Escolhendo o produto ideal para sua loja virtual

Escolhendo o produto ideal para sua loja virtual

6215
1

Abrir um negócio não é fácil. O primeiro negócio, então, é ainda mais difícil. As dificuldades para quem está começando são diversas: o tempo e a energia para se dedicar ao empreendimento, experiência em administrar um negócio, e também o dinheiro disponível para fazer a roda girar. Em uma loja virtual, a escolha dos produtos a serem vendidos é uma etapa fundamental para que o empreendimento realize suas vendas ou faça parte da triste estatística, onde 70% das empresas realizam apenas dez (ou menos) pedidos por mês.

Mas como escolher o produto ideal para sua loja virtual? Essa pergunta não vale um milhão de dólares, mas pode garantir o sucesso da sua empresa. A resposta vem através da segmentação do mercado.

Sejamos francos, é muito difícil conseguir bater com os grandes players do e-commerce em questão de preço competitivo. Para conseguir vender produtos mais baratos, estas grandes empresas muitas vezes trabalham no prejuízo. A diferença, é que eles podem trabalhar com esse déficit, e você não.

Para se destacar da grande concorrência não adianta vender o mesmo que todos vendem. É preciso pensar no produto ideal que atenda o nicho de mercado onde você atua e que possua um alto valor agregado.

Ah, e quando eu digo um produto produto ideal, eu estou dizendo UM produto mesmo.

Um exemplo é a Monograme, loja virtual especializada em vender camisetas. Não pense que elas possuem milhares de estampas. Muito pelo contrário. As camisetas dessa loja são completamente lisas e com uma gama de cores que variam pouco. O diferencial está na qualidade do produto – o tal valor agregado que eu falo.

O produto ideal da sua empresa é essencial para quem está iniciando. Quem está abrindo uma micro ou pequena loja virtual, geralmente, busca contemplar em sua loja virtual um mix de produtos tão amplo quanto o de grandes empresas do ramo. Acontece que este empreendedor não possui o mesmo pessoal, energia e (principalmente) capital para bater uma grande empresa e, mesmo assim, insiste em parecer uma grande empresa. Vou dar então um conselho: não é feio, nem ruim, ser pequeno. Abaixo, darei alguns motivos para que o foco esteja concentrado em um produto ou poucos:

O seu caixa de sua loja virtual é limitado

Quem está começando com uma loja virtual, precisa sempre desembolsar alguma grana. E quem é micro ou pequeno empreendedor, tem o orçamento contado e sabe que gastar e investir em algo é sempre “dolorido pro bolso”. Focar em um produto ideal é uma vantagem para o iniciante, pois assim ele tem o poder de barganhar com o fornecedor, já que ele irá comprar em uma quantidade maior. Geralmente ele irá ouvir, e até mesmo aceitar a proposta, já que é muito mais fácil para o fornecedor entregar um pedido com, digamos, cem unidades do que com vinte.

Esforço e energia para uma loja virtual

Geralmente, o empreendedor que recém ingressou no ramo do e-commerce é o que chamamos de exército de um homem só. Ele é aquele que fala com o fornecedor, que embala os produtos, que responde o e-mails com dúvidas dos clientes, que cataloga e realiza a promoção do produto que está vendendo. São muitas funções para uma pessoa só.

Para um produto vender bem em uma loja virtual, ele precisa cumprir um check list composto de diversos detalhes, que fazem com que o comprador se interesse e não tenha nenhuma dúvida quanto sua compra. Cadastrar um produto corretamente, conseguir boas fotos e uma descrição que vá além da oferecida pelo fornecedor, além de gravar vídeos com tutoriais ou dando dicas de uso, são importantes para que ocorra uma boa venda e a loja se destaque da concorrência. Agora, imagina fazer isso com cem produtos!

A energia gasta para cadastrar os produtos de forma correta é muito grande. Dou como exemplo um caso que já aconteceu comigo, há muito tempo atrás, em uma galáxia distante. Eu tive um e-commerce de roupas femininas, e trabalhava com diversos fornecedores e com um mix de produtos bem extenso. Acontece que uma loja de roupas femininas trabalha com coleções e, quando eu terminava de cadastrar bem uma coleção, já chegava outra e meu gasto de tempo naquela função nunca diminuía.

O empreendedor precisa ter tempo para realizar outras funções, como investir em estratégias de marketing digital, trabalhar no ranking da sua loja nos buscadores, etc. Focar as energias e orçamento em divulgação para apenas um produto pode ajudar o empreendedor a conseguir vender mais e ajudar o cliente do nicho de mercado em que você atua.

Armazenamento e envio de mercadorias

Trabalhar com apenas um produto é muito mais fácil quando o assunto é armazenamento. Quando o mix é maior, variedade de tamanhos, volumes e cuidados na estocagem precisam de cuidado (e organização) redobrados.

Dependendo do ramo de atuação do e-commerce, a atenção deve ser ainda maior. Produtos com prazo de validade, por exemplo, precisam de um controle rígido para que a data não expire e o dono do empreendimento não jogue dinheiro fora. E quando existe mais de um produto perecível com datas diferentes? E quando o empreendedor trabalha com vários produtos que possuem uma grade de tamanhos e cores extensas? Começar com poucos ou apenas um produto facilita este processo.

Além disso, existe a questão de embalo e envio para o cliente. Além do frete sair mais caro, existem produtos que precisam de embalagens específicas, e isso gera custo – além de mais tempo e demanda. Isso acaba saindo mais caro para a loja, que precisa, portanto, aumentar o preço de venda para que ele não perca margem.

Lembre-se sempre: se você está começando, cada minuto é muito importante para poder tocar o empreendimento em frente e fazê-lo crescer. Não tenha medo de começar com pouca coisa. Seja pequeno e sonhe grande!