Estoque terceirizado quais as vantagens

Estoque terceirizado quais as vantagens

3407
0
Como fazer um contrato com os correios
Como fazer um contrato com os correios

Possuir uma loja online traz um mundo novo de oportunidades para quem é comerciante. A dinâmica, os fluxos, os meios de negociar com o cliente, as formas de pagamento, tudo isso é trabalhado de uma maneira totalmente diferente. No que diz respeito à aquisição e entrega de produtos não poderia ser diferente. Uma alternativa que vem conquistando cada vez mais empresários, com o objetivo de otimizar os processos, além de economizar tempo e dinheiro é a utilização de estoque terceirizado. Em uma loja física, a ideia com certeza não funcionaria de forma tão prática, mas para o mundo online, esta pode ser uma oportunidade e tanto para expandir as vendas.

➜ Gestão de e-commerce para PME

Se você é empresário e trabalha ou deseja trabalhar com uma loja online, preste bastante atenção nas dicas que temos a oferecer. Possuir um estoque terceirizado pode facilitar sua vida, mas há vantagens e desvantagens. Confira os detalhes para ter certeza de que essa é a melhor opção para sua empresa.

As vantagens e desvantagens de um estoque terceirizado

Um dos principais objetivos de quem possui um e­-commerce é a possibilidade de distribuir seus produtos para todo o Brasil, e quem sabe até exportar para fora do país. Para isso, é necessário ter produtos de qualidade e com disponibilidade de entrega imediata. Para quem está começando nesse mercado, a vasta quantidade de produtos a serem oferecidos pode ser um impedimento. Entretanto esse problema pode ser solucionado por meio de um estoque terceirizado.

Tipos de estoque terceirizado em e­commerce

Existem duas formas de trabalhar estocando produtos sem possuir um galpão próprio: por meio de consignação ou drop shipping. No que diz respeito a primeira alternativa, o empreendedor terá a possibilidade de ter disponível uma quantidade específica dos produtos que anuncia em seusite. Ele adquire a mercadoria de forma condicional, o que significa que ele só pagará caso os itens sejam vendidos em seu site em um prazo que é combinada previamente. Caso contrário, o fornecedor continua com seus produtos.

Nesse caso, a característica mais interessante para o dono de um e­commerce é que nunca haverá estoque excedente, pois os produtos que não forem repassados não precisam ser pagos.

Nenhuma mercadoria ficará parada, correndo o risco de perder a validade, por exemplo. Para que o fornecedor possa oferecer esse tipo de serviço, o logista terá um custo que será estabelecido por meio de contrato.

➜ Planilha de análise de concorrência

A segunda opção é drop shipping, em que a loja estará terceirizando não só o estoque dos produtos, mas também o serviço de entrega ao cliente. Em resumo, essa é uma opção em que a loja online irá funcionar somente como o intermediador entre o fornecedor e o cliente final. Tudo que a empresa tem a fazer é anunciar e conquistar os clientes pela internet. Quando o pedido for feito, basta enviar para o fornecedor, que seleciona e despacha o produto.

Com a segunda opção de estoque terceirizado não há nenhuma taxa pré­-estabelecida em contrato, os ganhos são repassados por meio de comissão do pré-­fixada, como se fosse um simples vendedor de uma empresa maior, apesar de não possuir nenhum vínculo jurídico.

Controle de estoque terceirizado

Para controlar o que está disponível no estoque, é necessário criar um sistema para que as duas empresas se mantenham conectadas, assim não haverá o risco de se vender algo que não está disponível para compra. No caso do contrato consignado, em que o lojista faz uma reserva do que poderá ser vendido, não há nenhuma questão muito complexa.

Você sabe o número exato de peças que adquiriu e deve vender apenas aquela quantidade. Se a procura aumentar, basta procurar o fornecedor, verificar a disponibilidade e fazer uma nova reserva.

Enquanto isso, com a opção de dropshipping, é necessário ter um sistema de controle que conecte o site com a disponibilidade real do estoque. Tudo isso pode ser resolvido com um bom programador de site, mas é necessário que as duas empresas trabalhem juntas, pois esse tipo de fornecedor é parceiro de diversas outras lojas. É essencial que você saiba se as mercadorias ainda estão no galpão prontas para entrega ou se outra loja já fez a solicitação dos que restavam.

Como saber se o estoque terceirizado é a melhor opção

Em geral, é muito fácil perceber se possuir um estoque terceirizado é a melhor opção para o seu negócio. Se você trabalha com produtos de grandes marcas, que de qualquer forma irão precisar passar pelo estoque do fornecedor antes chegar em suas mãos, talvez a melhor opção seja terceirizar o processo. É tudo uma simples questão de logística, para que os produtos não precisem ser entregues para o revendedor, para só em seguida chegar até o consumidor final.

➜ Baixe gratuitamente Planilha de monitorament de mercado

Já no que diz respeito a produtos escaláveis, que são aqueles personalizados, como artesanatos, mercadorias feitas à mão ou qualquer outro tipo de venda que pode ser alterada para atender os desejos do consumidor, o estoque terceirizado pode não ser uma boa alternativa. Quem busca por esse tipo de compra, está procurando por um serviço diferenciado, com maior proximidade com o vendedor. A experiência de compra e entrega devem ser personalizadas de acordo com a loja em que a venda foi feita. Esse tipo de serviço não é o que o estoque terceirizado permite.

Além disso, é necessário verificar se o tipo de tratamento da mercadoria condiz com o tipo deserviço que você deseja para a entrega de seus produtos. A empresa precisa ser totalmente confiável, pois ela será responsável pelos prazos, embalagens, cuidados, devolução e transporte.

O respeito e compromisso são essenciais

Por fim, a última dica antes de saber se implantar um estoque terceirizado é a solução correta para seu negócio é avaliar as opções. Conheça seu próprio empreendimento, analise as questões de logística e entenda quem é seu público­alvo. Muitas vezes, o tipo de cliente que o seu negócio busca impede a implementação desse tipo de serviço.

Lembre­-se que a base de todo trabalho é a satisfação do consumidor. As vantagens e desvantagens de qualquer mudança depende em cada situação, saiba qual é a sua e invista na melhor opção.

Artigo anteriorDicas e mitos sobre otimização de conversão
Próximo artigoComo definir estratégia de marketing para a sua empresa
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA