Rede de relacionamento: o que é e como fazer networking?

Rede de relacionamento: o que é e como fazer networking?

1303
0

Você já parou para pensar em quantas pessoas conhece e como elas afetam a sua vida? A verdade é que nosso networking ajuda no aprendizado, nos negócios, além, é claro, de contribuir para a nossa vida social. Assim, não só é importante saber conquistar como manter uma boa rede de relacionamento.

E num mundo tão conectado, não é de se admirar que boa parte dos nossos contatos esteja no universo virtual. As redes sociais, principalmente o LinkedIn, se tornaram boas ferramentas para conhecer pessoas. Mas se você ainda não sabe como utilizá-las de maneira adequada, continue lendo o post e confira todas as nossas dicas!

O QUE É UMA NETWORKING?

Networking é uma palavra em inglês bastante utilizada para se referir à rede de relacionamento de uma pessoa. Assim, quando alguém participa de um evento corporativo e conhece outras pessoas da mesma área de atuação e com interesses em comum, diz que fez networking. 

PARA QUE SERVE O NETWORKING PROFISSIONAL?

O networking serve para aproximar pessoas que trabalham em áreas semelhantes ou complementares, de forma que possam se conhecer, ampliando as possibilidades de virem a se reencontrar no campo de atuação. Em resumo, o network é uma maneira das pessoas divulgarem o seu trabalho, pensando que poderão colher frutos no futuro. 

QUAL É A IMPORTÂNCIA DO NETWORKING?

O networking profissional é muito importante, já que estreita os laços de pessoas com interesses em comuns, aproximando-as e, inclusive, abrindo possibilidade para indicações e trabalhos em conjunto no futuro. Além disso, o contato com pessoas da mesma área é importante para acompanhar as tendências de mercado. 

QUAL A LIGAÇÃO ENTRE NETWORKING E REDE DE RELACIONAMENTO?

Networking nada mais é do que uma rede de relacionamento profissional. Depois de conhecer alguém de uma área de interesse, o ideal é que você mantenha o contato com essa pessoa, até mesmo para ser lembrado por ela. Por isso, o ideal é transformar esse primeiro contato em um laço mais logo, o que geralmente é feito por redes sociais.

COMO FAZER UMA REDE DE RELACIONAMENTO?

Algumas pessoas têm facilidade em criar uma rede de relacionamento, enquanto outras sentem dificuldade em dialogar com pessoas que conhecem pouco. No entanto, vale a pena o esforço, ainda mais se pensar na série de benefícios que um bom network pode oferecer. 

Por isso, mesmo que você não tenha muita habilidade em abordar pessoas, lembre-se que a melhor maneira de ser lembrado é estando perto de pessoas do seu meio profissional. Confira as dicas abaixo, que podem facilitar esse processo:

1- PARTICIPE DE EVENTOS DE INTERESSE DA SUA ÁREA DE ATUAÇÃO

Ao participar de eventos da sua área profissional, você tem a oportunidade de ter acesso às novidades do seu setor, atualizando o seu conhecimento. Além disso, poderá estar perto de pessoas com interesses em comum. Quem sabe desse contato sai alguma parceria de trabalho?

2- MAPEIE POSSÍVEIS PARTICIPANTES DO EVENTO

Se você cogitar participar de algum evento, veja bem qual é o tema e observe quem serão os palestrantes e os patrocinadores. Esses são alguns dos indícios que podem ajudá-lo a entender se vale a pena participar ou não. Se tiver alguém que é referência na sua área, tente se aproximar na hora do intervalo e, sem ser inconveniente, troque um cartão. 

3- TENHA UM CARTÃO DE VISITAS

Sim, ter um cartão de visitas é uma dica básica mesmo em tempos em que quase tudo é online. Coloque a sua área de atuação, o seu endereço de e-mail e o seu telefone. E pense na possibilidade de investir em algum formato ou corte diferente, para poder chamar a atenção. 

4- SAIBA SE APRESENTAR E VENDER O SEU NEGÓCIO

Como você definiria o seu trabalho em dez palavras? E em cinco? Saber descrever a sua atuação é importante para aquelas situações inesperadas, em que você tem que se apresentar rapidamente e nem sabe por onde começar. Pense quais são os pontos positivos do seu serviço e os tenha na ponta da língua.

5- DEMONSTRE INTERESSE

Seja interessado pelas pessoas que dialogam com você. Escute o que elas têm a dizer e complemente com colocações sobre a sua experiência profissional. Uma conversa interessante tem o poder de aproximar os laços e de possibilitar conexões realmente profundas.

6- INVISTA TEMPO NAS PESSOAS CERTAS

Participar de eventos da sua área e demonstrar interesse nas pessoas não significa gastar seu tempo a toa. Por isso, fique atento aos contatos que realmente possam contribuir com a sua formação e profissão. Assim, estará investindo tempo e atenção em conexões que tenham sintonia com você. 

7- MANTENHA CONTATO APÓS O EVENTO

Depois do evento, procure as pessoas que conheceu nas redes sociais mais adequadas. Para algumas áreas, poderá ser o Linkedin. Em outras, poderá ser o Facebook e o Instagram. Interaja quando houver uma situação propícia para isso, mas cuide para não forçar intimidade.

8- FAÇA MARKETING DE INDICAÇÃO

Se você pode recomendar alguma pessoa que conheceu e que gostou do trabalho, recomende. Essa é a melhor maneira para dizer que ela também pode recomendá-lo quando tiver ocasião para isso. A indicação tem muito poder, então tenha atenção para dar sua palavra apenas por profissionais de confiança. 

COMO O MARKETING PESSOAL PODE AJUDAR NA CONSTRUÇÃO DA REDE DE RELACIONAMENTO?

O marketing pessoal é muito importante para que você possa apresentar a sua atuação profissional e chamar a atenção do seu círculo de contatos. Afinal, se você não falar sobre o que entende, como poderão saber que você é um aliado importante para uma série de trabalhos? Confira algumas dicas práticas para se divulgar: 

MANTENHA O SEU PERFIL NO LINKEDIN ATUALIZADO

O Linkedin é a rede social ideal para incluir suas tarefas profissionais, destacar os seus pontos positivos e trocar indicações com colegas de trabalho. Por isso, dedique um tempo para incluir as informações por lá e lembre-se de manter o seu perfil atualizado.

Além disso, aproveite a atualização de seus contatos para cumprimenta-los pelos novos certificados e colocações profissionais. Essa é uma boa maneira de manter o vínculo com as pessoas que você conheceu em eventos corporativos.

UTILIZE AS REDES SOCIAIS A SEU FAVOR

Caso você ainda seja uma das poucas pessoas que ainda resistem a ter um perfil em uma rede social, é melhor reconsiderar isso. Elas se expandiram para muito mais do que simples publicações e interações com familiares e amigos, passando a ser uma forma legítima de conhecer novas pessoas, sobretudo da sua área profissional.

No Linkedin, por exemplo, é possível pesquisar as pessoas próximas e do seu mercado de atuação para estabelecer contato. Assim, pode-se encontrar novos fornecedores, colaboradores e parceiros de negócios, ou mesmo pessoas que produzam conteúdo relevante para a sua área.

Mesmo o Facebook, que sempre foi tido como uma rede mais pessoal, cada vez mais se torna um espaço para páginas de empresas e pessoas interessadas em divulgar seus negócios. Isso também é válido para o Twitter e o Instagram.

MANTENHA CONTATO FREQUENTE

Então você criou um perfil, adicionou algumas pessoas, se apresentou, portanto, sua rede de relacionamento está feita, certo? Errado! Um bom networking depende de um contato frequente com as pessoas, de preferência, estreitando as relações.

Depois será hora de manter contato regularmente, trocar informações, interagir e, se possível, estender o relacionamento do mundo virtual para o real. As pessoas que você conhece na rede podem se tornar muito importantes para estabelecer parcerias, conseguir oportunidades e até conquistar novas amizades.

PRODUZA CONTEÚDO RELEVANTE

Uma das melhores formas de ser visto e se conectar com cada vez mais pessoas é produzindo conteúdo. No Linkedin isso só foi possível mais recentemente, mas muita gente já é reconhecida pela qualidade dos textos que publica. 

Quando se fala em conteúdo relevante, é claro que não estamos falando de assuntos pessoais, como o passeio do fim de semana ou o aniversário da sua filha. Para fazer uma rede de relacionamento profissional, é interessante criar e compartilhar conteúdos sobre a sua área de atuação, como novidades e discussões enriquecedoras. 

No entanto, é bom ter cuidado para não entrar em temas polêmicos, ficar reclamando demais ou ser desagradável. Pense que você tem que passar a melhor imagem possível, e isso vale para sua postura na internet e fora dela. 

AMPLIE SUA REDE DE RELACIONAMENTO

Com um bom número de conexões, uma produção de conteúdo frequente e interação com as pessoas, o seu trabalho de networking ainda não acabou. A melhor rede de relacionamento é aquela que não para de crescer!

Desta forma, convide mais pessoas, se apresente para os outros, participe de fóruns e grupos e não tenha vergonha de pedir indicações de outros membros da sua rede. É importante se manter aberto a conhecer novas pessoas.

Enfim, criar e manter uma rede de relacionamento no mundo virtual pode ser tão gratificante quanto no real. No entanto, é preciso se empenhar bastante e não ter medo de colocar o seu nome e a sua cara nas redes sociais.

Gostou do post sobre como fazer rede de relacionamento? Quer saber mais sobre esse e outros assuntos relacionados? Então confira esse conteúdo sobre serviço de atendimento ao cliente para loja virtual. Com esse conhecimento, você poderá estreitar os laços com os clientes que atende em seu negócio!

Artigo anteriorTécnicas de marketing de vendas infalíveis [GUIA COMPLETO]
Próximo artigoCauda longa e-commerce: entenda conceito e veja como aplicar
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA