(11) 4118-9290 - São Paulo (SP) Clique aqui

REDES

6 coisas que seu produto PRECISA ter para vender online

Por Matheus Luvier | 04/06/2020
861
|
0
6 coisas que seu produto PRECISA ter para vender online

Hoje em dia, é possível comprar e vender quase tudo na Internet. É difícil pensar em algum tipo de produto que não seja vendido online. Mas isso não significa que todo tipo de produto seja ideal para ser vendido na Internet.

Alguns produtos vendem mais, têm maiores margens de lucro e boa circulação, enquanto outros, apesar de serem vendidos online, não performam tão bem, ou não são muito vantajosos para quem vende. 

Mas, como saber quais produtos são bons pra vender na Internet? Existe como prever se um produto vai vender bem ou não? Existem características que determinam o sucesso de um produto, ou é aleatório e tudo questão de sorte?

Pra responder isso, nós temos que entender o conceito de “Produto Estrela”, e conhecer suas características.

Produto Estrela

O Produto Estrela é o carro chefe da empresa, é a cara da sua marca, é o “pãozinho da padaria”. É aquele produto que vai estar mais presente nos anúncios, na página inicial do seu site, que os clientes procuram com mais frequência, vai ser o seu produto principal. 

Não precisa ser seu único produto, mas será aquele que terá maior visibilidade. É uma maneira de atrair os clientes para dentro da sua loja, e assim, fazer com que eles conheçam seus outros produtos e ofertas. 

A escolha do produto para ser o carro chefe da sua loja deve ser pensada com cuidado, não deve ser leviana ou aleatória, ou ainda baseada apenas em gosto pessoal. O produto que você mais gosta talvez não seja o mais adequado para vender online. Para decidir qual será o seu produto estrela, você deve levar algumas características em consideração. 

Características Ideais de um Produto Estrela

Existe uma série de características que aumentam as chances de um produto vender bem online e ser vantajoso para o lojista. Não significa que um produto que não tenha essas características não tem nenhuma chance de ser um sucesso, mas ele terá menos chances de vender de forma constante e lucrativa. 

Vamos conhecer as seis principais características que seu produto estrela deve ter para ter maiores possibilidades de vender bem online: 

Concorrência/Competitividade 

Por incrível que pareça, ter concorrência é um bom sinal. Significa que existe um mercado para esse produto, e que tem espaço pra vários players dentro desse mercado.

Caso você faça uma pesquisa, e perceba que ninguém está vendendo certo produto, existem duas possibilidades: você encontrou um mercado ignorado e tem uma oportunidade gigante para empreender e ter altos lucros; ou esse não é um produto bom, e ninguém está vendendo online porque não é um bom negócio, ninguém compra, receitas e lucros são baixos, etc. Na maioria das vezes, é o segundo caso. 

Mas não adianta escolher algo extremamente popular, e oferecer ao mercado um produto exatamente igual ou muito similar a todos os outros que estão sendo vendidos. Se você oferece um produto igual a todos os outros, o que vai determinar se um cliente compra na sua loja é o preço e condições de pagamento e entrega. 

Você deve oferecer o melhor. Mostrando os atributos e diferenciais que fazem do seu produto a melhor opção do mercado, você conquista o público pela sua competência, qualidade e autoridade. Assim, não precisa se preocupar em ter sempre o menor preço, mas um preço condizente com a qualidade e valor percebido do seu produto. 

Preço/Ticket Médio

Falando em preço, vamos aprofundar esse tópico. O ticket médio ideal do produto escolhido deve ser entre R$ 100 e R$ 200 reais. Abaixo de R$ 100 reais, o valor do frete pode ser muito alto proporcionalmente, e um frete alto costuma desestimular a compra. Acima de R$ 200 é um valor muito alto pra uma pessoa fazer uma primeira compra em uma loja pouco conhecida, ou que nunca comprou antes. 

Dependendo do produto, o frete pode não ser um problema, mesmo se o ticket médio for menos de R$ 100. Mas, caso o frete para apenas um produto seja alto e possa desestimular a compra, você pode criar uma Oferta estrela: um kit de produtos que juntos alcancem o valor entre R$ 100 e R$ 200 reais. 

Você pode usar descontos planejados pra tornar essa oferta mais atrativa: se 3 produtos comprados separadamente custam R$ 150 ao todo, ofereça um kit com os 3 por R$120. Você oferece vantagens aos clientes, e incentiva a venda de itens mais caros na sua loja.

Cada produto tem suas características, e nem sempre essa estratégia será a melhor. Mas, no geral, costuma dar bons resultados. 

Frequência de Compra

Outro ponto a observar é a frequência de compra. Nem todos os produtos têm uma frequência de compra alta. Um carro, por exemplo, as pessoas não compram uma vez por mês, ou a cada 6 meses, às vezes levam anos pra comprar de novo. O ideal é trabalhar com algum produto que acabe, que tenha uma vida útil curta, que o cliente precise repor, ou que ele simplesmente queira comprar mais. 

O momento mais difícil para uma loja virtual é adquirir um novo cliente, fazer alguém comprar pela primeira vez de uma loja que não conhece. Depois da primeira compra, é provável que o cliente volte a comprar na sua loja. Com um produto que tenha alta frequência de compra, ou que necessite reposição, você consegue fazer ainda mais vendas para um mesmo cliente, aumentando seu faturamento total e diluindo os custos para aquisição de clientes. 

Fácil Reposição de Estoque

Vender na Internet dá trabalho. Você precisa comprar, estocar, fotografar, cadastrar o produto na loja, criar uma boa descrição, fazer marketing, gerenciar os pedidos, embalar, enviar. E você precisa ter o mesmo cuidado e dedicação com todos os produtos. 

Se você comprar um produto que esteja com uma ótima condição e pode dar bons lucros, mas não tem garantia de que vai estar com as mesmas condições na próxima compra, você pode ter criado um canal de venda eficiente pra um produto que você nem sabe se vai continuar vendendo. Itens de difícil reposição, ou sem garantia de que continuarão sendo produzidos, podem até dar um bom lucro imediatamente, mas todo seu esforço pode ser desperdiçado quando seu estoque acaba. 

Você deve buscar produtos que sejam fáceis de repor, caso seu estoque acabe. Se você ficar sem estoque por muito tempo, pode perder vendas por conta disso, ou atrasar muito a entrega, o que passa uma imagem ruim para o cliente. Procure comprar produtos de bons fornecedores, que possam entregar seus pedidos em tempo hábil e com preço justo. 

Peso de até 5Kg, volume cúbico de 0.3m³ 

O tamanho e peso do produto também devem ser observados. Com um produto muito grande ou muito pesado, o frete tende a ser mais caro, o que pode desencorajar o cliente de finalizar a compra. 

O armazenamento dos produtos é outro fator a ser levado em conta. Quanto maiores e mais pesados forem os itens, maior e mais complexa será a estrutura necessária para a armazenagem, e isso vai custar mais caro. Sem contar a dificuldade de manuseio, embalagem e locomoção com produtos grandes e pesados. Dependendo das dimensões e peso, e do número de pedidos por dia, pode ser bem difícil gerenciar os envios pelo correio.

Já um produto muito pequeno, por outro lado, é mais fácil de ser perdido, desviado, ou até mesmo roubado. Além disso, itens pequenos costumam ser mais frágeis, tendo maior risco de serem danificados durante o transporte. 

Markup de no mínimo 2 a 2,5

Esse item ficou por último pois é o mais importante dessa lista. As outras características podem ser opcionais, contribuindo para aumentar as chances de sucesso do produto e da loja. Mas essa característica é obrigatória, pois sem ela, você não conseguirá ter receita o suficiente para manter seu negócio saudável e lucrativo, e pode acabar quebrando. 

O Markup é a margem que você adiciona ao custo do produto para formular o preço final. Por exemplo, se compra um produto por R$ 100, e o vende por R$ 200, esse item tem um MarkUp de 2. Caso você venda esse mesmo produto por R$ 250, por exemplo, o MarkUp é de 2,5. 

E por que esse número é tão importante? Se o markup dos seus produtos for menor do que 2, há boas chances de você não conseguir cobrir todos os custos de produtos e de operação e ainda sobrar verba para investir em marketing. E como sempre falamos: se não investir em marketing, você não vai vender. 

Todos os custos e investimentos podem diminuir um pouco sua margem de lucro, mas são essenciais para a sustentação do seu negócio a médio e longo prazo. Com Markup entre 2 e 2,5, você consegue ter uma boa margem para cobrir os custos, fazer os investimentos necessários, e ainda ter lucro. 

Um produto não precisa necessariamente preencher todos esses requisitos  – com exceção do último item – para ser o produto estrela da sua loja. Mas quanto mais características dessas ele tiver, maiores serão as chances de você conseguir vendê-lo de maneira constante e lucrativa, e de conseguir atrair mais clientes para seu site.

Com essas informações, você consegue ter uma orientação na hora de escolher os produtos que você irá vender, ou definir qual será seu produto ou oferta estrela. Use as dicas com sabedoria, e escolha o produto maiores chances de alavancar sua loja virtual!

Caso você queira uma análise e estratégias personalizadas para a sua empresa, entre em contato com um de nossos especialistas e saiba mais sobre nossos serviços de consultoria. Continua acompanhando nosso blog para receber informações e dicas importantes sobre e-commerce e negócios locais. 

Até a próxima, e partiu vender!

Matheus Luvier

Posts relacionados