O que é uma plataforma de e-commerce open source

O que é uma plataforma de e-commerce open source

4798
0
Plataforma de e-commerce open source

Você já ouviu falar em plataformas de e-commerce open source? Também conhecidas como lojas virtuais de código livre, essas plataformas conquistam cada vez mais adeptos por causa da tecnologia simples e do alto grau de customização que permitem.

As plataformas open source podem ser usadas em operações de pequeno, médio e grande porte em todo o mundo. Por isso, o mercado internacional oferece cada vez mais alternativas. No entanto, apenas algumas são adequadas ao ambiente de comércio eletrônico. Quer saber mais sobre e-commerce open source? Vamos lá!

O QUE SÃO PLATAFORMAS OPEN SOURCE?

As plataformas open source são sistemas eletrônicos desenvolvidos por comunidades abertas de programadores que disponibilizam o código para download e utilização gratuita. Por causa dessas características, esses sistemas passaram ser chamados de lojas virtuais gratuitas.

As plataformas open source têm código aberto e, por isso, podem ser estudadas, modificadas e aprimoradas por qualquer pessoa ou empresa que possua qualificação técnica para isso. 

Assim, uma verdadeira indústria em torno desse tipo de sistema se desenvolveu, tanto na área de prestação de serviço quanto no desenvolvimento de sistemas acessórios. Atualmente Prestashop e Magento são os mais populares tipos de open source.

PLATAFORMAS OPEN SOURCE COMO OPÇÃO PARA LOJA VIRTUAL

Escolher a plataforma de e-commerce open source é uma das etapas mais importantes de um projeto virtual, uma vez que envolve todos os aspectos da operação. Um mito que foi criado em torno das plataformas de e-commerce open source é que, por serem gratuitas, elas são fáceis de serem utilizadas.

Isso pode causar decepções e problemas para o projeto. De fato, o código fonte pode ser baixado gratuitamente, mas fazê-lo rodar não é tão fácil. Prova disso é o Magento, que é uma plataforma incrível, porém uma das mais difíceis de se instalar e configurar corretamente. Por isso que existem empresas especializadas nessa plataforma.

No caso de optar por um sistema de e-commerce baseado em WordPress, por exemplo, será necessário recorrer a uma empresa que ofereça esse tipo de serviço ou então possuir conhecimentos sobre WordPress. Nesse mundo tudo gira em torno de conhecimento e isso tem um preço.

VANTAGENS DAS PLATAFORMAS OPEN SOURCE

A principal vantagem das plataformas open source é o constante processo de atualização. As comunidades de desenvolvedores e de empresas que os apoiam estão em processo contínuo de atualização e de desenvolvimento de diferentes funcionalidades para o sistema.

Assim, ao utilizar as plataformas open source, você pode ter acesso a uma tecnologia muito apurada para criar o seu comércio eletrônico. Mesmo que conte com a ajuda de um profissional, o preço ainda assim pode valer a pena. 

DESVANTAGENS DAS PLATAFORMAS OPEN SOURCE

Uma das principais reclamações que eram feitas pelos usuários a respeito das plataformas open source era sobre a enorme dificuldade de incorporação de novas funcionalidades no comércio eletrônico. 

Atualmente, dependendo da plataforma adotada, essa desvantagem não existe mais, uma vez que sistemas como Magento, WordPress e PrestaShop são modulares. Isso significa que caso exista a necessidade de desenvolver uma nova função, basta criar um plugin e o problema será resolvido. 

ENTENDA O QUE É UMA LOJA VIRTUAL OPEN SOURCE

Vamos falar um pouco mais sobre open source? O termo se refere a “código aberto” em inglês e, por isso, atrai empreendedores que entendem de programação ou que vão trabalhar junto a um profissional no desenvolvimento da sua loja virtual open source.

Em geral, os códigos são disponibilizados para download e o programador pode personalizar, modificar, desenvolver e aprimorar conforme suas necessidades. Mesmo que você não queira alterar nenhuma parte do código, ter essa ferramenta em mãos é essencial para criar diferenciais na sua página e para atrair cada vez mais visitantes.

SAIBA QUAIS SÃO AS MELHORES PLATAFORMAS OPEN SOURCE

Antes que você comece a procurar pelo seu diferencial competitivo no mercado, separamos aqui algumas opções interessantes de plataformas open source com as quais você pode trabalhar. Confira: 

MAGENTO

Esta foi uma das primeiras plataformas a ganhar destaque. O Magento é um modelo de e-commerce cujo maior destaque são a quantidade de recursos que podem ser agregados para otimizar o seu negócio.

Um dos exemplos é o seu sistema de SEO, que auxilia num melhor posicionamento dentro dos mecanismos de busca. Além disso, quem opta pelo Magento pode contar com uma ampla gama de plugins gratuitos e pagos para desenvolver seu e-commerce.

WOOCOMMERCE

O WooCommerce, na verdade, é um plugin criado para ser integrado ao WordPress (que também é uma plataforma open source), permitindo que os seus usuários possam vender qualquer coisa de forma eficaz.

O WooCommerce é flexível, acessível e tem uma série de extensões gratuitas e pagas, que o tornam uma ótima opção para quem já está usando o WordPress como a sua plataforma de loja virtual.

OPENCART

O OpenCart é um carrinho de compras simples, direto e eficiente para quem está começando agora no e-commerce e quer uma plataforma open source para trabalhar em seu negócio. 

Além de tudo isso, essa é uma das plataformas mais em conta desta lista, e tem uma série de recursos inovadores, além de ser SEO-friendly (como o nome sugere, amigável com sistemas de mecanismos de busca).

OSCOMMERCE

O OsCommerce é indicado para lojas de pequeno e médio porte e tem como grande diferencial uma ampla gama de plugins. Uma de suas vantagens certamente é o seu carrinho de compras, pronto para ser configurado ao gosto do usuário para uma melhor experiência dos seus clientes.

PRESTASHOP

A PrestaShop é, como o Magento, uma das mais ferramentas utilizadas por profissionais de e-commerce. A razão disso está no fato de que ela conta com milhares de layouts e, assim como o OpenCart, é acessível a sistemas de SEO e de Analytics (onde você poderá acompanhar o desempenho da sua loja virtual).

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Instagram, Facebook, Youtube e fique sempre por dentro das novidades do blog!

Artigo anteriorComo descrever meu produto para vender
Próximo artigoComo escolher nome para loja virtual: dicas para criar e lista de nomes
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA