Loja virtual: Como escolher os produtos para montar a sua

Loja virtual: Como escolher os produtos para montar a sua

2845
1
Cheerful female pensioners buying a X-mas decorations at fair

A escolha do produto para vender em uma loja virtual é uma das etapas mais importantes do planejamento do negócio. Afinal, como vender algo com o qual você não se identifica e nem acredita? Essa decisão depende de uma série de fatores, como a identificação pessoal, a necessidade do público e também a existência de espaço no mercado.

Não adianta criar uma loja virtual com um produto que você se identifica e que o público precisa, se já existem muitos comércios eletrônicos oferecendo a mesma coisa. Se você está procurando por produtos para montar loja virtual, fique atento a este conteúdo. Preparamos uma série de dicas para você fazer a melhor escolha!

O QUE CONSIDERAR NA HORA DE ESCOLHER OS PRODUTOS PARA MONTAR LOJA?

Quando procurar por produtos para montar loja virtual, olhe para os seus gostos pessoais e pense que tipo de mercadoria traria realização pessoal para você. A motivação e o amor pelo produto são bem importantes para que você construa um negócio que acredite de verdade.

Depois de pensar nisso, pense no público-alvo para o seu produto e observe o setor. Vá em busca de empresas que trabalham na mesma área que você quer atuar. Você consegue visualizar oportunidades para implementar alguma diferenciação no seu produto? Ou acabará oferecendo um item que não traz diferença em relação à concorrência?

PRODUTOS PARA MONTAR UMA LOJA VIRTUAL DE 1,99

Uma dica para quem pensa em abrir uma loja virtual é trabalhar com produtos no valor de R$ 1,99. Em geral, esse tipo de e-commerce vende itens para o dia a dia, como cabides, caixas, cabos, capas para celular, etc. São aquelas miudezas necessárias, mas que não apresentam motivos para criar um e-commerce exclusivo para cada uma delas. 

O preço cobrado é bem baixo, mas pense que os consumidores não comprarão apenas um item da sua loja. Aproveitarão para adquirir tudo aquilo que precisam e aproveitar o custo do frete. Além disso, tenha certeza de que você encontrará fornecedores que cobrem ainda menos, desde que as vendas sejam em grandes quantidades.

Mas afinal, como montar uma loja de R$ 1,99? O ideal é encontrar fornecedores da China, como Deal Extreme e Gear Best. A única coisa que você precisa se preocupar são as taxas cobradas pela exportação caso as mercadorias parem na alfândega. Os valores variam de acordo com a quantidade de produtos e com o tipo de mercadoria. 

É NECESSÁRIO FAZER UMA PESQUISA DE DEMANDA NO MERCADO

Na hora de pensar em produtos para montar loja virtual, faça uma pesquisa aprofundada para ver como anda o mercado onde deseja entrar. A melhor forma de explicar como isso deve ser feito é através de um exemplo: imagine que o seu desejo é investir em uma loja virtual de produtos infantis com foco em brinquedos educativos.

A ideia parece ótima, mas antes de colocá-la em prática é preciso avaliar se o produto tem demanda e se ainda não há um negócio semelhante em atividade. Caso não tenha, vale investigar o motivo desta inexistência. Você poderá descobrir, por exemplo, que já houve marca semelhante, mas que fechou por falta de interesse dos consumidores. 

Nessa pesquisa de mercado, você terá que avaliar o perfil de comportamento das crianças. Será que num contexto repleto de tecnologia, os brinquedos educativos podem ser bem recebidos? Para saber a resposta, você precisará formar um público diferenciado, como creches, professores e escolas que valorizam este tipo de atividade educativa.

QUAIS OS PRODUTOS QUE MAIS VENDEM NA INTERNET?

O mercado brasileiro é muito grande e a variedade de comércios eletrônicos também é. Se você pesquisar em buscadores como o Google, encontrará uma infinidade de lojas dos mais diversos segmentos. De fato, há muitas possibilidades de investir em um produto diferenciado e de encontrar consumidores em diferentes pontos do nosso país.

Mas vamos falar sobre os principais produtos para montar loja? Os comércios eletrônicos de roupas costumam fazer muito sucesso na rede. O mais interessante é que o setor trabalha com um produto que, em um primeiro olhar, não é tão fácil de ser vendido de forma remota, uma vez que precisa ser experimentado.

No entanto, a disponibilização de tabelas com medidas, o uso de fotografias detalhadas e a possibilidade de logística reversa motivam os consumidores a comprar roupas online. Além deste segmento, os eletrônicos e acessórios para computadores e celulares também são muito apreciados pelo público que compra em e-commerce.

COMO ESCOLHER UM RAMO DE NEGÓCIOS?

A identificação pessoal é um fator decisivo na hora de escolher um ramo. Se você não bebe, imagine que estranho seria apostar num e-commerce de cerveja e passar o dia respondendo dúvidas dos consumidores sem nem apreciar o produto? Algumas pessoas não se importam, mas, em geral, recomendamos a busca por ramo que você goste muito.

Além disso, procure por uma área que tenha oportunidade de crescimento e de destaque. Ou seja, evite entrar num ramo que já esteja saturado ou que pareça se esgotar em breve. Você lembra que numa época houve a moda das paletas mexicanas? Muitos investidores entraram no setor, a moda passou e o negócio de todo mundo fechou.

ESTRUTURA FÍSICA PARA MONTAR UMA LOJA VIRTUAL

Uma das grandes vantagens das vendas online é a possibilidade de trabalhar com uma estrutura menor, sem escritório e ponto de venda. Mas isso não significa que você não precisará de um espaço para o e-commerce. Isso dependerá do tipo de produto ou de serviço que você oferecerá em sua loja virtual. Confira as opções abaixo:

ESPAÇO DE ARMAZENAMENTO DE PRODUTOS 

Se você decidir trabalhar com a venda de produtos, precisará de um espaço para armazená-los. Dependendo da situação, poderá usar um espaço da sua residência, como um quarto de hóspedes, para servir de depósito. 

Em outros, quando o produto precisa ficar em uma temperatura específica, talvez necessite de uma sala comercial. Um ponto importante: mantenha o seu estoque bem organizado. Você precisa ter controle sobre a quantidade de produtos que tem disponível e sobre as vendas que fará. 

LOJA VIRTUAL SEM ESTOQUE

A loja virtual sem estoque é um tipo de comércio eletrônico que não costuma ser muito falado, mas que é uma possibilidade para quem quer vender pela internet. Nesta modalidade, o vendedor atua como um intermediário entre o comprador e o fornecedor.

Ou seja, o comerciante faz a venda, mas quem faz o envio da encomenda para o endereço do cliente é o fornecedor. Deste modo, o vendedor não precisa se preocupar em ter um espaço para guardar o estoque.

Se você se interessa por esta modalidade de vendas e pensa que vender sem estoque pode ser uma boa saída para o seu e-commerce, confira esse texto. Nele explicamos como estruturar este tipo de negócio e avaliamos os pontos positivos e negativos. 

Artigo anteriorTipos de loja virtual: qual escolher? 10 ideias de lojas virtuais lucrativas
Próximo artigoF-commerce: como funciona as vendas pelo facebook e como vender?
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

1 COMENTÁRIO

  1. […] Além de roupas e calçados, outros segmentos que seguem a mesma lógica são o de bijuterias, roupas íntimas, artigos para festas e artigos infantis. No entanto, você pode vender outros itens, como celulares, perfumes, produtos de beleza e demais, que costumam ter um preço mais alto. Nesse caso, é possível oferecer grandes promoções, inclusive, de marcas famosas. […]

DEIXE UMA RESPOSTA