Marketing digital para e-commerce

Marketing digital para e-commerce

1938
0

O conceito de marketing digital inclui todas as ações de comunicação, persuasão e manutenção de clientes que o marketing convencional se utiliza, mas aplicadas no meio digital. Ou seja, quando estamos falando de marketing para um e-commerce não significa que precisamos desenvolver um raciocínio completamente novo sobre marketing ou mesmo esquecer todo o conhecimento acumulado na área nos últimos cem anos, mas sim adaptar essas técnicas para o meio digital, com o intuito de atingir a finalidade principal de qualquer lojista: vender.

curso-como-vender-mais-na-internet

Ok, constatado esse fato, é hora de definir então as práticas que norteiam as ações de marketing digital. Basicamente, três características serão buscadas pelo lojista quando estiver realizando o planejamento de marketing digital: conhecer, confiar, comprar. Conhecer diz respeito a fazer com a sua marca seja vista no mercado; confiar representa o efeito de produzir segurança no cliente para que ele escolha o seu produto ou serviço; e comprar é a consolidação dos esforços anteriores, resultando na conversão por parte do cliente. Existe uma porção de ferramentas e alternativas que podem ser enquadradas nesse planejamento, então vamos nos ater às principais, com um enfoque mais aprofundado em cinco pontos: redes sociais, blogs, e-mail marketing, comparadores de preço e adwords.

Cabe destacar que esse quinteto servirá, essencialmente, para promover os produtos e serviços da empresa, atuando em canais eletrônicos que permitam a sua marca chegar a mais consumidores, de forma mais eficiente e rápida, mas sempre com o foco naquele verbo que já citamos e vamos voltar a citar: vender. De redes sociais a gente fala bastante aqui, portanto, vamos falar no restante do artigo sobre os outros quatro pontos.

Blogs corporativos

O conteúdo de um blog empresarial tem diversas finalidades, mas dentre as principais podemos citar: gerar tráfego para a página; posicionar a sua empresa como conhecedora do segmento que atua; incrementar os motivos para que as pessoas visitem seu site regularmente, atraindo e mantendo tráfego; e ganhar relevância de conteúdo, mostrando para os buscadores, e para a internet de um modo geral, que a sua página possui conteúdo de qualidade.

Blogs, de certa forma, podem ser classificados como redes sociais mas, neste caso, optamos por elencá-lo em um item separado devido às grandes diferenças na forma de produzir conteúdo para eles e para as redes sociais mais conhecidas (Facebook, Twitter, LinkedIn, etc). Abaixo, seguem algumas dicas para você produzir conteúdo diferenciado em seu blog, estimulando o engajamento de seu site e, consequentemente, as conversões.

Foco

Imagine o seguinte cenário: um empreendedor que mantém um e-commerce de instrumentos musicais, resolve falar sobre palhetas para guitarras. Até aí, tudo certo. Contudo, conforme ele vai desenvolvendo o post, dezenas de outros assuntos vão entrando no post, tornando um texto sobre palhetas para guitarras em uma série de microposts sobre vários assuntos. Captou a mensagem? Sim, procure focar seus posts em um único assunto, e desenvolver ele bem.

Indexação

Um dos principais motivos para se manter um blog empresarial é que o Google, e outros buscadores, consigam o encontrar, fazendo com que a relevância da sua página cresça. Então procure espalhar as keywords do seu post ao longo do texto, de forma que os mecanismos o encontrem mais facilmente.

Título

É importante pensar o título de cada post com cuidado, já que eles serão, muitas vezes, a porta de entrada para um determinado post. O ideal é que o título resuma com precisão a ideia central do blog, não ultrapassando o limite de 60 caracteres ou 6 a 8 palavras. É crucial também atentar para a menção depalavras-chave do seu post no título, mais uma vez, visando a encontrabilidade de seus posts pelos mecanismos de busca.

Concisão

À medida que posts para blogs podem conter mais conteúdo escrito que um post de Twitter ou Facebook, por exemplo, as pessoas tendem a querer escrever mais e mais, para utilizar toda a abundância de espaço disponível. Contudo, com o tempo cada vez mais curto na vida das pessoas, a tendência é que um texto muito longo não seja lido pela maior parte dos internautas. Procure manter seus posts entre 400 e 600 palavras, não perdendo o foco da ideia central de seu post.

Comparadores de preço

Os comparadores são ferramentas que ajudam os consumidores a encontrar o melhor custo benefício, reunindo produtos de diferentes e-commerces em uma espécie catálogo online. De acordo cum estudo promovido pela GS&MD – Gouvêa de Souza em parceria com o Ebeltoft Group, 81% dos consumidores de lojas virtuais pesquisam preços nessas ferramentas antes de realmente efetivar uma compra, o que torna a inclusão de seu e-commerce uma medida bastante salutar para a consolidação das vendas.

Visando melhorar a inclusão dos seus produtos, vamos apresentar algumas dicas valiosas para você se destacar em comparadores de preço:

Preço

Evidentemente, as pessoas acessam comparadores para buscarem produtos e serviços com o preço mais barato. Isso não significa que você precise sair oferecendo os preços mais baixos possíveis, mas ficar atento aos preços que a concorrência oferece e, se possível, praticar valores de 2 a 5% menores do que a média do mercado.

Termos específicos

Aqui a regra é buscar termos bastante específicos. Se você comercializa acessórios para celular procure colocar o nome ou modelo dos itens, ao invés de utilizar palavras muito genéricas como “celular” ou “acessórios celular”.

Atualização

Quem compra produtos online sabe o quão frustrante é escolher um item em uma loja virtual, clicar na compra do mesmo e só depois descobrir que aquele item está fora de estoque ou sofreu drásticas alterações. Portanto, é seu dever manter seus produtos diariamente atualizados, a fim de evitar esse tipo de cenário.

Descrição e fotos de boa qualidade

Procure sempre ser o mais claro e conciso na descrição de seus produtos. O ideal é que você informe com precisão informações como tamanho, cores, e outras características similares, mas sem precisar de um texto de uma página para isso.

Vivemos em uma época em que até os celulares mais populares possuem câmeras com uma boa resolução. Então inserir imagens com uma qualidade baixa não é desculpa para nenhum lojista! Se possível, inclua mais de uma foto: ninguém quer comprar uma bicicleta olhando apenas uma imagem de um pedacinho da roda.

Atrativos

Além da questão do preço, outra forma consistente de se destacar de seus concorrentes é oferecendo atrativos aos clientes de seus produtos, como frete grátis, promoções, brindes e cupons de desconto.

E-mail marketing

Esta ferramenta é uma das que mais geram conversão de vendas para sua loja. Então não marque bobeira com ele! Se você é criativo nas redes sociais, nos blogs e no seu site, não é no e-mail marketing que você vai relaxar.

Informação + produto = dupla perfeita

Mescle conteúdo informativo com os seus produtos no e-mail marketing. Torne este espaço um e-mail atrativo para o cliente, e não apenas mais um folder de promoções. Aproveitar os assuntos que estão rolando em programas de tv ou memes na internet também é interessante. Você vende roupas femininas e uma personagem da novela utilizou um modelo bem parecido? Por que não conta lá no e-mail marketing?

Seduza pelo título

Concentre suas forças em um título que seja atrativo ao seu cliente, isso irá valer a pena. Pense que seu e-mail será apenas mais um em um monte de outros e-mails na caixa de entrada. Se ele passar por um email com título sem graça e que não chame sua atenção, esquece: ele não irá abrir a mensagem e lá se vai a chance de conversão de vendas.

Teste A + B e segmentação

Você não precisa mandar o mesmo e-mail no mesmo horário pras mesmas pessoas. Segmentar os produtos para grupos específicos pode ser vantajoso. Crie grupos diferentes de cada grupo. Pode ser por gênero, produtos consumidos, idade, preferência musical… você que escolhe!

Aproveite também para realizar “testes de audiência” com os emails enviados. Não sabe qual horário é melhor para enviar o e-mail marketing? Separe dois grupos para realizar o envio em horários separados, e mais tarde analise as taxas de abertura e conversão. Com esses dados você pode ter um envio mais efetivo.

Analytics

Esta ferramenta da Google é uma das mais importantes para mensurar o tráfego de visitantes. É possível verificar a página que possui maior quantidade de cliques, a origem destes cliques (se veio do site de busca, do e-mail marketing ou redes sociais, por exemplo), o navegador que elas utilizaram, entre outras disponibilidades.

Utilize o Analytics para gerar relatórios e analisar os resultados de cada campanha realizada, afinal, não dá pra ficar jogando dinheiro e promoções ao vento, não é mesmo? Anunciou que durante uma semana as compras terão frete grátis? Gere um relatório para observar se houve um aumento de tráfego ou não! Não sabe daonde seu clinte te olha mais? O Analytics também pode ajudar!

Facebook e outras ferramentas

Existem outras ferramentas de mensuração, como o Bing Analytics e o Facebook Analytics. O primeiro realiza as mesmas funções que o Google Analytics, porém focado no Bing. Sabemos que ele não é o buscador mais popular no país, mas uma ferramenta gratuita nunca é demais, não é mesmo? Já o Facebook Analytics é focado para fanpages criadas na rede social. É possível analisar quantidade de clliques, curtidas e abrangência que um determinado post. Além disso, é possível também promover alguma postagem ou anúncio dentro do Facebook.

Artigo anteriorExibindo sua página ao mundo
Próximo artigoA hora do frete
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA