Como importar produtos para revender

Como importar produtos para revender

2636
2
Como criar um negócio de importação
Como criar um negócio de importação

Aprenda a criar um negócio de revenda de produtos do exterior com algumas dicas sobre como importar

A importação de produtos para revender é um negócio que tem se mostrado bastante vantajoso e isso não é nenhuma novidade para os empreendedores virtuais. São vários os casos de sucesso e tomando as providências corretas sempre existe espaço para mais um.

Quem deseja abrir uma loja virtual de importados deve começar seguindo os mesmos passos de quem abre um e-commerce em outros nichos de mercado. Ou seja, é preciso definir que tipo de produto será vendido e para quem será oferecido.

Assista Webnário para montar loja virtual
Veja 8  dicas para montar uma loja virtual
Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

Também é necessário escolher onde as suas mercadorias serão comercializadas, sendo que além de abrir o seu próprio e-commerce você pode vender em sites de terceiros. É preciso ainda desenvolver um plano de marketing. Tudo isso faz parte da análise de mercado.

Embora o comércio de importados na internet já conte com um público fiel de consumidores, ao entrar nesse ramo é preciso saber exatamente o que comprar e não adquirir todo o tipo de mercadoria e sair vendendo sem foco e sem uma boa estratégia. Para aumentar as suas chances de obter sucesso em seu empreendimento é imprescindível avaliar quais são os produtos com maior potencial para venda na internet.

Importe Perfumes, vestuários, cosméticos e eletrônicos

Perfumes, vestuários, cosméticos e eletrônicos são mercadorias que possuem uma grande procura pelos consumidores que possuem o hábito de adquirir itens do exterior por meio de vendedores que importam pela internet. No entanto, nesses nichos a concorrência também é maior, uma vez que há diversas lojas virtuais que comercializam esses artigos.

Por outro lado, outras mercadorias que também podem ser adquiridas em outros países por preços muito vantajosos podem ter menos consumidores fiéis, mas por outro lado, a concorrência é menor. Isto é, a necessidade de avaliar os pós e os contras de cada nicho e definir qual o tipo de produto que você considera mais vantajoso para o seu negócio comercializar é inquestionável.

Para saber por qual caminho seguir, portanto, é preciso muito estudo e pesquisa. Além disso, a sua experiência anterior também conta pontos e se você já trabalhou no mercado de eletrônicos, por exemplo, pode encontrar mais benefícios em comercializar esse tipo de produto do que outros.

7 dicas para começar a usar o Youtube
Saiba se seu site está otimizado
Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing

Baixe e-book para datas comemorativas

Dicas de como montar negócio de importação

Depois de definir quais as mercadorias que você vai importar para revender, é preciso identificar o seu público alvo e conhecê-lo bem, assim, terá mais informações reunidas para tomar as próximas decisões, o que pode interferir até mesmo na escolha inicial do tipo de produto que vai vender.

Ou seja, o item ou grupo de itens escolhido para revender pela internet deve ser do interesse do público alvo que você escolheu para o seu negócio. Por mais lógico que isso possa ser, é algo que não pode ser esquecido, uma vez que é a base do sucesso do seu empreendimento. Isso quer dizer que se você determinou que venderá smartphones, é preciso divulgar o seu produto para os consumidores em potencial da sua mercadoria.

Para tanto, é preciso saber qual a idade, sexo, classe social, renda mensal e demais informações dos seus futuros clientes, inclusive, os seus hábitos na web. Com esses dados em mãos, fica mais fácil de chegar a eles, com uma publicidade atrativa, um e-commerce que chame a sua atenção, promoções que estão em concordância com o seu poder aquisitivo, etc.

O próximo passo para montar o seu negócio de importação

É justamente aquele que se difere dos demais empreendimentos virtuais, isto é, daqueles que compram e vendem dentro do mercado nacional. Essa etapa consiste em entender com detalhes como funciona a importação de mercadorias do exterior e de quais países é mais vantajoso comprar.

China e Estados Unidos estão entre os principais, hoje em dia, embora para alguns nichos de mercado específicos podem aparecer outros países como melhores opções. Mais uma vez, é preciso estudar e pesquisar muito sobre o assunto. Na internet, encontram-se empreendedores que já passaram pelo que você está vivendo e compartilham a sua experiência.

Baixe planilha de análise de concorrência
Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
Baixe e-book de como capturar e-mail

Desse modo, é possível aprender muito ao conhecer a história de outros empresários virtuais, o que com certeza vai diminuir as suas chances de erro. Além disso, é preciso aprender a como importar em si, quais os procedimentos, documentos, taxas a serem pagas, etc.

Dicas de como importar e revender com sucesso

É relativamente burocrática a compra de produtos de outros países, mas nada que não se possa dominar com conhecimento a atenção. Além disso, depois dos primeiros trâmites, os demais sempre vão se repetir, mesmo assim, é preciso estar atento a possíveis alterações que podem sofrer as importações, como taxas, prazos, etc.

Para apostar com sucesso no negócio de importações é preciso entender que embora sejam altos os impostos cobrados sobre o preço das mercadorias, a verdade é que mesmo assim continua sendo um negócio muito lucrativo. Isso porque no estrangeiro é possível encontrar produtos com valores absurdamente mais baixos.

Desse modo, mesmo pagando todas as taxas é viável vender as mercadorias por preços atrativos e conseguir um bom lucro sobre cada venda. Além disso, é importante saber como importar produtos legalmente, senão, o seu empreendimento já pode começar com problemas e mesmo prejuízos.

Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

Outro aspecto relevante na hora de importar é escolher os fornecedores mais confiáveis e mais uma vez a opinião alheia deve ser ouvida. É muito mais seguro negociar com fornecedores que já são conhecidos e possuem credibilidade, melhor do que se arriscar com outros fornecedores, mesmo que ofereçam preços muito mais baixos. Vale lembrar que tudo o que tem preço muito abaixo do mercado é motivo para desconfiança.

Já na hora de revender as mercadorias importadas você pode ter o seu e-commerce ou comercializá-las em sites de terceiros, como aqueles que funcionam como classificados ou os marketplaces .

Quem é novato como empreendedor virtual pode experimentar as vendas por esses canais e, se averiguar que o seu negócio está dando certo, basta partir para uma loja virtual própria. Para quem não possui capital inicial essa é também uma alternativa para dar o pontapé inicial no seu empreendimento online, pois os gastos são reduzidos quando a venda é feita em plataformas já existentes.

Artigo anteriorComo usar snapchat
Próximo artigoComo aparecer no Google Street View
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

2 COMENTÁRIOS

  1. aprendi muito com o seu conteúdo, agora sei importar profissional kkk obrigado Voou usar suas dicas para poder importar a partir de outros países e revender aqui na minha cidade.. Muitas pessoas estão prcurando sobre isso, é minha chance de começar a ganhar dinheiro com meu próprio projeto

DEIXE UMA RESPOSTA