Impacto sociológico das redes sociais

Impacto sociológico das redes sociais

6006
1

As redes sociais são ambientes virtuais que promovem o mais diversificado tipo de interação entre os seus usuários. É notório a influência que elas vêm causando com o passar dos anos e o acesso mais fácil a tecnologia. Hoje é possível fazer uma reunião, ou simplesmente conversar com uma pessoa que dista milhares de quilômetros de onde você se encontra. Essa facilidade em comunicar que as redes sociais oferecem acaba por modificar a sociedade como um todo.

Há pouco tempo acompanhamos um fenômeno social ocorrido no oriente médio denominado “Primavera Árabe”. Esse movimento social teve uma influência muito grande das redes sociais. Os países envolvidos nessas revoltas populares geralmente se tratam de regimes políticos autoritários. Aquele tipo de regime que visa restringir qualquer tipo de manifestação ou aglomeração de pessoas em busca de um objetivo comum. No entanto com o advento das redes sociais a população desses países passaram a ter uma maneira de se comunicar que não poderia mais ser reprimida pelos seus governos.

A sociedade desses países tinham um interesse em comum: exigir uma reforma política e o fim dos mandatos vitalícios de seus governantes. Bastaram se reunirem através de redes sociais que conseguiram a adesão de uma considerável fatia da população. Os manifestos passaram a ser organizados e os governos acabaram por ceder, caso do Egito, ou vivem em uma guerra civil, caso da Síria.

Nos últimos dias vimos no Brasil milhares de pessoas nas ruas exigindo o fim da corrupção, a votação de novos projetos de lei, ou arquivamento de outros que estavam em pauta no Congresso Nacional. As redes sociais são um grande facilitador para organizar essas manifestações populares. Nelas que se define o horário, as causas a serem defendidas, bem como o local da manifestação. O resultado veio de forma rápida, o Congresso Nacional votou projetos em tempo recorde e ainda arquivaram outros que se não fosse a mobilização social dificilmente iriam parar na “gaveta”.

A maneira da sociedade consumir também foi modificada pelas redes sociais. Através delas ainda não é realizado um número considerável de transações comerciais, porém elas são ótimas ferramentas para promover uma marca ou produto e acabam, dessa forma, gerando um lucro indireto paras as empresas. As empresas que, normalmente, obtendo maior  retorno com as redes sociais geralmente são aquelas ambientadas com o meio virtual, ou seja, as lojas virtuais.

Há também empresas que vêem nas redes sociais uma forma de estreitar  o relacionamento com o cliente. A rede de fast food Spoletto é um caso recente e bem incomum. Ela foi “vítima” de um grupo de atores que divulgam vídeos cujo o tema é a comédia nas redes sociais: o Porta dos Fundos. O vídeo é uma sátira que visa a forma de atendimento que o estabelecimento dispensa aos clientes, quase sempre os sufocando para que escolham rapidamente os ingredientes do seu prato. O tiro acabou saindo pela culatra, ao invés de a rede de fast food processar os autores da sátira ela pagou para que eles fizessem outros vídeos a satirizando. Segundo um dos sócios da rede a sátira acabou por gerar curiosidade na sociedade e isso acabou por trazer mais clientes para a loja.

 

Segue abaixo os vídeos com muito bom humor, um excelente marketing para a empresa.

 

Artigo anteriorDicas para uma boa estratégia comercial
Próximo artigo7 dicas para um SEO eficaz
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA