(11) 4118-9290 - São Paulo (SP) Clique aqui

REDES

Como revender sapatilhas direto da fábrica?

Por Marcio Eugênio | 16/05/2016
16389
|
0
Como revender sapatilhas direto da fábrica?

Revender sapatilhas direto da fábrica tem se mostrado uma boa alternativa para uma renda extra e torna as pessoas grandes empreendedoras.

Precisando de um dinheiro extra? Então, por que não começa a revender sapatilhas direto da fábrica? Se você levar a sério e se der bem na área, pode, futuramente, construir um negócio sólido na área, através de uma loja de revenda oficial ou até montar uma fábrica própria.

Não precisamos falar que as sapatilhas são os sapatos preferidos das mulheres, né? A quantidade de mulheres que compram sapatilhas para uso diário é sempre muito grande, porque é um calçado bonito, formal, confortável e combina com roupas de trabalho.

Então, por que não aliar o útil ao agradável? Se precisar de dinheiro, procure uma fábrica que produza sapatilhas – bonitas e atraentes! – e inicie com poucas quantidades para fazer um teste. Leve mais ou menos cinco pares e, se conseguir vender tudo na primeira semana, será sucesso na certa.

Pode ter certeza: se suas sapatilhas forem bonitas e tiverem preço acessível, é sucesso na certa! Assim, com a revenda de sapatilhas, você vai ter a sua própria fonte de renda e poderá se organizar da forma que preferir, trabalhando onde e quando quiser. Sem contar que a margem de lucro desse negócio é alta, chegando a 100% sobre cada sapato.

É atestado que é possível ter um trabalho sólido revendendo sapatilhas. Com essa revenda, você pode ganhar um bom dinheiro e sem depender de um trabalho fixo, como conciliar as vendas com outro trabalho e aumentar a renda.

O principal para acertar nesse negócio é contar com bons fornecedores, produtos de qualidade, noção de empreendedorismo e, muito, mas muito esforço. No começo, você terá que sair vendendo de porta em porta, em empresas, através da indicação de amigos e familiares, através da divulgação na internet ou com o repasse para outras revendedoras, no qual poderá tirar o seu lucro sobre os produtos.

Como escolher uma fábrica?

Você pode não saber, mas existe uma série de pequenas e médias fábricas de sapatilhas espalhadas por todo o país. Em capitais, existem quase uma a cada dois bairros, sabia? Primeiro, faça uma pesquisa na região, converse com seus amigos e parentes, algum deles poderão te dar a indicação.

Se não achar nenhuma, faça uma pesquisa na internet. Caso não tenha fábricas perto, você pode estar encomendando sapatilhas de empresas via internet e recebendo-as via correios. Outra opção é a importação destes produtos, já que poucas pessoas trabalham com sapatilhas importadas aqui no Brasil. Há vários importadores na China ou nos Estados Unidos que vendem produtos a preço de atacado pela internet.

Mas, o ideal mesmo é comprar de fábricas brasileiras e próximas, pois, assim, você saberá da procedência e, aos poucos, irá vivendo o clima de fábrica para, quem sabe, começar a produzir suas próprias sapatilhas. Sem contar que os preços desses fabricantes são bem mais acessíveis e você terá uma relação bem mais próxima com os fornecedores e, caso aja algum problema, eles estarão por perto para te ajudar a solucionar.

Felizmente, o setor de calçados nacionais passa por um momento de qualificação e padronização, e, cada vez mais, os sapatos brasileiros estão sendo exportados para serem vendidos nos Estados Unidos e na Europa. A profissionalização se dá muito porque são clientes exigentes e que geram lucros, por isso, o setor calçadista brasileiro está cada vez mais qualificado e profissional. Lembrando que o Brasil conta com uma concorrência de peso da China e também da Espanha e Itália. Porém, o país vem se aprimorando para concorrer com a mesma qualidade.

Geralmente, comprando em grandes quantidades, cada sapatilha sai a R$15. Imagine se, por exemplo, você revender sua sapatilha a R$50? Agora faça os cálculos supondo que você venderá dez sapatilhas por semana. Não preciso falar mais nada, né?

Conforme as vendas forem aumentando, será necessário mais especialização na área. Peça sempre explicações sobre materiais, modelagens, corte, costura, solado, montagem e layouts para seus revendedores, conheça mais sobre o setor e se inteire sempre das novidades. Afinal, não sabemos o dia de amanhã e é sempre bom saber com propriedade o que você vende, assim, nunca passará vergonha na frente de um novo cliente. Saiba que não existe uma regra única para a produção de sapatos, tudo depende dos fabricantes, produtos, matéria-prima e rotina produtiva.

Se o seu negócio começar a expandir, pense sobre abrir uma loja física ou montar sua própria fábrica. Conhecendo tudo sobre sapatilhas, você terá know how suficiente para encarar esse desafio e se tornar uma forte concorrente no mercado, sem contar o nome referência. Não seria demais ver pessoas desfilando suas sapatilhas?

Vale ressaltar que os investimentos em uma fábrica de calçados dependem da capacidade de produção, das matérias-primas, equipamentos, do produto escolhido e da variedade de produtos. Nesse ponto, você saberá disso e também terá em mente o tipo de sapatilha que quer produzir, para qual ocasião, para qual faixa etária e com quais materiais.

Antes de iniciar a produção, é importante pensar em todos os custos, pensar em um plano de negócios e determinar a estrutura e capacidade de produção da fábrica. Independente do tipo de negócio, é de extrema importância fazer um planejamento. Aliás, planejamentos são importantes para tudo nessa vida. Se não souber fazer, contrate uma consultoria ou procure pessoas que saibam e te ajudem a estudar.  É necessário saber o que está fazendo antes de começar.

➜ Você conhece o Podcast da D Loja Virtual?

Sendo assim, existem várias possibilidades para conseguir dinheiro extra e pode ter certeza que a revenda de sapatilhas é uma delas. Apenas saia na rua e olhe para o pé da maioria das mulheres. Não é sapatilha que elas estão usando?

➜ Já seguiu a D Loja Virtual no Twitter?

Para revender sapatilhas, é preciso de muita pesquisa, se atentar para o que está na moda, usar antes para testar por, pelo menos, uma semana e se dedicar muito. Explore diferentes lugares de sua cidade e conheça pessoas novas, pois até para vender sapatilhas é importante fazer o networking.

Marcio Eugênio

Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

Posts relacionados