Otimização de loja virtual: dicas práticas para fazer SEO para conversão

Otimização de loja virtual: dicas práticas para fazer SEO para conversão

774
0

Para muitos empreendedores que trabalham com comércio eletrônico, um dos pontos mais difíceis do negócio é a otimização de loja virtual. Na maioria das vezes, as estratégias de SEO são vistas como abstratas e pouco mensuráveis.

No entanto, se bem aplicada, a otimização de sites para ferramentas de busca pode agregar muito a quem se aventura no mundo das vendas digitais. É através da aplicação deste conhecimento que as lojas virtuais podem alcançar boas posições nas páginas dos grandes buscadores, como o Google, e aumentar o número de acessos e de vendas.

LENDAS SOBRE SEO PARA OTIMIZAÇÃO DE LOJA VIRTUAL

O medo dos empreendedores não é à toa. Infelizmente, ainda existem no mercado algumas empresas de otimização de loja virtual que contam lendas afirmando que possuem a fórmula mágica para colocar o seu site em uma posição privilegiada nas páginas dos grandes buscadores.

Lembre-se que na internet não existem milagres. Para ter sucesso, é necessário estudar as técnicas sobre como otimizar um site e aplicá-las com muito cuidado e responsabilidade. Mas, para que você não caia nesse papo de fórmulas mágicas, vamos contar algumas lendas conhecidas:

LENDA 1: GARANTIMOS O SEU SITE NA PRIMEIRA PÁGINA!

Todo mundo detesta lidar com incertezas e é justamente neste ponto fraco que algumas empresas de otimização de loja virtual tocam. Se alguém oferecer para você a garantia de colocar seu negócio na primeira página do Google, corra! Isso é picaretagem.

A imparcialidade do Google é um dos principais motivos que fez com que a empresa se destacasse como a melhor ferramenta de busca do mundo. O sistema do Google não dá qualquer chance de alguém garantir a primeira posição nas suas páginas. É claro que é possível traçar estratégias para chegar lá, mas sem garantir o resultado.

LENDA 2: TABELA DE PREÇO FIXO PARA POSICIONAMENTO

Aos olhos de um leigo, esta promessa até pode parecer factível. Mas, na prática, não é. Existem algumas empresas de SEO que oferecem seus serviços por um preço único, que não varia com a estrutura do site, com o foco de mercado ou com a estratégia de marketing digital.

Para sermos mais claros, vamos tentar posicionar a situação no mundo físico: digamos que você vá a um médico com um problema de saúde. Se, sem ele te examinar, garantir que o valor para você ficar bom é R$ 1000, você vai confiar no serviço que ele está oferecendo? Em um trabalho sério de otimização de conversão para ferramentas de busca, a situação é a mesma.

LENDA 3: FALAMOS DIRETAMENTE COM “SEU GOOGLE”

Algumas empresas que se dizem especialistas em otimização de conversão afirmam aos seus clientes que têm “relacionamento especial com o Google”. Com este argumento, dizem aos clientes que podem garantir uma posição especial no buscador.

Você realmente acredita nisso? Uma empresa que anuncia esse “diferencial” está dizendo que a Internet é como o Senado brasileiro, em que um “QI” pode abrir as portas especiais para divulgar o seu site.

O Google e outros buscadores de destaque não fazem qualquer tipo de acordo ou parceria com empresas de otimização de sites SEO, justamente para garantir a excelência de seus serviços e a total imparcialidade no ranking dos sites.

COMO GARANTIR UM BOM POSICIONAMENTO EM TERMOS DE SEO?

Depois de explicarmos as particularidades de cada uma das lendas, você deve estar se perguntando como é possível garantir um bom posicionamento para sua loja virtual, não é mesmo? Vamos explicar isso para você.

O que garante um bom posicionamento do seu comércio eletrônico nas páginas do Google e de outros buscadores de destaque é a relevância do conteúdo publicado em seu site, somada à aplicação correta das técnicas de SEO.

Atualmente, o SEO é o pilar mais importante para o sucesso de qualquer empresa no mundo digital. Para isso, é necessário primeiro entender os princípios básicos de otimização para conversão (CRO).

O QUE É OTIMIZAÇÃO PARA CONVERSÃO (CRO)?

A conversão é toda e qualquer ação realizada por um cliente, seja de uma loja física ou digital. Por exemplo, em uma loja física de departamentos, a conversão poderia ser:

  • Experimentar uma roupa no provador;
  • Ir para a fila de pagamentos;
  • Contratar o cartão da loja;
  • Comprar uma roupa.

Veja que todas as ações estão ligadas direta ou indiretamente ao processo de compra dentro da loja. Em um negócio online, o cenário é semelhante. Em uma loja virtual de roupas, as conversões seriam:

  • Assinar a newsletter;
  • Colocar o produto no carrinho;
  • Preencher o cadastro do endereço;
  • Finalizar a compra.

Todas as conversões são etapas que ajudam o visitante a sair de um ponto A e ir para um ponto B. Cada ação gera algum valor para o website, seja aumentando a lista de e-mails inscritos para receber a newsletter ou concretizando vendas.

RESULTADOS DE CONSULTORIA DE OTIMIZAÇÃO DE CONVERSÃO

Vamos imaginar que você tem uma loja virtual que recebe visitantes que realizam algumas das ações citadas acima. Nesse caso, o trabalho de otimização de conversão consiste em medir as ações realizadas pelos visitantes no seu site. Apenas depois de ter este conhecimento é que você poderá otimizar este processo.

Ou seja, um site que passa por um processo de otimização de conversão tem todos os caminhos feitos pelo usuário redesenhados, reestruturados e testados para que o mesmo atinja os objetivos finais com mais eficácia.

O QUE PODE SE ESPERAR DESTE TIPO DE SERVIÇO EM UMA LOJA VIRTUAL?

Esse tipo de serviço pode oferecer a uma loja virtual:

  • Melhor navegação entre as categorias de produtos;
  • Mais inscritos na lista de newsletter;
  • Menor tempo para finalização de compra;
  • Aumento na taxa de conversão da página de finalização de compra.

O QUE PODE SE ESPERAR DESTE TIPO DE SERVIÇO EM APLICATIVO?

Esse tipo de serviço pode oferecer a um aplicativo:

  • Melhor uso das funcionalidades do aplicativo;
  • Mais tempo de uso do aplicativo;
  • Mais compras dentro do aplicativo.

O QUE PODE SE ESPERAR DESTE TIPO DE SERVIÇO EM SITES DE NOTÍCIA?

Esse tipo de serviço pode oferecer a um site de notícias:

  • Aumento da taxa de cliques em anúncios;
  • Aumento de inscrição de e-mails na newsletter;
  • Maior tempo de visita dentro do site;
  • Aumento no número de páginas visitadas por usuário do site.

QUANTO CUSTA UMA CONSULTORIA DE OTIMIZAÇÃO PARA CONVERSÃO?

Muitos empreendedores não realizam uma consultoria de otimização de sites por receio do preço. Porém, se a consultoria for feita com uma empresa séria, deve ser vista como um investimento, que deverá trazer retorno em determinado prazo.

Dependendo do tipo de negócio, das funcionalidades do site e da quantidade de visitantes, a consultoria pode variar entre R$2.500 a R$15.000 mensais. Todo serviço de consultoria de otimização de conversão depende de 4 fatores para custar muito caro ou muito barato:

  • Número de páginas e/ou funcionalidades a serem testadas;
  • Número de usuários do site;
  • Equipe de desenvolvimento interna ou externa;
  • Experiência da empresa contratada.

Se você possui apenas uma landing page (ou página de captura) para ser testada, a consultoria de otimização será muito simples e talvez você consiga atingir melhorias de conversão entre 1 e 3 meses de trabalho.

No entanto, se você trabalha em uma grande loja virtual e tem inúmeros tipos de conversão que devem ser testados, o trabalho de otimização de conversão poderá durar até mesmo 10 meses.

COMO OTIMIZAR UM SITE: 4 ETAPAS INDISPENSÁVEIS PARA OTIMIZAÇÃO DE LOJA VIRTUAL

Para falar com mais profundidade sobre as etapas para a otimização de sites, vamos utilizar como base o livro Ultimate Guide to Optimizing Your Website (Guia final para otimizar seu site), do especialista em SEO e marketing online Jon Rognerud.

Vale lembrar que o objetivo da otimização do mecanismo de busca é que o seu site seja classificado como relevante pelos buscadores e que apareça entre os principais resultados. O processo de otimização não é único, e requer manutenção, ajustes, testes e monitoramento contínuos.

Confira as quatro etapas para uma estratégia de otimização de mecanismos de busca:

ETAPA 1: ANÁLISE DE NEGÓCIOS DO MERCADO-ALVO

ANÁLISE DE SITE

Verificação de metadados/palavras-chave, texto visível e código para determinar quão bem você está posicionado para os mecanismos de busca. Por exemplo, quanto código você tem em uma página comparado ao texto?

ANÁLISE COMPETITIVA

Exame de palavras-chave de conteúdo e rankings de mecanismos presentes de sites da concorrência para determinar uma estratégia eficaz de posicionamento do motor. Escolha os cinco primeiros resultados na listagem do Google para começar este processo e expanda conforme necessário.  

INDICAÇÃO INICIAL DE PALAVRA-CHAVE

Desenvolvimento de uma lista priorizada de termos de pesquisa relacionados à sua base de clientes e segmento de mercado. Comece com isso: O que você digitaria em um mecanismo de pesquisa para encontrar o site ou a página da sua empresa? Então, pergunte aos seus clientes!

ETAPA 2: PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE PALAVRAS-CHAVE

ANÁLISE DE PALAVRAS-CHAVE

A partir da nomeação, identifique ainda uma lista segmentada de palavras-chave e frases. Revise as listas competitivas e outras fontes pertinentes do setor. Use sua lista preliminar para determinar um número indicativo de consultas recentes em mecanismos de pesquisa e quantos websites estão competindo para cada palavra-chave. 

Priorize palavras-chave e frases, plurais, singulares e erros ortográficos. (Se os usuários de pesquisa geralmente digitam errado uma palavra-chave, você deve identificá-la e usá-la). Observe que o Google tentará corrigir o termo ao pesquisar, portanto, use-o com cuidado.

AVALIAÇÃO DO RANKING INICIAL

É preciso entender onde você está agora para avaliar com precisão seus futuros rankings. Mantenha uma planilha simples do Excel para iniciar o processo. Verifique semanalmente e, conforme você se sentir mais confortável, verifique a cada 30 a 45 dias. 

Você deve ver melhorias no tráfego do website, um indicador importante do progresso de suas palavras-chave. Vale saber que alguns otimizadores dirão que os rankings estão mortos. Sim, o tráfego e as conversões são mais importantes, mas usamos as classificações como um indicador.

METAS E OBJETIVOS

Defina claramente seus objetivos com antecedência para que você possa realmente avaliar o ROI (retorno de investimento) de todos os programas implementados. Comece simples, mas não pule esta etapa. Exemplo: você pode decidir aumentar o tráfego do website de uma linha de base atual de 100 visitantes por dia para 200 visitantes nos próximos 30 dias. 

Ou você pode querer melhorar sua taxa de conversão atual de 1% para 2% em um período específico. Você pode começar com números agregados de nível superior, mas precisa detalhar páginas específicas que podem aprimorar produtos, serviços e vendas de negócios.

ETAPA 3: OTIMIZAÇÃO DE CONTEÚDO E ENVIO

CRIE TÍTULOS DE PÁGINAS

Os títulos baseados em palavras-chave ajudam a estabelecer o tema e a direção da página para suas palavras-chave.

CRIE META TAGS

As tags de descrição de meta podem influenciar os cliques, mas não são usadas diretamente para classificações. O Google não usa mais a tag keywords.

COLOQUE FRASES DE PESQUISA ESTRATÉGICAS NAS PÁGINAS

Integrar palavras-chave selecionadas no código-fonte do seu site e no conteúdo existente nas páginas designadas. Certifique-se de aplicar uma diretriz sugerida de uma a três palavras-chave/frases por página de conteúdo e adicionar mais páginas para completar a lista. 

Certifique-se de que palavras relacionadas sejam usadas como uma inclusão natural de suas palavras-chave. Ele ajuda os mecanismos de pesquisa a determinar rapidamente o que é a página. Uma abordagem natural para isso funciona melhor. No passado, 100 a 300 palavras em uma página eram recomendadas. 

Muitos testes mostram que páginas com 800 a 2.000 palavras podem superar as mais curtas. No final, os usuários, o mercado, o conteúdo e os links determinarão os números de popularidade e classificação.

DESENVOLVA NOVOS SITEMAPS PARA O GOOGLE E O BING

Torne mais fácil para os mecanismos de busca indexarem seu site. Crie as versões XML e HTML. Uma versão em HTML é o primeiro passo. Os sitemaps XML podem ser enviados facilmente por meio das ferramentas do Google e Bing para webmasters.

ENVIE O SITE PARA DIRETÓRIOS (USO LIMITADO)

Profissionais de marketing de pesquisa não enviam a URL para os principais mecanismos de pesquisa, mas é possível fazê-lo. Uma maneira melhor e mais rápida é obter links para seu site naturalmente. Links mantêm o seu site indexado pelos motores de busca. 

No entanto, você deve enviar sua URL para diretórios como o Yahoo! (pago), Business.com (pago) e DMOZ (gratuito). Alguns podem optar por incluir os scripts do AdSense (google.com/adsense) em um novo site para acessar o bot do Google Media. É provável que suas páginas sejam indexadas rapidamente.

ETAPA 4: TESTE CONTÍNUO E MEDIÇÃO

TESTE E MEÇA

Observe as classificações do mecanismo de pesquisa e o tráfego da web para determinar a eficácia dos programas que você implementou, incluindo a avaliação do desempenho de palavras-chave individuais. Teste os resultados das alterações e mantenha as alterações acompanhadas em uma planilha do Excel ou com o que você se sentir à vontade.

MANUTENÇÃO

Adição e modificação contínuas de palavras-chave e conteúdo do site são necessárias para melhorar continuamente as classificações dos mecanismos de busca, para que o crescimento não pare ou diminua devido à negligência. 

Você também deseja analisar sua estratégia de links e garantir que eles sejam relevantes para sua empresa. Um blog pode fornecer a estrutura necessária e a facilidade de adição de conteúdo de que você precisa. Sua empresa de hospedagem normalmente pode ajudá-lo com a configuração/instalação de um blog.

O que você achou das dicas de otimização para seu site? Quer que os consumidores visitem o seu site de comércio eletrônico? Aqui está o segredo!

DEIXE UMA RESPOSTA