Minha loja virtual não vende, e agora? Principais motivos e soluções

Minha loja virtual não vende, e agora? Principais motivos e soluções

14536
1

Muitas pessoas acreditam que, se abrirem a loja virtual em um dia, no dia seguinte elas já terão 200 pedidos. Não é assim que funciona nem nas lojas físicas, nem nas lojas virtuais. Mas isso não quer dizer que você, lojista, deve ficar de braços cruzados esperando que alguma boa alma venha fazer um pedido.

Se você é um dos empreendedores que diz “minha loja virtual não vende”, esse artigo é para você. Lembre-se que uma loja virtual é como uma ilha localizada em um oceano gigante chamado internet. A diferença é que, se você estiver em uma ilha, poderá ver alguns barcos passando por acaso. Já na internet, nunca acontecerá de uma pessoa estar navegando e por acaso passar na sua loja.

Para que qualquer pessoa entre por vontade própria ou sem querer na sua loja, primeiro ela precisa saber que a sua loja existe. No entanto, uma pessoa não precisa saber que uma loja física existe para passar na frente dela e escolher entrar. Essa é a diferença do mundo virtual para o físico.

00

MINHA EMPRESA NÃO VENDE, O QUE FAZER?

Muitos donos de lojas virtuais que recém começaram a sua jornada, ou que já estão há um tempo sofrendo com isso, afirmam: “minha loja virtual não vende”. Na maioria dos casos, percebo que o erro é cometido por algumas ações que podem ser solucionadas de uma forma simples.

O primeiro erro que vejo acontecer é a utilização de uma estratégia equivocada, no qual o micro ou o pequeno empreendedor tenta vender da mesma forma que os grandes nomes do comércio eletrônico. Nesse caso, ele simplesmente não sabe como vender virtualmente. 

O pequeno empreendedor não se dá conta de que essas lojas têm muitos anos de experiência e estão em um nível de investimento e de capital muito mais evoluído do que uma loja virtual que está recém começando. Estas lojas têm bala na agulha e podem vender um produto com um preço extremamente competitivo, parcelado em muitas vezes e com frete grátis.

POR QUE NÃO VENDE? FATORES QUE INFLUENCIAM NAS VENDAS

Sua loja não está vendendo? Calma, você não precisará chegar ao ponto de anunciar “vende-se loja virtual”. Algumas soluções simples e práticas podem ser adotadas pelos empreendedores de lojas virtuais que estão há pouco tempo no mercado e que querem impulsionar as vendas. Conheça aqui:

SEGMENTAÇÃO DA SUA LOJA

Para você, que diz “minha loja virtual não vende”, uma boa saída para conseguir vender sem precisar competir com os grandes varejistas está na segmentação. O empreendedor geralmente abre uma loja virtual querendo vender tudo para todo mundo, e isso é um erro.

Para conseguir sobreviver no mercado, um e-commerce de micro e pequeno porte precisa escolher um nicho específico, para que assim o lojista se torne um especialista no segmento que ele está vendendo.

Isso faz com que o atendimento e o serviço oferecidos consigam suprir um problema ou uma necessidade específica de um cliente, e também se torna um diferencial competitivo diante das concorrentes.

INFORMAÇÕES PARA CONTATO

Outro problema simples, mas que vejo acontecer de forma recorrente por quem diz “minha loja virtual não vende” é a falta de informações de contato na loja. Muitos comércios eletrônicos deixam apenas um e-mail para entrar em contato (e que demoram para responder) ou então divulgam um número de telefone celular ou de um fixo que não atende.

Apesar de serem pequenos, esses detalhes despertam desconfiança no cliente. De que adianta montar toda uma estratégia de segmentação e oferecer um atendimento diferenciado se na ponta mais simples isso não ocorre?

Se você faz isso, já tem a resposta para a pergunta: por que minha loja não vende?”. Já fiz um artigo falando sobre atendimento ao cliente, mas reforço aqui novamente: tente oferecer pelo menos mais de um canal de atendimento — e, é claro, seja eficiente e não faça o cliente esperar muito.

DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS

Mais um erro que vejo muitas lojas virtuais cometerem de forma recorrente são as descrições de produtos genéricas ou incompletas. Além de ajudar na busca orgânica do Google, uma descrição completa é essencial porque ajuda o cliente a adquirir o produto de maneira consciente, sabendo o que está adquirindo.

O preço de um produto até pode ser bom, mas, com uma descrição incompleta, o cliente se confunde e acaba optando por produtos de outra loja que lhe passe mais segurança na hora de comprar.

IMAGEM DO PRODUTO

Já ouvi muita gente lamentando “minha loja de roupas não vende”. De fato, este setor tem grande concorrência e, para competir, é preciso oferecer mais do que o consumidor espera. 

Por exemplo, por que não colocar vídeos das roupas junto com a foto do produto? 

Esse recurso visual é extremamente poderoso para gerar engajamento, conversão e convencer aquele cliente desconfiado que existe uma pessoa por trás da loja virtual e que ele não está sendo atendido por uma equipe de robôs.

Outra alternativa é complementar as fotografias do produto com um vídeo que mostre ângulos e detalhes que uma foto não consegue apresentar. Isso agrega valor ao comércio eletrônico e pode ser decisivo para o cliente comprar na sua loja.

MIX ERRADO DE PRODUTOS

Na onda de tentar agradar e vender para todos, e não para um público específico, o empreendedor cai em um erro que eu mesmo já caí: o de montar um mix de produtos errado. Em vez de focar em quantidade de produtos para atender os clientes, o lojista acaba focando na variedade.

A consequência é que ele não consegue oferecer uma grade completa, ou então não consegue dar vazão à quantidade de pedidos. Se você reclama “minha loja virtual não vende”, experimente diminuir o mix de produtos, mantendo uma boa quantidade de estoque, e oferecendo ao cliente todos os tamanhos e cores. Isso é muito efetivo para quem está começando. 

Não tenha medo de ser e de parecer pequeno. Conforme as vendas forem aumentando, será possível pensar em ampliar o mix de produtos e fazer sua loja virtual crescer de forma sustentável, sem que prejudique a saúde financeira do seu negócio.

PLATAFORMA SEM RECURSOS NECESSÁRIOS

Por fim, outro erro que pode dar origem ao apelo “minha loja virtual não vende” é uma plataforma que não tenha os recursos necessários para efetuar uma compra. A plataforma pode ser muito complexa, sem permitir que o cliente compreenda os passos para efetuar a compra, ou pode ser muito lenta na hora de fechar o carrinho.

Na hora de escolher uma plataforma eficiente para sua loja, lembre-se de uma regra básica: menos cliques geram mais vendas. E mais vendas geram uma loja lucrativa e um lojista satisfeito!

COMO FAZER MINHA LOJA VIRTUAL CRESCER?

ANUNCIE O SEU NEGÓCIO VIRTUAL

“Minha loja virtual não vende”. Para ser encontrado, você precisa anunciar. Não quer investir em marketing? Então, meu amigo, conte mais sobre como você quer fazer vendas? Algumas lojas físicas optam por não fazer anúncios, mas elas estão ali, na rua, e com certeza tem pessoas que passam nessa rua.

Qualquer cartaz ou placa que essa loja colocar na sua vitrine já é uma forma de anúncio. Agora, se você colocar um banner na sua loja virtual não vai ser a mesma coisa, porque as pessoas não passam sem querer na frente da sua loja virtual. 

Cá entre nós, é melhor conhecer o seu público-alvo, dominar o seu produto e investir em anúncios para atrair consumidores qualificados ao seu e-commerce do que depois pensar em anunciar a sete ventos “quero vender minha loja virtual”. Daí será tarde demais. 

REALIZE ANÚNCIOS ONLINE SEM GASTAR MUITO

Para começar, você deve escolher quanto será a verba mensal para anúncios e testar em qual canal você tem mais retorno. Dependendo do seu nicho, você poderá atrair mais clientes pelo Adwords, Facebook Ads, Buscapé ou ainda por publi post. No início, você vai dividir a sua verba igualmente: um pouquinho para cada lugar.

No próximo mês você vai identificar onde teve mais retorno e colocar uma porcentagem maior da sua verba nesse canal, ou toda para esse canal, tudo depende do resultado que você tiver. Essa é a hora de testar, não existe fórmula mágica.

Fazendo isso, você atrairá visitantes para sua loja, no entanto isso não quer dizer que você estará fazendo vendas. Existem lojas virtuais que têm muitos visitantes, mas que não fazem pedidos. Aqui existem vários fatores que podem estar influenciando para que essas pessoas não comprem na sua loja virtual.

Antes de começar a analisar os possíveis motivos, vamos esclarecer uma coisa, o número de curtidas que a página da sua loja virtual tem no Facebook não tem nada a ver com o seu número de visitantes, muito menos com o seu número de pedidos.

AUMENTE O ENGAJAMENTO DAS SUAS REDES SOCIAIS

Use esses fãs da sua página a seu favor: anuncie, mostre para eles que seus produtos são legais, faça uma promoção exclusiva para quem curte a página. Se isso não aumentar no número de pedidos, esqueça esses fãs e invista seu tempo e sua energia em um público que vá efetivamente se tornar seu cliente.

COMO FAZER MINHA LOJA VIRTUAL VENDER?

Vamos voltar aos motivos pelos quais você percebe que “minha loja virtual não vende”, mesmo tendo visitantes. Iniciando com o básico: você já tentou, hoje, fazer um pedido na sua loja virtual? Testou se todas as formas de pagamento funcionam? Cálculo de frete? Cadastro de clientes? Está tudo ok?

É muito comum acontecerem bugs nas lojas virtuais, até nos grandes nomes do varejo online isso acontece. A diferença é que eles encontram o erro na mesma hora e corrigem, deixando a loja pronta para receber pedidos.

Se você observar que tem muita gente fazendo pedido, mas cancelando, fique atento e investigue, porque em alguma parte do caminho algo está dando errado. Algumas vezes pode acontecer de o cálculo automático do frete estar com um valor absurdamente fora do normal, o que fará com que seus clientes não finalizem as compras.

ANALISE OS MOTIVOS DE QUEM ABANDONA O CARRINHO

Você oferece formas de pagamento variadas e que atendem grande parte da população, ou só aceita um único cartão desconhecido e, quem não o tiver, tem que ir comprar no seu concorrente?

Uma cliente aqui da D Loja Virtual dizia com frequência “meu e-commerce não vende”, até que descobriu que as pessoas abandonavam o carrinho do seu e-commerce por dúvidas sobre o produto. A solução foi completar a descrição dos produtos com mais informações, só isso já aumentou as vendas.

Você tem muitas visitas e não está fazendo pedidos? Talvez você esteja atraindo visitantes que não estão interessados nos seus produtos e, nesse caso, a única coisa que você pode fazer é mudar a forma de prospectar seus visitantes, para começar a atrair visitantes qualificados.

Não adianta nada gente que não quer comprar ficar visitando a sua loja. Você precisa de pessoas que queiram comprar e, mais ainda, de pessoas que queiram comprar os produtos que você vende.

Outro fator que pode fazer com que os visitantes vão embora sem comprar nada no seu e-commerce são as condições de pagamento. Você está com preços competitivos ou com preços acima do mercado?

Nas lojas físicas, as pessoas acabam desistindo de ir em uma loja com o preço mais barato porque envolve deslocamento, trânsito e essas coisas cansativas. Mas, nos comércios eletrônicos, uma loja mais barata tem a mesma distância de uma loja mais cara: um clique.

QUEM QUER COMPRAR CONSEGUE VISUALIZAR TODOS OS DETALHES DO PRODUTO?

Se a sua loja virtual não vende, mas tem visitantes, você também deve avaliar as fotos e as descrições dos produtos. A descrição está completa, com todas as informações necessárias, ou tem apenas medidas e especificações técnicas? Lembre-se que os clientes não estão tocando nos produtos, então eles precisam de todas as informações possíveis e imagináveis.

COMO GERAR CONFIANÇA E VENDER MAIS?

“Minha loja virtual não vende”. Se as pessoas não confiarem no seu site, elas não vão comprar na sua loja virtual. Pensando nisso, deixe aberto um espaço para feedbacks nos produtos. Assim, as pessoas que estão navegando em seu e-commerce vão ver que tem outras pessoas que também compraram aqueles produtos. E, se tem gente que comprou, quer dizer que a loja entrega.

Além disso, tenha um telefone no seu comércio eletrônico. Algumas pessoas gostam de dar um oi só para ter certeza de que a loja existe de verdade, e que são pessoas e não robôs que estão do outro lado da tela.

Se você quer vender e fazer sucesso no mundo do e-commerce, olhe para si mesmo em frente a um espelho e diga em voz alta: “minha empresa não vende, o que fazer?”. Você verá que já sabe os caminhos que devem ser seguidos. Faça com que os visitantes cheguem até a sua loja e transforme as visitas em vendas.

 

Artigo anteriorModelos de E-commerce: qual o melhor para começar?
Próximo artigoComo montar loja virtual de dropshipping: trabalhe sem estoque
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA