5 Perguntas que você precisa analisar e responder antes de montar uma...

5 Perguntas que você precisa analisar e responder antes de montar uma loja virtual

16674
21
montar loja virtual

5 Perguntas que você precisa analisar e responder antes de montar uma loja virtual

Diariamente recebo diversos contatos de pessoas interessadas em investir em uma loja virtual e não sabem exatamente por onde começar ou de empreendedores que já iniciaram o negócio e não estão vendendo tanto quanto gostariam. Na maioria dos casos em uma simples conversa noto que os problemas e as dificuldades que elas enfrentam são, basicamente, os mesmos: falta de planejamento. Sem duvida, montar loja virtual e começar a vender pela internet é muito mais simples, barato e fácil do que gerenciar uma loja física, mas mesmo assim, é importante observar alguns pontos básicos, porém importantes.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como montar uma loja virtual
>Como fotografar e editar fotos em sua loja virtual
>Como atrair visitantes gratuitamente para sua loja virtual
>Como vender pelo Facebook e Instagram

Vou relacionar nesse artigo perguntas que recebo dos meus clientes e algumas que faço para ajudá-los a criar ou melhorar os seus negócios. São questionamentos simples e que se respondidos com cuidado serão extremamente úteis para quem está começando ou começou recentemente uma loja virtual.

1) Para abrir loja virtual precisa de CNPJ?

Para toda transação comercial de compra e venda no Brasil é obrigatória a emissão de uma nota fiscal e para fazer isso é necessário um CNPJ. Nesse ponto muitas pessoas desistem, pois o processo de abertura de uma empresa é demorado, caro e complicado. Entretanto, algumas pessoas não se dão conta de que se elas já possuem um CNPJ podem utilizar a mesma empresa para fazer as vendas pela internet. Para os que não têm empresa e não querem abrir uma, há a possibilidade de fazer uma parceria com algum fornecedor.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Assista o Webinar para montar loja virtual
>Veja 8  dicas para montar uma loja virtual
>Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
>Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

As parcerias com fornecedores

As parcerias com fornecedores são uma ótima alternativa para quem quer começar uma loja virtual e não quer se preocupar ou não tem capital para fazer a abertura formal de uma empresa. O dono da loja faz todo o processo de divulgação, atendimento e venda e assim que a venda for realizada o lojista comunica o fornecedor que faz o faturamento e o envio da mercadoria diretamente para o cliente.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Baixe planilha de análise de concorrência
>Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
>Baixe e-book de como capturar e-mail

Esses são dois exemplos básicos que não se aplicam a todas as pessoas e/ou empresas e, por isso, é importante consultar um contador para ter mais informações sobre o seu setor de atuação. Pessoas físicas não podem ter loja virtual, pois você não pode vender sem tirar notas fiscais, não importa se você está vendendo através de um e-commerce, ou de uma rede social, como por exemplo vender no instagram.

2) O que vou vender? Quem vai me fornecer?

Constantemente recebo contato de pessoas que querem ter uma loja virtual, mas não sabem o que vão vender, ou sabem o que querem vender, mas não sabem quem irá fornecer.

Para quem não sabe exatamente o que vender sempre recomendo pensar em algum produto ou linha de produtos que a pessoa conheça, entenda e goste. Saiba como funciona, quando é utilizado, para que fim pode ser ofertado. Mas caso não seja um entendedor sobre o produto, pelo menos goste do segmento de atuação e tenha interesse em aprender sobre, pois esse é um dos caminhos mais curto para se ter sucesso, trabalhar com aquilo que se gosta.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
>Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
>Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

Já temos algumas ideias do que pretendemos comercializar

Já temos algumas ideias do que pretendemos comercializar, agora é o momento de fazer uma pesquisa para ver onde esse tipo de produto é vendido e por quanto é comercializado. Para quem está começando a forma mais fácil é investir algum tempo na internet, no Google ou em sites de comparação de preços como Buscapé ou o Bondfaro, e fazer uma pesquisa de preços e concorrentes.

Feito os dois passos anteriores, você já tem as informações básicas para encontrar fornecedores para o produto que está querendo vender. Mas além do preço é importante você questionar se há uma quantidade mínima para pedidos ou valor mínimo? Qual é o prazo de entrega? Qual a condição de pagamento? Qual o prazo de entrega?

3) Para onde vou vender? Como vou entregar os meus produtos? Como será minha logística?

Tão importante quanto ter um produto bom com um preço competitivo é garantir que o produto chegue ao cliente em perfeito estado, dentro do prazo e por um preço competitivo. Muitas pessoas montam lojas virtuais para vender produtos na sua cidade e quando recebem um pedido de outro estado ou de fora de país não consegue atender esses clientes. Defina o seu mercado alvo e se prepare para isso. Você vai vender só para a sua cidade? Só para o seu estado? Para todo o país? Para o exterior?

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
>Aprenda como usar o CANVA
>Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

Tanto para quem vai vender para o Brasil ou para o exterior os Correios possuem ótimos serviços que atendem grande parte das necessidades de quem vende pela internet. Porém cada serviço oferecido por eles possui algumas limitações quanto a regiões, tamanhos e pesos. Por isso é importante se informar sobre esses limites e saber se os seus produtos se encaixam a eles. Caso contrário, você precisará buscar alternativas com transportadoras ou empresas de logística conforme a sua necessidade.

4) Loja virtual tem que ter parceria com cartão de crédito?

O cartão de credito é a forma preferida de pagamento de mais de 65% das pessoas que compram através da internet, por isso, é muito importante oferecer aos seus clientes essa forma de pagamento.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como atrair cliente com e-mail marketing
>7 dicas para começar a usar o Youtube
>Saiba se seu site está otimizado

Para que o lojista possa oferecer formas de pagamento como cartão de credito ou boleto diretamente no seu site é necessário que ele tenha contrato diretamente com uma operadora de cartão de credito (Cielo ou Redecard, por exemplo) e/ou um banco e isso, muitas vezes, é complicado, demorado e, em alguns casos, envolve algum tipo de custo fixo para mantê-los. Para quem utiliza cartões de credito também é necessário pensar em alguma forma, mesmo que simples, na análise de risco para essas vendas, que evitem possíveis fraudes.

Uma alternativa mais simples, segura e rápida é utilizar apenas deposito bancário e oferecer outras formas de pagamento através de sistemas de pagamento como Bcash, Paypal, Pagseguro ou Moip. Com esses sistemas você só precisa se cadastrar uma vez e automaticamente poderá oferecer para os seus clientes diversas formas de pagamento, com parcelamento em 12 ou mais vezes.

Além disso, estes sistemas garantem mais segurança tanto para o cliente quanto para o lojista, ao assumirem o risco da venda. O valor pago à operadora só é revertido para o lojista quando da liberação da mercadoria, garantindo assim o seu recebimento.  A desvantagem desses sistemas é que os custos variáveis são muito altos, mas para quem está começando e ainda tem um volume de vendas pequeno ou tem urgência de colocar o seu projeto de loja virtual no ar, eles são sem dúvida a melhor escolha.

5) Que loja virtual escolher?

Um erro muito comum que alguns lojistas cometem é de escolher a plataforma de loja virtual antes de ter ciência de como funcionará o seu negocio de venda online. Alguns escolhem porque algum conhecido recomendou a loja X como sendo a melhor ou porque leu em algum lugar que a loja Y é a melhor.

Lembre-se a plataforma de loja virtual

Lembre-se a plataforma de loja virtual é só uma ferramenta e para que ela seja “a melhor loja virtual” ela precisará atender as necessidades do seu negócio virtual por um preço que você possa pagar. Em uma simples busca no Google é possível encontrar centenas de lojas virtuais, de todos os tipos e preços. Por isso, é importante que você responda com cuidado cada um dos itens acima e só então busque a tecnologia de loja virtual que atenda realmente as suas necessidades.

Lembre-se de pesquisar antes sobre a empresa

Lembre-se de pesquisar antes sobre a empresa ou profissional que irá fornecer a sua ferramenta de venda virtual e procure ter certeza de que este profissional ou empresa do ramo estará disponível para te dar suporte e manter o seu negócio funcionando plenamente, para que você consiga se preocupar apenas com o que realmente é importante, o sucesso do seu empreendimento virtual: VENDER.

Artigo anteriorO layout do e-commerce
Próximo artigoComo atrair clientes para sua loja virtual
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

21 COMENTÁRIOS

  1. Oi Marcio. Parabéns pelo artigo!
    Pode me esclarecer um ponto?
    Se eu tiver uma loja virtual que atende a consumidores aqui no Brasil e decidir expandir para atender outros países, como fica a questão de pagamentos?
    Sei que se optar pelo Paypal não teria problemas, mas e quanto aos demais meios de pagamento? Como teria que fazer?
    Obrigado,
    John

    • Olá John, tudo bem?

      Será necessário a utilização de um sistema de pagamento aceito internacionalmente. Paypal é o mais recomendado, mas também é possível utilizar Cielo e Redecard, por exemplo, com contratos que permitam transações internacionais, ok?

  2. Ola Marcio
    Estou iniciando uma loja virtul no ramo de pijamas, mas estou com uma duvidas, pois ja efetuei a compra de umas 100 peças..mas fiquei em duvida quanto a nota. Se eu tirar um MEI, posso comercializar sem problemas minhas vendas?..No caso de vendas, preciso emitir nota fiscal?..e se ativar como MEI, consigo emitir essas notas?..

  3. Boa noite!
    Muito bom o post! isso que ele ja tem 2 anos.
    Mas tenho uma duvida.
    Estou montando algumas lojas virtuais. Minha duvida é, para cada loja eu preciso ter um CNPJ?

    Abraço.

  4. Olá Marcio!!
    Estou fazendo meu TCC,visando um de novo negocio,ou seja uma loja virtual de Bolsas e acessórios.
    Mas estou cheia de duvidas,com relação aos tributos cobrados e a aplicação do questionário.Pois no momento gostaria que a minha loja virtual atende-se somente o estado,ou talvez o Brasil,no projeto.

  5. Olá Marcio,
    Me de uma luz de como conseguir fornecedor ou distribuidora de suplementos alimentares tenho tudo pronto, tenho documentação, alvará da prefeitura e Anvisa, tenho, tenho tudo planejado para minhas vendas, não acho distribuidoras ou fornecedores, onde acho eles?

    obrigada

  6. Olá, estou abrindo minha loja virtual para vender meus produtos no atacado, tenho empresa aberta e emito NF. Portanto, quero saber se posso vender o meu produto tanto para pessoa física como jurídica? Se existe algum problema com isso?

    Beth

  7. Tenho uma dúvida por favor veja se pode me ajudar.

    Quero montar uma loja que tem 3 filiais, dependendo da localidade da compra uma filial vai fazer a entrega.
    É possível trabalhar com mais de um CNPJ na mesma loja?
    Tipo se o cliente estiver mais perto da filial, essa que receberá o valor indicado.
    Serão 3 homologações de empresas diferentes para o mesmo domínio, isso é possível?

    Obrigado!

    • Olá Kablu, tudo bem?

      A questão legal recomendo você entrar em contato diretamente com o seu contador, pois vai um pouco alem dos meus conhecimentos.

      Quanto ao sistema que você vai precisar para fazer isso… É algo bem complexo.

      Boa sorte.

  8. Olá,
    Segue um breve relato do que está acontecendo na Bibeli.

    Estamos investindo em campanhas de adwords, entretanto cada vez mais os acessos ao nosso site vêm caindo.
    A partir de 01/09 despencaram. Eram em média cerca de 150 sessões diárias e caímos em setembro para 100 sessões em média.

    Não obtivemos vendas ate o momento neste mês, o que nos gera muito espanto, pois mesmo a quantidade de pedidos sendo baixa/mês ( entre 07 e 12 ) , sempre temos alguns, o que não ocorreu em setembro.

    Através do auxilio informal de um amigo utilizando uma ferramenta paga, cujo objetivo é avaliar os acessos do site (SEMRUSH).Constatamos que não obtivemos acesso através de campanhas pagas, desde julho de 2016. O que é muito estranho. Pois estamos sempre com campanhas do Adwords rodando e logicamente pagando por isso.

    Se vc puder nos ajudar, e se tiver alguém que entenda do assunto! Seria muito positivo! Obrigado!

    Abraços, Gustavo.

    Atenciosamente,

    Equipe Bibeli
    http://www.lojasbibeli.com.br
    contato@bibeli.com.br
    WhatsApp: 27 99504-2843
    Telefone: 27 3019-7072

DEIXE UMA RESPOSTA