Como escolher o produto carro-chefe para sua loja virtual

Como escolher o produto carro-chefe para sua loja virtual

9275
2

Muitas vezes, o micro e pequeno empreendedor virtual tem dificuldades em escolher qual produto será o seu carro-chefe. Geralmente, isso ocorre por preferência pessoal, outras vezes por pura dúvida, ou então pela pura falta de planejamento. Acontece que definir qual mercadoria será eleita para se tornar o chamariz da sua loja virtual é muito importante para uma estratégia de vendas consistente em um e-commerce.

Mas por que escolher UM produto como carro-chefe e não DEZ produtos?

Bem, a resposta está na energia que o empreendedor possui para isso. Na maioria das vezes, uma micro e pequena loja virtual tem somente o dono da empresa como o cara que vai negociar com o fornecedor, atender aos pedidos dos clientes e montar campanhas de marketing digital. Tudo isso consome muita energia.

Agora, imagina este empreendedor tendo que montar uma estratégia MATADORA de vendas para dez produtos como carro-chefe. Ele precisa fazer uma descrição fantástica, com fotos de alta qualidade, um texto atraente, com vídeos interessantes para DEZ produtos. Terminada essa etapa, ele tem que montar campanhas no Facebook Adwords, Google Adwords, e-mail marketing de DEZ produtos.

Escolhendo um produto como carro-chefe, o empreendedor concentra energia e foco em realizar todos os procedimentos citados acima de forma eficiente. Para tomar a decisão de qual mercadoria deve ser a escolhida, li um artigo do Maurício Salvador bastante elucidativo, que cita seis características que um produto precisa ter para ser o carro-chefe ideal. São eles:

1 – Observe o volume cúbico do produto

Ele não pode ser muito grande, nem ocupar muito espaço no estoque, pois assim terá dificuldade na armazenagem e no envio.

Um produto com muitas complicações nesse quesito gera um frete maior, e isso pode espantar o cliente na hora da compra. Além dos gastos com o frete, uma embalagem para produtos com volume cúbico elevado pode ser um pouco custosa também, elevando o valor do produto na venda.

Cabe ressaltar que é preciso também tomar cuidados especiais com produtos muito pequenos, pois eles são fáceis de serem perdidos ou extraviados durante o processo de compra. A recomendação neste caso é trabalhar com embalagens que sejam difícis de se colocar no bolso, por exemplo, ou que tenha um volume não muito pequeno para que a caixa não caia e se perca num canto.

2 – Peso baixo

Assim como o volume cúbico, um produto mais leve diminui o valor do frete.

(Quer saber um pouco mais sobre formas de entrega e de frete? Clique aqui!)

3 – Alto valor agregado

Produtos com alto valor agregado são ótimos, pois aumentam o ticket médio do comprador. Além disso, uma mercadoria dentro desta categoria dá a vantagem para uma micro e pequena loja virtual de competir no mercado pela qualidade, e não pelo preço – onde os grandes players acabam sempre ganhando.

4 – Competitividade

O produto que está sendo ofertado ou a loja virtual tem que ser diferente de alguma forma. Como dito antes, geralmente competir pelo preço não pode ser a boa estratégia, pois os grandes players são extremamente competitivos neste quesito. É preciso, portanto, procurar um diferencial onde sua empresa é boa e única, para que as pessoas tenham a sua loja virtual como referência e entendam que, quando precisarem do seu produto e/ou serviço, elas saibam que você é melhor no ramo.

5 – Concorrência

Antes de escolher o produto, veja se o mercado não está saturado com grandes players que vendem muito mais barato que você. Isso acontece pois eles possuem um alto poder de barganha, e conseguem comprar com o fornecedor de forma muito mais barata — e ainda oferecem o produto ao consumidor parcelado em 12 vezes.

Portanto, analise a concorrência e veja se você consegue ser competitivo no mercado.

6 – Frequência de compra

Escolha um produto onde o comprador precise adquirir com uma certa frequência. Um creme anti-celulites, por exemplo, a usuária precisa passar todos os dias e continuar comprando para que o produto faça efeito.

Com produtos neste estilo, você pode definir estratégias de promoção e vendas que fará com que cheguem novos clientes e, os clientes que já adquiriram o seu produto anteriormente voltem a comprar. Com isso, o seu e-commerce gerarão uma bola de neve positiva, e suas vendas só irão aumentar.

Artigo anteriorComece com um e-commerce pequeno, mas sonhe grande!
Próximo artigoConhecendo o Heat Map
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

2 COMENTÁRIOS

  1. Oi Marcio como vai?
    Estou com uma dúvida . posso criar uma loja virtual com cursos digitais?
    Ex: Cursos da Eduzz , Hotmart , Monetizze etc…
    Obrigada Pelas dicas são muito boas

DEIXE UMA RESPOSTA