(11) 4118-9290 - São Paulo (SP) Clique aqui

REDES

Qual a melhor forma de pagamento

Por Marcio Eugênio | 19/11/2016
2001
|
0
Qual a melhor forma de pagamento

Se você pretende vender precisa trabalhar com algumas formas de pagamento para facilitar a compra de seus clientes. Leia nesse artigo dicas sobre qual a melhor forma de pagamento pela internet

Se ainda não é todo mundo que faz compras online, em breve, no futuro, será. Fazer compras pela internet já é um processo comum para muitos indivíduos. Pesquisar por preços, buscar os sites de lojas confiáveis, ficar de olho em promoções. Todos esses aspectos, tão comuns as vendas em lojas físicas, já ocorrem constantemente no mercado virtual.

>Como montar uma loja virtual
>Como fotografar e editar fotos em sua loja virtual
>Como atrair visitantes gratuitamente para sua loja virtual
>Como vender pelo Facebook e Instagram

Do mesmo modo, para pagar as compras, surgem inúmeros meios. E aí ainda está a resistência de uma boa quantidade de pessoas que tem receio de efetuar suas compras via internet.

Não saber como escolher qual é a melhor forma de pagamento para uma loja virtual ou, melhor, não saber como oferecer a melhor forma de pagamento para um cliente na sua loja virtual é um problema que ainda atrapalha boa parte das vendas e impossibilita o crescimento do mercado online.

Então, neste texto, iremos apresentar alguns modelos para que você possa escolher qual é a melhor forma de fazer um pagamento pela internet. Saber como escolher também se constitui como uma forma eficiente de atrair o cliente e que pode fazer toda a diferença na hora em que se for montar o seu comércio eletrônico.

>Assista o Webinar para montar loja virtual
>Veja 8  dicas para montar uma loja virtual
>Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
>Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

Então, vamos analisar com calma todos os pontos. Nas vendas realizadas em e-commerce, será por meio de uma solução de pagamentos online que você irá faturas as suas principais vendas, sendo possível aceitar e gerenciar elas de uma forma simples e segura, por meio de diversas formas de pagamento, seja por cartão de débito, cartão de crédito, boleto bancário, transferência eletrônico, entre outros meios. Então, como escolher o melhor método?

Como você já viu, isso é fundamental, já que é necessário garantir a usabilidade do sistema, a segurança dos dados dos seus usuários, uma estabilidade na conexão e possível conversão e relacionamento com o cliente. Então, pense nisso como uma decisão estratégica para o sucesso ou não do seu negócio antes de vir a tomar qualquer decisão de contratar ou não um seviço. Veja abaixo alguns critérios que precisam ser levados em conta para que o melhor sistema seja escolhido:

Integração com a plataforma de comércio eletrônico

Esse primeiro ponto é fundamental para dar forma a sua solução de melhor forma de pagamento eletrônico, já que terá uma plataforma se comunicando de forma direta com seu e-commerce. É por este motivo que você precisa avaliar atentamento a facilidade e a velocidade na hora de implementar o seu sistema de comércio eletrônico.

Você deve levar muito em conta a facilidade de integração com a loja, sendo este um dos pontos prioritários na hora da escolha da melhor forma de plataforma de comércio eletrônico. Desse modo, além de apresentar uma interface bem amigável da sua loja virtual, seja esta via web service ou back office, é fundamental e necessário que você possa vir a avaliar com clareza a riqueza de funcionalidades que podem vir a ser compatíveis com as principais soluções encontradas atualmente no mercado nacional sobre o comércio eletrônico.

Gestão de transações

Outro elemento fundamental para a adequada para encontrar o melhor método de pagamento para sua loja virtual será a gestão de transações. Isso será o coração da sua plataforma de pagamentos.

>Baixe planilha de análise de concorrência
>Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
>Baixe e-book de como capturar e-mail

Será por ali, na área de gestão de transações, que você irá encontrar um status de ocorrência durante o processo de pagamento e também as informações necessárias para que o cliente consiga finalizar suas negociações, ou seja, para que tenha acesso a pré-autorização ou ao motivo de recusa na hora da compra, a captura, o valor da captura e a reconciliação.

Todos dados necessários para a boa gestão das transações. Nesse caso, um sistema de notificações e de consultas robusto e completo, via back Office ou web service, também pode vir a ser fundamental.

Melhor meio de pagamento para o comércio eletrônico

Meios de pagamento se constituem basicamente como formas de pagamento que a plataforma do seu comércio eletrônico pode suportar. Entre as mais tradicionais, estão as de cartão de débito, de crédito, além do internet banking.

As formas mais adequadas de ferramentas são aquelas que disponibilizam pagamentos através de apenas um clique e fazem uma cobrança de forma recorrente.

>Como atrair cliente com e-mail marketing
>7 dicas para começar a usar o Youtube
>Saiba se seu site está otimizado
>Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing
>Baixe e-book para datas comemorativas

Entre os principais métodos estão o 3D Secure, o pagamento e o e-mail por URA, que sempre utilizam a ferramenta PCI compliance, que se constituem como opções inovadoras para a análise.

Além disso, também deve ser considerado o processo através de uma mira de marketing estratégico, seja a partir de um estudo do perfil dos usuários ou pela preferência no modo de como finalizar a compra efetuada.

Principais funcionalidades

Para facilitar sua vida, aqui vai uma lista de funcionalidades que sua plataforma deve buscar contemplar. Tendo elas, será bem maior a probabilidade que você possa atender às necessidades e as consequências para que seus pedidos sejam convertidos em vendas. Assim, podemos ressaltar:

 Integração com ERP;

 Controle de fraude;

 Reembolso total ou parcial da transação;

 Duplicação das transações;

 Captura com delay ou instantânea das transações realizadas;

 Personalização da página de pagamento e da interface intuitiva;

 APIs, entre outras funcionalidades;

 Captura parcial de valores.

Todas essas facilidades precisam vir integradas junto com a plataforma do seu comércio eletrônico. Isso é oferecido por alguns fornecedores. Também é fundamental que você leve isso em consideração na hora de decidir qual será a melhor solução para o meio dos seus pagamentos online.

>Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
>Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
>Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

Então, é fundamental que você defina suas prioridades de acordo com sua possibilidade de pagamento, mas também levando em conta o posicionamento do negócio e da marca na internet.

Além disso, é fundamental que você realize corretamente a segurança dos dados dos seus clientes, sendo que o risco de chargeback precisa ser uma preocupação constante para ser realizado.

Além de todas essas dicas, saiba que o mercado eletrônico é muito dinâmico, exigindo uma grande disponibilidade do usuário para que este consiga evoluir de acordo com as novidades que surgem em cada área, nesse caso, no mercado de plataformas de pagamentos para o usuário.

>Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
>Aprenda como usar o CANVAS
>Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

Então, na hora que for escolher a melhor plataforma de pagamento para sua loja virtual, leve todos os pontos mencionados acima em consideração.

Marcio Eugênio

Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

Posts relacionados