(11) 4118-9290 - São Paulo (SP) Clique aqui

REDES

Como montar um depósito de bebidas

Por Marcio Eugênio | 10/05/2016
11209
|
0
Como montar um depósito de bebidas

Uma das opções que vem se popularizando entre as apostas de empreendimento para quem quer começar seu primeiro negócio é a proposta de montar um depósito de bebidas. Tudo que é necessário para dar início ao processo é um galpão para que os produtos sejam estocados e parcerias com grandes empresas de distribuição, para que enviem as bebidas de maior sucesso garantindo a prospecção de clientes. Parece tudo bastante simples, mas para garantir que que tudo seja vendido e que cada vez mais clientes sejam atingidos, há algumas dicas que devem ser seguidas, tanto em relação à pesquisa de mercado como no que diz respeito à estratégias para o aumento da clientela. Essas questões devem ser observadas antes mesmo de abrir as portas do estabelecimento. Se interessou? Continue lendo para entender mais sobre o assunto.

O mercado

O mercado de bebidas começou a ganhar destaque no Brasil em 1853, no Rio de Janeiro, graças a boemia da cidade. O produto principal era a cerveja, a Bohemia foi a primeira marca a surgir e mantêm sua fórmula até hoje. Logo em seguida, a Antártica foi lançada e começaram a surgir diversas marcas expandido o mercado, até chegar no que conhecemos hoje, onde em cada bar, restaurante, festa ou evento sempre há cerveja, refrigerante e todo tipo de bebida industrializada. A partir daí as inovações surgiram e as adaptações começaram a ser feitas, criando um leque enorme de opções. Assim, surge a necessidade de haver distribuidoras e depósitos de bebidas. Então, com tanta clientela, por que não entrar nesse meio?

Em um ano o mercado de bebidas no Brasil movimenta mais de 10 bilhões de litros, em que a cerveja é lider de produção e consumo. O país perde apenas para a China, os Estados Unidos e a Alemanha. O aumento rápido no consumo a cada ano leva as marcas a lançar novos produtos e possibilita a entrada de novas empresas em nosso território.  A Femsa, por exemplo, é uma empresa Mexicana que chegou ao Brasil trazendo a cerveja Sol, com o objetivo de disputar a liderança com a Skol da AmBev, líder na América Latina.

Passo a passo

Uma série de detalhes precisam ser pensados e analisados antes de abrir seu depósito de bebidas. O primeiro deles é decidir onde o estabelecimento será situado. Para abrir um depósito é necessário observar as regras do PDU, o Plano Diretor Urbano, que define onde é possível abrir o galpão. Antes de comprar o espaço, procure a prefeitura de sua cidade para verificar essa disponibilidade. Além disso, uma boa localização faz toda a diferença. Busque bairros com bastante movimento e estabelecimentos que sejam parceiros em potencial.

O próximo passo é verificar a estrutura necessária. O espaço obrigatório é de no mínimo 600 m². Esse local é necessário para o armazenamento das bebidas e o funcionamento do escritório, além de banheiros e outros espaços reservados aos funcionários.  No que diz respeito aos equipamentos, é importante incluir orçamento para prateleiras, carrinhos, computadores, veículos para entrega e empilhadeira, lembrando que também é necessário um espaço específico reservado para carga e descarga das mercadorias.

Por fim, é hora de contratar os funcionários que irão trabalhar no depósito de bebidas. A seleção deve ser feita com base nas habilidades específicas exigidas para cada função que irá compor as atividades da empresa. Alguns precisam ter força física, para carregar os materiais. Enquanto isso, é necessário ter alguém bastante organizado para cuidar do que diz respeito a burocracia e papeladas como notas fiscais e recibos, por exemplo. Além disso, uma pessoa que dirija para realizar as entregas e uma pessoa exclusivamente responsável para cuidar das finanças também são importantes.

Lembre-se que um bom atendimento é necessário em qualquer tipo de negócio. É necessário ter uma equipe de confiança e que realize um bom trabalho. Só assim a expansão e sucesso do negócio serão garantidos.

Média de investimento

Um depósito de bebidas pequeno, com a área de 600 m², tem um custo médio de 215 mil reais para ser iniciado. Trata-se de todo o investimento necessário citado anteriormente, para começar o processo de venda, sem incluir os gastos mensais com funcionários. Por isso, deve-se tomar bastante cuidado, mensurar todos os gastos e riscos, além de realizar um estudo de mercado da região para verificar se vale realmente a pena. De acordo com o investimento, nos primeiros meses pode-se esperar um lucro entre 10 e 20%, que aumenta na medida da resposta do público.

➜ Por que usar e-mail Marketing na Sua Loja Virtual

Diferencial e inovação

Certamente, você pensou que ao abrir uma empresa para vender um produto que não fabrica, não terá condições de lançar inovações e superar seus concorrentes com clientes já consolidados e fieis. Entretanto, com um pouco de criatividade é possível sim oferecer produtos e serviços diferenciados, sem mexer muito nos preços, afinal, o objetivo aqui é o lucro. Que tal investir em produtos diferentes do que a maioria dos depósitos de bebidas tem a oferecer? Isso mesmo. Além das latinhas de cerveja e garrafas de refrigerante é possível contratar fornecedores de bebidas um pouco mais sofisticadas.

➜ Como usar o Google Analytics na sua Loja Virtual

Cervejas artesanais para revenda em bares, cafés e restaurantes um pouco mais caros podem ser uma saída para a conquista de novos clientes. Caixas de sucos naturais ou detox vem ganhando cada vez mais a preferência do consumidor e também podem ser uma ótima opção para revenda em lanchonetes. Outra ideia para conquistar novos públicos é fazer parcerias com casas de shows e promotores de eventos. Até mesmo casas que vendem artigos para festas, como enfeites e decoração, podem oferecer seus serviços com desconto para quem os procurar, em troca de que você faça o mesmo.

Marcio Eugênio

Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

Posts relacionados