Como vender pela internet: Guia prático e definitivo para vender mais!

Como vender pela internet: Guia prático e definitivo para vender mais!

97371
119

Muitas pessoas têm vontade de trabalhar com comércio eletrônico para conquistar independência financeira e flexibilidade de horários. De fato, o mercado online oferece essas possibilidades aos seus empreendedores. Mas, para se dar bem no mundo virtual, é necessário saber como vender pela internet. 

Você sabe fazer isso? Não se preocupe se não souber, muitos empreendedores que hoje comandam grandes marcas também não sabiam. O importante é estar disposto a aprender e a se atualizar. Para ajudá-lo nesse caminho, vamos explicar como vender pela internet.

COMPORTAMENTO DENTRO DA LOJA VIRTUAL

Você já observou que os caixas de lojas de varejo como Casas Bahia, Ponto Frio e Magazine Luiza ficam no fundo da loja? Fazer com que os clientes caminhem por toda a loja para efetuar o pagamento aumenta as vendas.

Em uma loja física, os clientes entram pela porta da frente, passam pela seção A, B e C e chegam no caixa. Nesse caminho cresce a chance deles lembrarem e levarem mais um produto para casa.

Em uma loja virtual, grande parte das pessoas que finalizam compra não entram pela home, a porta da frente do e-commerce. Na verdade, as páginas do site que mais geram vendas são, normalmente, as páginas de categorias e do produto. Em 90% dos casos, você e o seu cliente seguem o seguinte comportamento de compra:

  1. Acessam o Google e digitam o nome do produto.
  2. Olham os primeiros resultados e clicam no mais provável.
  3. Acessam o site em busca do que procuram. Se não estiver lá, voltam para o Google.

Certo? Se fizéssemos essa mesma trajetória de compra em uma loja física, seria o equivalente a cairmos de paraquedas na frente do produto e depois fossemos ejetados para outra loja, também na frente do produto que estamos procurando.

Entender o comportamento dos consumidores é importante para aprimorar as técnicas para vender online. Quer saber como chamar a atenção do seu público-alvo na rede? Aqui explicaremos tudo o que você deve saber sobre como vender pela internet. 

COMO VENDER PELA INTERNET SEM UTILIZAR MIX DE PRODUTOS

A maioria das pessoas que quer começar a vender na internet monta o seu mix de produtos pensando que vai perder vendas se não tiver todos os produtos possíveis para o cliente comprar na sua loja. 

Porém, esse tipo de pensamento acarreta dois grande problemas:

  1. Você fica com muito dinheiro encalhado em estoque e não tem força para investir em compra de tráfego.
  2. Faz um cadastro básico e ruim dos produtos, com uma descrição vaga ou copiada de fornecedores e com uma única foto por produto, sem vídeo e sem comentário.

Se você estava pensando em fazer isso, não se desespere: a grande maioria das pessoas faz isso. Sabe por quê? Porque isso funciona no varejo tradicional. No mundo físico, se você tem um bom ponto, com um grande fluxo de visitantes, a lógica de colocar mais produtos funciona.

Porém, vender na internet é diferente. Para um e-commerce, fazer com que as pessoas certas cheguem ao seu site é mais importante do que ter uma grande variedade de produtos disponíveis. 

COMO VENDER MAIS PELA INTERNET

Se você quer trabalhar com vendas na internet, deve avaliar bem o produto que quer vender e o mercado onde pretende entrar. Mas, além disso, deve refletir se a atividade que pretende desempenhar tem sintonia com os seus interesses pessoais. Ou seja, se você será realizado fazendo isso.

VOCÊ TEM PAIXÃO?

Antes de vender pela internet você deve pensar em alguma coisa que goste. Qual assunto que você pode falar o dia todo e não se cansar? O que você gostaria de aprender? O que faz, realmente, o seu coração cantar? 

Faça uma lista com tudo o que pensar e lembre-se que gostar do trabalho é fundamental. Não há nada mais frustrante na vida do que trabalharmos muito e não sentirmos prazer com aquilo que desempenhamos.

QUAL A SUA HABILIDADE?

Agora que você já fez a lista, coloque uma nota de 1 a 4 ao lado de cada um dos itens. Leve em consideração que nota 1 é baixa habilidade e nota 4 é alta habilidade. Tenha em mente que para vender produtos relacionados a futebol, por exemplo, você não precisa saber jogar, mas precisa saber como o mundo do futebol funciona.

Por isso, avalie o quanto você tem interesse na área e o quanto está disposto a buscar conhecimento sobre ela. Afinal, trabalhar com vendas pela internet exige atualização constante sobre o segmento que você escolher. 

QUAL A CHANCE DE GANHAR DINHEIRO NESSE MERCADO?

Agora é a hora de avaliar a possibilidade de retorno financeiro em cada um dos itens da sua lista. Para isso, coloque uma nota de 1 a 4 levando em consideração que 1 é baixo volume de dinheiro e 4 é alto volume de dinheiro.

Não se esqueça que quanto mais possibilidade de dinheiro um mercado oferecer, maior será a concorrência. Por isso, é importante escolher um mercado de nicho, onde a concorrência é menor. A internet não tem barreiras geográficas e, por isso, mesmo um nicho muito específico pode representar um grande número de consumidores. 

COMO VENDER PRODUTOS PELA INTERNET

Infelizmente não existe uma fórmula mágica que responda à pergunta “como vender produtos pela internet?”. Para encontrar o produto ideal para empreender na internet, você terá que pensar e trabalhar bastante. 

Depois de definir o nicho, você poderá escolher o produto estrela com o qual trabalhará. Esse será o principal produto do seu e-commerce. Considere esses itens para escolher o produto certo para vender online:

1. Observe o volume cúbico

Se você quer saber como vender bem pela internet, lembre-se que os produtos pouco volumosos são mais fáceis de armazenar, de embalar e de enviar. Além disso, eles têm frete mais competitivo.

2. Peso baixo

Esse item é bem parecido com o anterior, mas deve ser destacado, já que produtos pequenos podem ser bem pesados. O peso baixo permite um envio mais econômico e faz com que o processo de transporte do seu depósito aos Correios seja mais prático.

3. Alto valor agregado

Quer saber como vender mais pela internet? O alto valor agregado de um produto pode potencializar suas vendas. Além de aumentar o ticket médio da loja, vender produtos que tenham valor, além de preço, faz com que o empreendedor possa competir mais com a concorrência.

4. Competitividade

Pensar na competitividade é muito importante para quem quer vender bem. Afinal, você precisa se diferenciar da concorrência por algum motivo. O preço nem sempre é a melhor maneira de chamar a atenção dos consumidores. Muitas vezes, o caráter de inovação de um produto traz mais resultados.

5. Concorrência

Saber quem são os seus concorrentes e como eles se posicionam no mercado é fundamental para decidir se você entrará no mesmo segmento deles. Esse tema é fundamental para quem quer vender online e, por isso, mais adiante falaremos sobre análise de concorrência.

6. Frequência de compra

Aqui é onde a mágica acontece! Vale destacar que nem todos os mercados têm produtos que tenham uma frequência de compra elevada. No entanto, se o mercado seu tiver esta possibilidade, aproveite. 

É claro que não é obrigatório que os seus produtos atendam os 6 itens que falamos acima. Porém, quanto mais itens eles contemplarem, maiores serão as chance de você conseguir ótimos resultados vendendo na internet. Caso você queira entrar mais a fundo nesse processo de escolher o produto para vender online, tenho um artigo bem completo aqui.

DIFERENCIAIS COMPETITIVOS  PARA VENDER PELA INTERNET

Em um artigo incrível sobre os diferenciais competitivos, Diego Jacob começa assim: “seus clientes são fiéis? São leais à sua marca? Sempre comprarão de você? Na maior parte das vezes, as respostas desses questionamentos são não.”

De fato, a resposta será não se você for só mais um no mercado. Para que você consiga se destacar e ser lembrado na mente e no coração do seu cliente, você precisa ter muito claro quais são os seus diferenciais competitivos, pois são eles que te fazem diferente da concorrência. 

Quando pensar neste ponto, lembre-se que preço, qualidade e atendimento são obrigações de uma marca. Se você não tiver bons produtos e oferecer um bom atendimento, dificilmente venderá pela segunda vez para o mesmo cliente. 

Para entender em que pontos você pode ser diferente dos seus concorrentes, uma boa técnica e fazer uma análise profunda da sua concorrência. Pergunte-se: 

  • O que eles não fazem? 
  • Qual problema eles não conseguem resolver? 
  • Como posso facilitar ainda mais a vida do cliente? 
  • Como posso ajudar o cliente?

Lembre-se: olhar o que os concorrentes não fazem é uma ótima forma de começar, mas normalmente os grandes diferencias aparecem quando colocamos o cliente no centro da nossa análise. Se você quer se aprofundar mais sobre esse assunto, recomendo dar uma olhada no livro A Estratégia do Oceano Azul.

PLATAFORMAS PARA VENDER PELA INTERNET 

Muita gente que quer saber como vender online acha que a plataforma da loja virtual é o item mais importante para as vendas na web. No entanto, isso não é verdade. É claro que a plataforma importa, mas sozinha não faz milagres. 

Depois de analisar milhares de lojas que usam a nossa plataforma para loja virtual, conclui que o que faz uma loja vender ou não tem muito mais a ver com a estratégia do que com a plataforma. A analogia que faço é: “se você não sabe dirigir, não importa o carro que você tenha, você não chegará a lugar nenhum”.

Acredite, depois de definir a estratégia e o posicionamento do seu negócio, o processo de escolha da sua loja virtual fica muito mais simples. Fiz um vídeo no qual explico o processo que deve ser seguido para escolher a loja virtual ideal para você, mas antes quero mostrar um resumo rápido das ferramentas disponíveis no mercado. Vamos falar disso agora!

COMO VENDER PELA INTERNET UTILIZANDO MARKETPLACES

Existem alguns site de vendas online que podem ajudá-lo a alcançar clientes e a vender os seus produtos. Essas ferramentas são simples e com um único cadastro você já tem tudo pronto. É só cadastrar os produtos e sair vendendo, pois eles já têm visitantes, formas de pagamento, regras de funcionamento e formas de entrega.

Vale ponderar que esses sites de venda online são, em certa medida, mais arriscados, pois você não tem nada e está sujeito às regras deles. Se, por algum acaso eles mudarem as regras de ranqueamento ou aumentarem do dia para a noite a taxa cobrada por transação, você ficará completamente na mão deles.

Por isso, o marketplace é uma ótima forma de começar as vendas na internet ou de complementar as vendas na sua loja virtual, mas não deve ser a sua única fonte de vendas na web, nem ser responsável pela maior parte do seu faturamento. Já vi empreendimento online acabar da noite para o dia por causa dessa dependência

Veja quais são os marketplaces mais conhecidos:

  • Mercado Livre. É semelhante ao Ebay. Esse é o site que tem a maior visitação no Brasil. 
  • OLX. É um classificado bem conhecido em âmbito global. Através de uma forte campanha na televisão, tem crescido cada vez mais no Brasil.
  • Estante Virtual É focado na venda de livros usados. Disponibiliza milhares de livros vendidos por sebos em todo o Brasil. 
  • Elo7. Direcionado para compra e venda de artesanato. Para quem é artesão, o marketplace é uma mão na roda, pois tem tudo que é necessário para vender online em um só lugar.

COMO VENDER PELA INTERNET COM LOJAS VIRTUAIS ALUGADAS OU SAAS

Sei que sou suspeito para falar, mas usar lojas virtuais alugadas é a melhor escolha. Claro, isso se você optar pelo parceiro certo, pois você estará trabalhando com uma empresa que é especialista e, dessa forma, prestará um serviço muito melhor do que se você cuidar disso sozinho.

Muitas pessoas que estão começando a empreender online acabam descartando as plataformas de loja virtual alugadas, como a Simplo 7, com o argumento de que a loja virtual não é deles. Porém, esse fato não deveria ser visto como um ponto negativo.

Na realidade, esse é um ponto positivo, pois quando houver alguma atualização no mercado  ou for inserida uma nova funcionalidade, a empresa responsável pela plataforma vai correr para criar ou para ajustar isso, já que esse é o negócio dela.

Essas são empresas de plataformas de loja virtual Alugadas que conheço e recomendo:

  • Simplo 7: Muito mais que uma ferramenta de vendas pela internet, a Simplo 7 é uma empresa que se preocupa em fazer os seus clientes venderem mais.
  • F1 Soluções: Atua em diversos setores e tem a ferramenta mais poderosa do Brasil para venda de livros pela internet. 
  • Vtex: É a maior plataforma de comércio eletrônico do Brasil. Tem na carteira de clientes empresas gigantes como Walmart, O Boticário e Meu Amigo Pet.

COMO VENDER PELA INTERNET COM LOJAS PRÓPRIAS OU INSTALADAS NO SEU SERVIDOR

As plataformas de código aberto são incríveis e oferecem um grande número de recursos para aprimorar a loja virtual. Porém, por serem totalmente flexíveis, essas possibilidades podem atrapalhar mais do que ajudar. Aqui mostro alguns motivos que justificam minha afirmação:

GRANDE FLEXIBILIDADE

Se um novato nas vendas online, que ainda está descobrindo como vender na internet, escolher este tipo de plataforma, se deparará com projetos que nunca acabam e que, muitas vezes, ficam sujeitos a falhas e a problemas constantes.

A MÃO DE OBRA É MUITO CARA 

Ao optar por este tipo de plataforma, você não pode contar com o auxílio prestado pela empresa especializada em comércio eletrônico, como no caso das lojas alugadas. Você acabará ficando na mão de um programador ou de uma empresa generalista.

MUITOS RECURSOS

Recursos demais às vezes atrapalham. O grande número de possibilidades deixa a administração da página na web lenta e torna cara e demorada a implantação de novas funcionalidades no site.

CORRAM, O TÉCNICO SUMIU

Neste tipo de plataforma, você acaba tendo que gerenciar a parte técnica. Se o servidor caiu, você terá que ligar para a empresa de hospedagem. Se deu problema ao finalizar o pedido, você terá que rezar para o programador atender o telefone.

Já deu para perceber que não sou muito fã, né? De qualquer maneira, vou listar as plataformas mais comuns:

  • Magento: É a plataforma com mais lojas virtuais no Brasil. As agências e os programadores são fãs de carteirinha.
  • OpenCart: É um sistema de código aberto muito utilizado por ser mais simples e rápido do que o Magento.
  • PrestaShop: Tem uma comunidade grande e ativa no Brasil. A ferramenta é intuitiva e relativamente fácil de usar.

Independente da minha opinião sobre as plataforma de loja virtual, fiz um vídeo onde ensino um processo em três passos para você escolher a plataforma certa para você vender na internet. Confira:

TÉCNICAS DE VENDA

Se você quer vender bem, precisa estruturar suas estratégias de vendas. Esqueça aquela ideia de que ter o preço mais baixo do mercado é a melhor estratégia para fazer vendas. Os clientes não querem só preço, querem condições de pagamento, querem o frete mais rápido, querem ganhar brinde. 

De novo, você vai fazer mais vendas quando conhecer seus clientes e quando souber o que eles querem. Além disso, para vender bem é fundamental que você acredite no potencial do seu produto. Se não você não acredita em algo, dificilmente vai conseguir fazer alguém acreditar. 

O segredo do sucesso é uma constante experimentação do que dá certo. Talvez aquela técnica de vendas que você usou lá em janeiro de 2013 ainda funcione, talvez não. Mas, para saber isso, você precisa testar. 

Acompanhe o mercado, veja como está a situação econômica, veja como estão seus concorrentes, talvez você esteja vendendo mais que todos eles, e ainda acha que vende mal. Aqui você encontra uma tabela para facilitar a sua vida na hora de acompanhar seus concorrentes:

COMO SER UM BOM VENDEDOR

Qualidade do produto, qualidade de atendimento e verdade são características essenciais para vender bem. Como assim verdade? Se você, lojista, não for sincero com seu cliente, fará apenas uma venda para cada cliente. 

Não venda produtos que não têm qualidade, isso vai servir apenas para te deixar dia e noite com dor de cabeça. Ofereça um bom atendimento e trate seus clientes com atenção, pois manter um cliente é muito mais barato que conseguir um novo cliente.

Finalmente vamos esclarecer como vender um produto pela internet. Fazendo tudo isso que dissemos e aliando conhecimento, atendimento, produtos de qualidade, SEO, fotos de qualidade, descrições que façam com que o produto seja encontrado, nome do produto como as pessoas costumam buscar e não como você gosta de chamar. 

E anuncie. Separe uma verba para isso, já que as pessoas precisam chegar até a sua loja. Você também pode trabalhar a busca orgânica. Os melhores resultados são um trabalho conjunto entre anúncios e busca orgânica. E-commerces que preferem usar apenas uma das formas têm menos chances de serem encontrados. 

Deu para entender por que não focamos tanto na plataforma, né? Ela é apenas uma ferramenta para te ajudar a vender. A única coisa que a sua plataforma não pode é impedir de vender por algum bug ou deficiência. 

O resto é a sua estratégia de vendas que faz e, por isso, essa é uma das coisas mais importantes do e-commerce. Gostou das dicas sobre como vender na internet? Leia também sobre o SEO para lojas virtuais e descubra como chamar a atenção do seu público-alvo.

119 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde,

    Muito bom o artigo! Estou tentando vender pela internet há mais de 4 anos e sem resultados, isso me deixa muito furiosa e frustrada. A grande questão é que no meu caso é única forma de ter uma renda. O site é http://www.cosmeticosvr.com.br – Todo mês é a mesma coisa: quando pago pela hospedagem penso – vou pagar mais esse mês, pra ver se dá certo….e assim tem sido por longos 4 anos. Por favor, me ajude! Me diga sinceramente se existe alguma chance da loja dar certo, da maneira como está. Como não tenho dinheiro, quando digo que não tenho, não tenho mesmo, é zero, pra ter estoque, ou seja, a disponibilidade é SOB ENCOMENDA – com prazos de envio que variam de 15 a 25 dias. Amo a revenda de cosméticos.

    Por favor, me deem uma posição; http://WWW.COSMETICOSVR.COM.BR

    • Olá Valentina, tudo bem? Vi a sua loja, ADOREI o seu comentário, Fiquei muito feliz de receber ele e ou te responder com bastante atenção, mas ainda estou com algumas dúvidas.

      Entendi como você está trabalhando. Minha pergunta é Qual o seu objetivo com a loja ? Você está tendo lucro (mesmo que pequeno)?

      Me respondendo isso consigo te responder legal.

      Obrigado!

      • Meu objetivo seria vender muuuiiiiiito e ter uma renda, mas também quero atender bem os clientes, fico feliz e satisfeita eu fazer esse trabalho de venda virtual. O lucro que tenho com a loja virtual é muito pequeno mas quero viver da loja virtual. Obrigada!

        • LEgal! Vi a tua loja e entendi o teu modelo de negócio e, sinceramente, da forma como você trabalha se está tendo algum lucro você já pode se considerar uma vencedora, pois esse modelo é muito, mas muito dificil de fazer virar.
          Fico pensando no cliente que vai comprar, pois é muito arriscado para ele. Se uma pessoa ai na minha casa, aperta a minha mão, faz a minha encomenda e dai pago ele eu tenho bem mais certeza que vou receber o produto. Diferente do que acontece na internet.
          Para você conseguir alcançar o seu objetivo de vender muito penso em dois caminhos:
          1) mudar o modelo de negócio para que o cliente tenha mais valor
          2) Entender quem são essas pessoas que compram hoje de você e tentar escalar isso através de anuncios.

          Sucesso e boas vendas!

  2. Ola bom dia seu artigo é realmente muito bom
    Eu não comentei antes pois queria ler calmamente e ainda quero ler novamente.
    É importante deixar ainda uma informação clara sobre ler este artigo quem vai estuda-lo a fundo é minha esposa que é quem lida com estudos e busca informações para melhorarmos.

    • Legal @disqus_jpgIb4QNlB:disqus Muito obrigado por esse comentário.
      Lê ele com calma, mande para a sua esposa e por favor, voltem aqui para deixar as suas impressões sobre o artigo. 🙂

  3. Gostei muito do artigo principalmente do Planejamento de Negócios para vendas on line. Já estou utilizando suas
    dicas e a planilha que e muito boa. Obrigada por compartilhar sua experiencia. Abraços

    • Valeu @analuciaserpejante:disqus a ideia é ajudar mesmo. Fico feliz que tenha gostado do material de apoio.
      Se achar que está faltando alguma coisa ou que posso melhorar, por favor, me avise.

  4. BOM DIA SEU ARTIGO É COMPLETÍSSIMO!!!! REALMENTE É UM GUIA EXCELENTE PARA QUALQUER UM SEGUIR!!!!!!!! EU AINDA NÃO HAVIA DADO MINHA OPINIÃO PORQUE AINDA NÃO TENHO UMA LOJA VIRTUAL, MAS PRETENDO TER E QUERO LER TUDO COM MAIS CALMA E TAMBÉM ASSISTIREI TODOS OS SEUS VÍDEOS. ESTOU PRIMEIRO ESTRUTURANDO MINHA LOJA FÍSICA PARA DEPOIS PARTIR PARA LOJA VIRTUAL. SOU MUITO AGRADECIDA POR COMPARTILHAR SUA EXPERIÊNCIA!!!!!!

    • Legal @disqus_eH9Nt5zcf0:disqus! Esse artigo eu criei para ser um roteiro para quem quer saber como vender pela internet. Use ele como base que tenho certeza que terá muito sucesso nessa empreitada.

    • Obrigado @joscarlosloureno:disqus. Exatamente isso! Escrevi esse guia para ele servir como base para quem quer saber como vender pela internet e para que as pessoas parem de correr por ai atrás de informações desconexas e que não sejam pratica e voltadas para o pequeno empreendedor.
      sucesso e boas vendas!

  5. Estamos montando uma cooperativa em nossa cidade (São Tomé das Letras – MG) e nosso próximo desafio é exatamente o de montar uma loja virtual. Suas explicações estão sendo ótimas para nós. Está conseguindo nos esclarecer sobre este novo mundo para nós. Muito obrigada

    • Valeu ! Fico muito feliz em saber que estou conseguindo te ajudar de alguma forma!
      Mande noticias do andamento do seu projeto e continue participando e acompanhando a gente por aqui! 😀

  6. Márcio, é o resumo do mapa da mina, dizer mais o que!!! Dizer que estou meu produto ao conceito da empresa, deixando realmente a minha cara e estou super empolgada. No momento em pesquisa, experimentação de técnicas, materiais e modelos. Vem aí uma nova Mandacaru Fulô, para um novo público.

    • Fala Pat! Que bom te ver por aqui!! 😀
      Fiquei curioso por dois motivos: 1) para ver o teu Mandacaru Fulô. 2) para saber o que é um Mandacaru Fulô.

      hehehe

  7. Marcio. gostei muito do artigo. Me esclareceu algumas dúvidas. Com toda certeza me ajudará e muito.E como toda pessoa que produz, a idéia é obter lucro. Vou repensar minha maneira de atuar no mercado. Estou com alguns problemas pessoais atualmente, mas assim que tudo se resolver poderei agir de forma correta. Obrigado.

  8. Oi Márcio ,
    Não comentei nada pq ainda estou processando as informações .kkkkk!!!
    Achei interessante sobre a quantidade de produto na loja oficial. No início do vi as lojas cheias de produtos pensei: ninguém vai ligar para mim!

    Mas depois qdo as solicitações de orçamento chegaram, agradeci não ter mais produto, por que não daria conta .

    Hoje estou tentando ter pronta entrega, os clientes ficam felizes de comprar e logo,logo chegar.

    Confesso que os passos de ver qual o melhor produto para focar não consegui fazer, ai! Ai!

    Mas como te disse: ainda estou processando as informações .

    Xeiros e valeu muuuuito pela atenção .

    Fida Yssa
    Aracaju, Sergipe

    • Show @fidayssa:disqus! Sucesso por ai, boas vendas e muito obrigado por compartilhar a sua história!
      Continue com a gente aqui esse artigo é o primeiro de uma serie!

  9. Olá Marcio!
    Primeiramente, obrigada pela sua atenção, e também por disponibilizar esses artigos, são de grande avalia, suas informações foram-me muito úteis.
    Me deram um conhecimento que nem imaginava que existissem, gostei muito amigo. Espero que você possa estar disponibilizando sempre, pois conhecimento é há alma do negócio.

    Um grande abraço, de muita LUZ E PAZ.

    • Olá Rita! Obrigado pelo comentário! Fico muito feliz em saber que consegui te ajudar! 😀
      Fica junto comigo que esse é o primeiro artigo de muitos!! 🙂

  10. Marcio, antes de tudo parabens pelo artigo que sem dúvida da pra imaginar seu esforço em consolidar essas informações, vejo tesouros em nesse artigo, acredito que vale a pena depois quebra-lo em passo a passo em uma linha de tempo, como hoje faça isso, agora aquilo, como um mapa mais do que um cheklist… com certeza a releitura é obrigatória devido ao tamanho e como exigem muitas ações isso pode cansar o executor desestimulando, por isso torna-lo doses homeopáticas seria uma boa receita(acho eu), no mais Show…Parabéns…

    • Fala @carlos_andre_silva:disqus, a ideia foi consolidar tudo em um único lugar mesmo, pois vejo por ai coisas soltas e rasas.
      Mas a ideia de fazer um passo-a-passo com um linha do tempo eu adorei, vou anotar aqui e ver como posso fazer algo nesse sentido!
      obrigado pelo comentario!!

  11. Olá Marcio, obrigado pela sua iniciativa de ajudar os pequenos empresários que como eu tem muitas dúvidas em relação a venda pela internet.Em relação ao PHD quero dizer que sou apaixonada pelo que faço,pois trabalho com enxoval de bebê, e é um trabalho extremamente gratificante para mim, e sei que tenho muita habilidade com o que faço, já o dinheiro??????….Então li seu artigo e sei que vou ler muitas outras vezes para achar a maneira da minha loja entrar no coração das pessoas e ser um sucesso.
    Se puder me dar mais dicas vou ser eternamente grata! Minha loja esta hospedada no Elo7 desde janeiro de 2015 é novinha,rsrsrs!
    obrigada Vera Lima

    • Olá Vera Lima obrigado pelo comentário! Minha ideia é ajudar o maior numero possivel de pessoa a como vender pela internet! Fico muito feliz que tenha gostado!

      O seu nicho de mercado é incrivel, tenho uma cliente que trabalha forte isso é o pessoal http://xiquexiquebrasil.com.br/. Elas são incríveis. Devo entrevistar elas na próxima semana e dai subir no meu canal do youtube. Acho que vai ser legal para você, fique ligada.

  12. Olá Márcio, parabéns pelas informações!!! Achei o artigo bem completo, explicativo e de forma simples, muito interessante que inclusive estarei já fazendo algumas melhorias no
    meu site (www.flaviachristina.com.br) como análise da concorrência, definição do mix e de um estilo, etc.

    Mesmo sendo tão completas, ainda surgem algumas dúvidas e que gostaria de sua opinião. Hoje o meu negócio é bem concorrido, e sei que precisam de alguns ajustes ainda. As minhas vendas ocorrem devido às redes sociais, mas mesmo assim não há muito fluxo no site. Pergunto, será que está faltando algo no site que precise de alteração urgente ou preciso realmente investir em mídia online (google por exemplo)?

    • Olá @disqus_ATG1dXqWpq:disqus , tudo bem?
      Obrigado pelo comentário!
      Muito legal o teu site e os teus produtos.
      Não tem como haver vendas no site se não houver visitantes. 🙂
      Pelo que vi teu site tem pouquíssimo comentários e descrições bem curtas. Para você começar a ter chances ficar melhor no google recomendo fazer comentário mais completos sobre os teus produtos, não só a parte tecnica, mas escrever sobre o valor da peça (valor, não preço) e fazer campanha para quem já comprou de você comentar e também fazer videos.
      Outra coisa, se tu tem prensa nas redes sociais comece a investir em publicidade através delas com anuncio e com post patrocinados e monitora os resultados em vendas na loja.

      sucesso e boas vendas.

  13. Oi Márcio.
    Primeiramente parabéns pelo seu trabalho!

    Já assisti alguns vídeos do seu canal no YouTube, e sou inscrita para receber seus e-mails.
    Creio que faço tudo o que foi citado no artigo e em seus vídeos, não sei onde estou errando. Faz um tempinho que vendo bijuterias pelo Instagram, e em fevereiro inaugurei minha loja virtual, pensando que por lá venderia mais, porém as vendas caíram, e muito!

    A única coisa que tirei quando inaugurei a loja foi o meu contato de WhatsApp. Mas fiz isso pois não consigo ficar o dia todo disponível no telefone, pois faço estágio e estudo de noite. Sei que isso prejudicou as vendas mas não quero colocar o contato, por falta de tempo de responder, por isso também abri a loja virtual, para que as pessoas comprassem direto por ela.

    Na parte de diferenciação da loja, a primeira compra da cliente eu sempre envio um mimo, e também sempre que elas compram envio um bilhetinho de agradecimento escrito à mão. Tenho algumas clientes fiéis, para elas faço um preço diferenciado.

    Estava pensando em fazer algumas “parcerias” pelo Instagram, porém são caros e no momento não estou podendo gastar, pois quando abri a loja ( pensando que ia vender muito) comprei muitas embalagens, estoque etc.
    Caso você tenha um tempinho, por favor visite minha loja – http://www.melissaacessorios.com Instagram: @melissaacessorios

    Obrigada.

    Obs: Não pretende viver da loja, pois tenho outros planos, porém gostaria muito de ter um retorno.

    • Olá @melissayoshimoto:disqus. Lindo os teus produtos! Se você abrisse uma loja fisica e deixa-se ela sem vendedores para fazer o atendimento você acha que a loja venderia alguma coisa?:)
      A internet é a mesma coisa. Pelo que você me falou acredito que as pessoas sentiam segurança em falar com você pelo whatsapp.
      Quando você tirou isso ou qualquer outra forma de contato (so deixou o formulario) as pessoas passaram a não sentir mais segurança e vc passou a ser só mais uma loja virtual. 🙁
      Acredito que a loja virtual possa até te ajudar a vender mais, porem ela não vai eliminar o seu trabalho de atendimento. Pode ser que diminua o fluxo e a quantidade, mas vai continuar exigindo isso de você.
      uma das grande barreiras de Comprar na internet é confiar que vai receber os produtos. Você vencia isso com o o atendimento pelo whats.

      Sucesso e boas vendas!

  14. Oi Márcio, quero agradecer por compartilhar conosco tantas informações válidas e úteis. Espero que consigamos aumentar positivamente os dados de sua missão pessoal!

    Obrigada! Sucesso!

  15. Oi Márcio, Tudo bem?

    Quero agradecer pela ajuda direta, suas informações são valiosas e espero de coração que seu desejo pessoal seja alcançado.
    Se possível, visite o site em que trabalho: http://www.amotakeanap.com.br Aceito toda sugestão, critica e avaliação de sua parte. Seu trabalho é lindo, e transmitir conhecimento é mais lindo ainda. Obrigada e sucesso.

  16. Olá Márcio, como vai?

    Acompanho a algum tempo seu trabalho e realmente você têm ajudado muito, principalmente pequenos empreendedores que estão estão iniciando no e-commerce e já tirei várias dicas dos teus artigos.

    Possuímos um e-commerce aberto desde novembro do ano passado: http://www.chocogifts.com.br. Vendemos chocolates importados com forte foco em presentes. Estamos anunciando em Adwords e trabalhando nossa nossa base de e-mail, mas não estamos felizes com os resultados da loja.

    O que nos intriga é a relação visitas x conversão. Nossa média de visitas mensal está altíssima (com o cliente chegando no carrinho) e com um CPC super baixo, mas estamos convertendo pouquíssimo, muito abaixo da média do mercado. Se puder, dê uma passada lá para nos visitar. Aceito críticas e sugestões!

    Abraços!

    • Fala @MarceloLoeblein:disqus. Lindo o teu site e muito boa a tua proposta!
      Qual é a tua taxa de conversão?
      Se tu está tendo muitas visitas e pouca conversão você pode estar anunciando para as pessoas erradas.

  17. Oi, Marcio.
    Estou lendo suas dicas e, como já disse adorando. No meu caso trabalho com
    produtos e acessórios infantis e decidi ter um só produto, no momento, ser o
    carro chefe e vai de encontro com suas dicas.

    Sendo um produto artesanal, isto aqui não é ainda muito usado e
    achei muito interessante.
    Minha pergunta é a seguinte; os concorrentes que tenho são sites fora daqui, não
    muitos e o que vi por aqui, é na plataforma elo7 e o estilo não é muito
    parecido com o meu. Assim, por enqto, não preciso me preocupar muito com a
    concorrência. E, ainda acho q este meu produto tem diferencial

    Onde tenho q me ater mais para divulgá-lo, uma vez q não dá pra
    me basear na concorrência.

    Como estou fazendo o meu site, acho q um dos itens são; vídeo
    pelo facebook que expressem uma solução e Tb um blog no meu site que relate ..
    por exemplo, 5 ideias como….

    O que vc acha? Muito obrigada por estas dicas maravilhosas, vc é muito
    expressivo e didático

    Abraços.

    Verena

    • Olá @verenalagneani:disqus, tudo bem? Qual é o seu site? Qual é o seu produto? Dai fica mais fácil para opinar.
      De qualquer forma obrigado pelo comentário.

  18. Olá Marcio adorei o artigo e muito obrigada por compartilhar conosco a sua trajetoria e muito motivador pra iniciantes. Recentemente comprei um curso que ensina a importar produtos dos EUA estava pensando em criar uma loja virtual pra revender esses produtos. De inicio pensei em importar cosméticos mas tem um porem o preço de venda desses produtos aqui no nosso pais não são muito acessiveis a todos, e é possível encontrar produtos nacionais baratos e de ótima qualidade, gostaria de alguma dica diferenciada talvez algum produto que não tenha aqui no pais, estou pesquisando muito sobre o assunto sera que é melhor vender produto importado ou produtos nacionais diferenciados. Obrigada

    • @tainaferreira:disqus obrigado pelo comentário!
      Esse curso te ensina a fazer importação com nota fiscal? Não recomendo começar um negócio com importação sem ser 100% legal.
      Se você acha que não consegue se diferenciar importando produtos, provavelmente, você não vai conseguir se diferenciar. 🙂

      Pense bastante e comece com algo que você consiga se diferenciar. blz?

      Sucesso e Boas vendas!

  19. Olá Marcio, muito interessante a sua matéria, eu e minha irmã temos uma marca ao qual fazemos bijuterias, mas apenas temos uma página estática que é http://www.zitamaria.com.br e nesta direciona para o facebook para que nossas peças possam ser visualizadas, abrimos uma loja virtual mas dentro desses sites que vendem produtos do mesmo ramo como elo 7 http://www.elo7.com.br/zitamariabijuterias, mas não temos nenhum retorno quanto as pessoas comprarem, temos visualizacoes mas nenhum retorno nem perguntas!!!! O ideal seria abrir uma de vendas diretamente com a nossa marca?

    • @marilenafreitas:disqus, provavelmente, se você não tem vendas dentro do Elo7 você também não vai ter em uma loja virtual.
      Você deve estar falhando em algum momento em definir qual é o seu publico e qual é o seu diferencial ou então você tem diferencial e não está sabendo comunicar isso.
      Recomendo você testar mais, estudar as pessoas que gostam e compram de você e falar com as que não compram para saber o pq elas não compra e ai começar a ter uma ideia do que está faltando.

      blz?
      sucesso e boas vendas!

  20. Bom dia Marcio, estou começando uma loja virtual e estou em duvida entre qual sistema de transação comercial utilizar… Estou pensando no Pagseguro, tem alguma sugestão para mim?? Outra dúvida, pretendo vender roupas que compro de um fornecedor. Porém este não me envia notas fiscais.. Posso enviar uma nota fiscal escrita a mão, como uma comanda de restaurante por exemplo, para o cliente, juntamente com o produto, especificando o valor que o cliente está me pagando pelo produto? isso serve como nota fiscal para, por exemplo, uma eventual disputa no pagseguro?? Obrigado e parabens pelo trabalho

  21. Olá Marcio! Que matéria bacana, me ajudou demais!
    Bem, ainda não tenho loja virtual. Eu e uma amiga trabalhamos juntas com a venda de calçados, e o lucro (se é que eu posso chamar de lucro), tem sido extraído das redes sociais e de amigas, pois vendemos no trabalho, na família, etc.
    Nosso objetivo é inaugurar a loja online o quanto antes, e esse tópico sobre o Mix de produtos foi muito esclarecedor pra mim, e tem sido a minha maior preocupação ultimamente, pois compramos modelos variados e numerações variadas, e para iniciar uma loja online precisamos começar a comprar pelo menos uma grade do mesmo modelo e cor.
    Minha duvida maior é, por onde começar? Inicio o estoque? Contrato a hospedagem?
    Também costumamos vender alguns acessórios para complementar a venda, como cintos, lenços, carteiras e bolsas. É legal manter isso, ou focar só nos sapatos?
    Trabalhamos apenas com calçados femininos, isso já ajuda no foco de quais clientes queremos atingir, embora a concorrência seja grande.
    Nossa maior dúvida é: É possível iniciar as vendas sem sair do trabalho fixo que já temos, e pedir as contas apenas quando o negócio engajar?
    Abraço!

    • Oi Pamela,

      Como o Marcio está muito ocupado, eu vou responder para você, ok? Você pode iniciar registrando seu domínio para garantir sua marca, como é dito no texto, você pode contratar primeiro a hospedagem e depois comprar o estoque.
      A outra pergunta você mesma já respondeu, trabalhar apenas com calçados femininos ajuda no foco. Quando você estiver com um volume de vendas maior, aí sim, é interessante agregar os acessórios. Mas de início, foque nos sapatos.
      Sim, você pode ter a sua loja virtual e ter outra atividade, mas para isso você precisa organizar como vai ficar a questão do atendimento da sua empresa, qual vai ser o tempo de resposta dos e-mails? Vai ter um telefone no site? Quem vai atender as ligações? Se você não vai estar disponível todos os dias para fazer os envios, qual será o prazo de envio? Ou você tem alguém que possa fazer isso?
      Você precisa sentar e planejar todos os detalhes, dá pra fazer, desde que seja organizado e não prejudique você, nem o cliente.

  22. Marcio, estou pesquisando, estudando essa possibilidade…Seu artigo ajudou muito a visualizar o roteiro de como funciona uma metodologia de vendas pela internet. Breve, quero estar saindo da teoria á prática e gostaria muito de ter um orçamento de custos, plataforma/suporte/etc; (para ver se cabe no meu orçamento). Meu e-mail valeria.yogui@hotmail.com. Agradeço a ajuda, bjOM

  23. Olá Marcio / Bruna,

    Gostaría de sugerir o nosso portal de anúncios classificados gratuitos para a sua audiência, se necessário poderemos parametrizar nosso modelo para atender as necessidades específicas da sua região.

    Desapega

    Agradeço o retorno favorável em apoio a esta iniciativa nacional.

    Se sobrar um tempinho por favor nos dê um feedback sobre o site.

  24. […] Um negócio virtual, certamente, possui muito menos custos do que um negócio estabelecido numa loja física, mas isso não quer dizer que você não deva manter o controle sobre eles. Seja em contratos com empresas de transporte, seja na manutenção de contas de internet e computador, sempre tenha tudo sob controle. Um bom sistema de gestão financeira é capaz de manter os custos sob controle. 7 dicas para começar a usar o Youtube […]

  25. Ótimo texto Márcio. Estou pesquisando e vendo inúmeras dicas, pois quero investir em uma loja virtual, tenho algumas idéias sobre o que vender, porém ainda não tenho certeza se o que eu quero vender vai dar certo.

  26. Oi Márcio! Parabéns por todo o teu belíssimo trabalho, nos ajuda demais. Estou planejando abrir minha loja virtual e tenho algumas dúvidas: É preciso ter CNPJ para vender online pela loja? E se não for necessário o CNPJ como faço para fornecer nota fiscal para os clientes? Desde já o meu muito obrigado.

  27. Eu que não tenho muita paciência para ler textos muito longos, consegui terminar esse sem nenhum esforço. Já tenho produto, já tenho marca, já tenho empresa… tudo voltado à venda direta pessoal e nada online. Penso em montar o site da empresa há bastante e até agora não tive coragem. Vou iniciar em breve as análises mencionadas aqui e projetar o site da marca. Obrigada pelo compartilhamento de experiência e ideias. Se der tudo certo, volto aqui pra dizer o resultado do meu negócio.

  28. Legal as suas dicas Márcio. Eu discordo que a estante virtual seja de “fácil acesso”, várias pessoas que eu conheço tentaram vender por lá sem sucesso, pois eles dão preferência às pessoas jurídicas. Eu consegui anunciar nos seguintes portais: mercadolivre.com.br, livreiroonline.com.br e amazon.com.br.

  29. Olá Márcio, prazer…
    Seu trabalho tem ajudado muita gente inclusive a mim. Estou iniciando um projeto e suas dicas t~em me ajudado bastante. Quero ainda poder fazer o seu treinamento assim que tiver condições. Grande abraço. Ah sim! se puder dar uma olhada em nosso projeto: http://www.vemquetemoferta.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA