Marketing viral no e-commerce

Marketing viral no e-commerce

2169
0

O marketing viral nasceu muito antes das redes sociais, esse termo foi apropriado depois que os serivços livres de e-mails começaram a enviar publicidade junto com as mensagens enviadas por seus usuários. Funcionava assim, quem enviava um e-mail acabava enviando também publicidade, quem recebia esse e-mail e enviava para outras pessoas, repassava essa publicidade involuntariamente. Devido a isso o nome viral foi adotado, relacionando com a propagação de um vírus.

Simplificadíssimamente, marketing viral é uma campanha, ou um vídeo que foi visto e compartilhado por um grande número de pessoas. Compartilhado de forma espontânea lógico. São aquelas campanhas pegajosas, que tem músicas que ficam o dia inteiro na sua cabeça, tipo os pôneis malditos. São também aquelas frases que você adota para o dia-a-dia, tipo a famosa: sabe de nada inocente.

O que é preciso para fazer marketing viral?

Vamos começar esclarecendo que quando você cria uma propaganda ou um anúncio, não tem como prever se será um viral ou não. Mesmo que na hora da criação você pense, isso aqui vai ser compartilhado por milhões, esse seu pensamento pode não se concretizar, sua campanha pode ser rejeitada pelo público. Você só se da conta que sua campanha, vídeo ou peça publicitária se tornou um viral depois de ver os resultados alcançados.

No final de 2015, tivemos o viral que pedia o fim dos privilégios para deficientes, claro que tudo não passou de uma estratégia para mostrar como os deficientes são esquecidos no dia-a-dia. É muito comum vermos pessoas normais estacionando nas vagas dos deficientes e lugares com díficil acesso, que não permitem o acesso de todos. Por exemplo, a falta de rampas para quem usa cadeiras de rodas.

marketing viral
Outdoor da campanha

Na hora que você for criar um viral lembre-se que de criar algo que possa ser facilmente compartilhado e visualizado, dificilmente textos muito grandes e vídeos muito longos, se tornam virais. Materiais que só podem ser acessados por um link específico, ou que para ter acesso você precisa colocar o seu e-mail tem poucas chances de se tornarem virais.

Os virais acabam tendo um certo prazo de validade, o assunto fica um tempo se espalhando e depois perde a graça. Muitas vezes o anúncio acaba se valendo de alguma situação atual, então o prazo de validade é menor ainda, é a mesma coisa que acontece com o memes. Porém os memes acabam surgindo naturalmente e depois algumas marcas acabam se apropriando, fazendo as piadas relacionadas ao assunto. Como foi o caso recente da Glória Pires comentado o Oscar.

marketing viral1
A imagem é um gif com vários sabores de pizza

Lembrando que quando uma marca faz uso de um meme isso não é marketing viral. A diferença é que os memes nascem espontaneamente, já os virais são sempre patrocinados por alguma marca ou produto. Alguns vídeos que tem a intenção de se tornarem virais acabando sendo descobertos exatamente por causa disso, são bem produzidos e acabam deixando meio óbvio qual vai ser o objetivo do anúncio no final.

Eu posso fazer marketing viral?

Sim, na teoria qualquer pessoa consegue criar alguma coisa que pode agradar um número elevado de pessoas e ser mundialmente compartilhado. Não esqueça que como estamos falando de marketing esse trabalho que você criar para ser visto por milhões precisa ser promover uma empresa ou um produto. Na prática não funciona assim, nem mesmo as grandes empresas alcançam o sucesso esperado com as campanhas criadas com o objetivo de ser marketing viral.

Na hora de fazer marketing viral para sua loja virtual, escolha bem o que você quer anunciar: produto, sua marca ou alguma promoção. Se o escolhido for algum produto, cuidado para não acabar promovendo o fabricante ao invés da sua loja. O marketing viral perde o seu objetivo se no final ninguém lembrar que tem uma marca por trás disso tudo.

Use as emoções para atrair seu público, a grande maioria dos virais que dão certo mexem com os sentimentos das pessoas. No caso da frase do Cumpadi Washington, foi usado o humor, já na campanha pelo fim dos privilégios dos deficientes, foram usados raiva e espanto.

Ou seja, você tem mais chances de ter seu trabalho compartilhado se ele causar algum tipo de emoção em quem está compartilhando. Pense o que faz você compartilhar coisas com seus amigos? Você não compartilha coisas que não lhe causam nenhum tipo de emoção.

Na hora de criar seu marketing viral muito cuidado para não ofender ninguém. Não use preconceitos, ou humor negro para tentar atingir um grande número de pessoas. Você quer agradar quem compartilha sua campanha e não atrair haters para sua marca.

➜ Planilha de Planejamento de de Ações de Marketing

Do mesmo jeito que não existe fórmula mágica para vender na loja virtual, não existe fórmula mágica para fazer marketing viral. Porém esse tipo de marketing é muito favorável para lojas virtuais. Se o seu texto, vídeo, foto ou campanha for compartilhado por muitas pessoas de todos os estados, você vai conseguir atender elas todas.

Afinal de contas uma loja virtual pode fazer anúncios de nível nacional. Agora se a sua loja não tem condições de entregar em certos estados, ou não tem condições de receber um número muito grande de visitas, avalie se o marketing viral realmente é viável.

➜ Dia D E-book Para Você se Preparar Para as Datas Comemorativas

Não adianta gastar fazendo um anúncio que pode não trazer o resultado esperado, mas que quando trouxer sua loja virtual não estará preparada. Estude várias formas de marketing e veja qual se aplica melhor para o seu tipo de negócio e a sua verba disponível para investir.

Artigo anteriorMarketing no Instagram para e-commerce
Próximo artigoComo Fazer E-mail Marketing
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA