Vantagens e desvantagens de se comprar em lojas virtuais

Vantagens e desvantagens de se comprar em lojas virtuais

4037
0

 

O avanço da tecnologia nos últimos anos vêm influenciando significativamente os mais diversos setores da economia. Hoje pode-se participar de licitações via internet, adquirir créditos para seu celular, pagar faturas e realizar compras de produtos que variam desde moedas antigas até automóveis zero quilômetro.

No entanto um setor que merece um destaque diferenciado é o das compras realizadas por meio da internet. A cada dia que se passa a internet recebe cada vez mais lojas virtuais, tanto de marcas consagradas que visam expandir suas opções aos clientes, quanto de novas empresas que buscam se consolidar em um mercado cada vez mais promissor. Porém, como tudo na vida, comprar em uma loja virtual tem suas vantagens e desvantagens.

A maior vantagem relatada por quem compra em lojas virtuais é a economia. Uma vez que o empreendedor não têm gastos com aluguel de uma espaço físico para expor seus produtos e serviços, ele têm certamente um corte nos gastos significativos. Se somente isso não bastasse ele ainda economiza com funcionários, água, luz e uma outra infinidade de gastos que o ambiente virtual permite extirpar das finanças do empreendedor. Essa economia acaba sendo repassada para o preço final do produto ou serviço. A facilidade em se pesquisar preços também acaba por gerar uma economia ao consumidor. Essa economia pode chegar a exorbitantes oitenta por cento em alguns casos. E hoje já há na internet sites especializados em pesquisar preços nas lojas virtuais. Alguns deles contam com o direcionamento para loja. Alguns sites oferecem para clientes cadastrados, efetivar a compra com apenas um clique, sem nem sequer visitar a loja que oferta o produto.

Comodidade e a economia de tempo também é outro quesito a ser considerado. A maioria das pessoas que adquirem produtos via web sabem o que estão comprando, já conhecem o produto, não há portanto a necessidade do contato físico, de ir até a loja para “ver” o produto. Isso evita com que ele fique preso nos congestionamentos, que tenha gastos exorbitantes com estacionamento e ainda passe pelo constrangimento de chegar até a loja e não ter disponível no estoque o produto. A grande maioria das lojas virtuais já contam com essa informação sobre disponibilidade de estoque no momento da compra.

As principais desvantagens são aquelas que não há como o ambiente virtual oferecer, e são compreendidas e sabidas pelos clientes. O prazo de entrega é o principal deles. O cliente sabe que tem que esperar para ter o produto em mãos. Mas muitas vezes eles desistem da compra ou optam por outra loja devido ao grande prazo para entrega pedido por algumas lojas virtuais. Porém o erro mais imperdoável é o atraso na entrega. Esse erro deve ser considerado seriamente por quem investe nesse setor. A logística nas lojas virtuais é bem mais simples de se organizar. A loja já sabe o endereço do cliente, a quantidade e o meio utilizado para fazer a entrega. Isso evita o deslocamento desnecessário de grandes quantidades de produtos para uma determinada região em que não haja demanda suficiente para eles. Portanto o cumprimento de prazo é o pilar fundamental para ter sucesso no ambiente do comércio virtual.

A descrição do produto ofertado também merece atenção especial. Apesar do cliente saber o que é um telefone sem fio ele pode querer saber se este aparelho conta com identificador de chamadas. E se a loja virtual o descreve com tal função mas na verdade essa função não existe, há uma frustração por parte do cliente. Com certeza ele vai querer a devolução dos valores por ele pago. E essa é uma prerrogativa legal da qual o consumidor goza. Não obstante a insatisfação, com certeza ele irá relatar para outros consumidores em potencial o transtorno por ele sofrido e isso irá causar certamente uma queda na captação de novos clientes.

As lojas virtuais, apesar de terem esse nome, são uma realidade. E a cada dia ganham mais adeptos. E ter sucesso nessa área é relativamente mais fácil. Porém não deixe de observar essas e outras dicas. Isso pode ser o diferencial tanto para os consumidores, quanto para os empresários do setor.

Artigo anteriorComo montar um e-commerce de maneira acessível
Próximo artigoPorque um empreendedor deve investir no e-commerce
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA