolhida seja adequada às especificidades do produto. 

QUAIS SÃO OS TIPOS DE CARGA PARA ENVIAR ENCOMENDAS PELO CORREIO?

No momento de realizar um orçamento em busca da forma mais barata de enviar encomendas da sua loja virtual, é necessário fazer um levantamento do tipo de frete que será transportado. Isso porque cada tipo de carga tem um custo específico. Confira aqui:

CARGAS LEVES E POUCO FREQUENTES

Esse tipo de carga pode ser enviada pelos Correios, já que se refere a produtos leves e que não têm risco de sofrerem danos. Se você optar pelo serviço postal, tem a alternativa de escolher pela coleta do produto em seu endereço. Os valores para esta modalidade são razoáveis e, provavelmente, não impedirão os seus clientes de comprarem de você. 

CARGAS LEVES E REGULARES

Nesse caso, em que você trabalha com produtos leves, mas os envia com muita frequência, é necessário comparar o custo dos Correios com o das transportadoras. As duas alternativas são adequadas para o tipo de carga, e você poderá escolher a que tiver melhores preços. 

CARGAS PESADAS

Se você trabalha com cargas pesadas, as transportadoras são a alternativa mais adequada para realizar o serviço. Os Correios têm limite de espaço e de peso, o que faz com que os valores fiquem impraticáveis. 

QUAL A FORMA MAIS BARATA DE ENVIAR ENCOMENDAS PELO CORREIO?

Se você trabalha com produtos compactos e que não têm muito risco de sofrerem danos durante o deslocamento, o PAC é a escolha mais barata para enviá-los. A grande diferença entre o PAC e o Sedex é preço e o prazo de envio. 

A lógica é essa: o PAC tem preço menor e prazo maior, enquanto o Sedex tem preço maior e prazo menor. Em geral, os comércios eletrônicos trabalham com a modalidade PAC e oferecem a alternativa de Sedex ou de transportadora para casos de urgência.

No site oficial dos Correios existe uma seção destinada a simular o preço de envio de acordo com o endereço de origem, o endereço de destino, a modalidade de envio e as especificidades da embalagem (peso e dimensões). Para fazer a simulação, clique aqui.

QUAL A FORMA MAIS BARATA DE ENVIAR ENCOMENDAS PARA O EXTERIOR?

Se o seu comércio eletrônico faz envios para o exterior, deve trabalhar com modalidades diferentes do Sedex tradicional e do PAC. A Mercadoria Econômica é a forma mais barata de enviar encomendas para outros países. No entanto, este tipo de entrega tem baixa prioridade, ou seja, é bastante demorada. 

As outras alternativas de envio são o Leve Internacional, que tem preço intermediário e é um pouco mais ágil do que a Mercadoria Econômica; a EMS Mercadoria Expressa, que oferece prioridade no envio e, por isso, tem preço mais elevado; e o Sedex Mundi Mercadoria, que é a modalidade mais rápida e mais cara. 

Se você quer simular o custo de envio dos seus produtos para o exterior, clique aqui. Para calcular é necessário informar a modalidade de envio, as dimensões e peso da embalagem e o endereço de origem e de destino.

COMO ENVIAR ENCOMENDAS GRANDES PARA OUTRO ESTADO?

Os Correios oferecem duas modalidades de envio para encomendas grandes. A mais rápida e mais cara é o Sedex Grandes Formatos. Por sua vez, a mais econômica e, por isso, mais demorada, é o PAC Grandes Formatos. 

O custo destes tipos de envio varia conforme o peso, as medidas e o endereço de origem e de destino da embalagem. Para saber mais informações sobre como enviar encomendas grandes pelos Correios, leia aqui.

DIFERENCIAIS DO E-COMMERCE NO ENVIO DE ENTREGAS

Uma das grandes vantagens do comércio eletrônico é a conveniência de poder comprar sem sair de casa, podendo comparar preços e escolher os produtos a qualquer hora do dia. No entanto, para muitas pessoas, o prazo de entrega é um ponto fraco das vendas online, já que é necessário aguardar um tempo para receber o produto.

Proporcionar um serviço de entrega eficiente é um grande diferencial para o comércio eletrônico. Com alguns cuidados na hora do envio é possível otimizar as chances de fidelizar o cliente.

Veja aqui alguns itens que você deve considerar no envio das encomendas:

  • Ter o menor prazo de entrega possível
  • Enviar os produtos no prazo estimado
  • Entregar os produtos em perfeitas condições de uso
  • Atualizar o site com os movimentos do envio
  • Resolver qualquer problema com agilidade 

COMO OS FRETES SÃO CALCULADOS?

Se você trabalha com comércio eletrônico e costuma enviar produtos para outras cidades, já deve saber que o preço final do envio dos produtos depende do endereço de origem e de destino, do peso da embalagem, das dimensões da embalagem e da modalidade de envio escolhida. 

Para facilitar a sua busca pela forma mais barata de enviar encomendas do seu e-commerce para os seus consumidores, vamos detalhar um pouco mais esses itens. Veja aqui:

FÓRMULA DO CÁLCULO DE FRETE

O peso e a dimensão da embalagem são dois fatores muito importantes na hora de calcular o preço do frete. Para falarmos sobre isso, é fundamental entender um pouco sobre a cubagem. Você sabe o que é isso?

Esse termo utilizado em logística se refere a um cálculo que tem como objetivo otimizar os recursos. Isso porque o espaço é avaliado, fazendo com que cargas de pesos variados tenham valores de frete aproximados. 

Isso só é possível porque a transportadora pode trabalhar com cargas mistas, com o objetivo de reduzir o número de viagens. Para realizar o cálculo, são considerados o comprimento do veículo, a largura, a altura e também o fator de cubagem, que é uma constante – uma convenção estipula 300 kg por metro cúbico.

A fórmula é assim:

ALTURA x LARGURA x COMPRIMENTO x UNIDADES (SE NECESSÁRIO) x 300 (FATOR DE CUBAGEM)

Exemplo: 0,1 x 0,1 x 0,1 x 80 x 300 = 24KG

FRETE PARA CARGAS VOLUMOSAS

A partir desta lógica, as cargas volumosas e leves acabam resultando em um custo maior. Isso porque a cubagem tem como objetivo distribuir melhor o peso da carga em relação ao espaço do veículo.

A grande vantagem de conhecer esse tipo de cálculo é poder negociar contratos com mais facilidade com as transportadoras. Vale lembrar que no caso de cargas fracionadas, que são as variadas, o fator de cubagem considerado é de 200 kg por metro cúbico.

Isso tudo porque a transportadora calcula os preços baseada na capacidade dos seus veículos. Assim, o ideal é trabalhar com empresas que possuem desde motocicletas até caminhões. Outra maneira de otimizar os recursos é selecionar empresas especializadas em transporte com furgões, por exemplo.

PREÇO COM BASE NO PESO DA CARGA

Os Correios, por sua vez, permitem simular o envio de acordo com as dimensões e o peso da embalagem. Como o cálculo do custo considera o volume da caixa, uma boa dica é usar embalagens que tenham medidas parecidas com o seu produto. Confira os pesos e medidas mínimos e máximos para enviar encomendas pelos Correios:

MEDIDAS DE PACOTES E CAIXAS

  • Altura (A) – de 1 cm a 105 cm
  • Comprimento (C) – de 15 cm a 105 cm
  • Largura (L) – de 10 cm a 105 cm
  • Soma de A + C + L – 26 cm a 200 cm 

PESOS DE PACOTES E CAIXAS

  • Sedex – até 30kg
  • Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje – até 10kg
  • PAC – até 30kg (nacional) e até 50kg (estadual)
  • PAC mini – até 300g 

PLATAFORMAS ONLINE DE COTAÇÃO DE FRETE

Assim como os Correios permitem que você simule o preço do frete, existem algumas plataformas online que fazem a simulação através de transportadoras. Assim você consegue saber qual é a forma mais barata de enviar encomendas para seus clientes. Veja algumas:

No entanto, vale lembrar que antes de contratar uma transportadora, você deve verificar a qualidade do serviço oferecido e buscar referências com clientes que já são atendidos por ela. O serviço de entrega tem grande impacto na satisfação do cliente. Por isso, além de considerar o preço, também considere o profissionalismo e o cuidado com a carga.

Artigo anteriorEntrega expressa: o que é e como funciona? Entenda como usar
Próximo artigoComo fazer um anúncio: 5 dicas para fazer um anúncio perfeito
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA