Antifraude para e-commerce: conheça os tipos e como implementar

Antifraude para e-commerce: conheça os tipos e como implementar

2339
0
Protect cloud information data concept. Security and safety of cloud computing.

Trabalhar com vendas na internet é um caminho muito promissor e que oferece múltiplas possibilidades de sucesso. Através do comércio eletrônico é possível conquistar a tão sonhada independência financeira, trabalhar de casa e gerenciar os próprios horários. No entanto, as vendas virtuais também têm alguns pontos que devem ser vistos com atenção.

Trabalhar com e-commerce requer cuidados bem diferentes dos necessários em uma loja física, como no caso da segurança. Um exemplo disso é o sistema antifraude para e-commerce, que protege o vendedor. Você já ouviu falar disso? Se quer entender como funciona antifraude, leia esse texto. Explicaremos tudo para você! 

O QUE É UM SISTEMA ANTIFRAUDE?

O sistema antifraude para e-commerce protege o comércio eletrônico de golpes, como o uso de cartões de crédito roubados ou clonados. Esse tipo de sistema utiliza uma combinação de técnicas para analisar os dados e decidir se autoriza a compra ou não. Assim reduz os riscos de comércio eletrônico realizar uma venda que será contestada.

O SISTEMA ANTIFRAUDE REALMENTE FUNCIONA?

Um bom sistema antifraude para e-commerce oferece um ótimo resultado para a loja virtual, uma vez que bloqueia as vendas com ações suspeitas. Desta forma, evita que o comércio eletrônico envie o produto para o endereço do consumidor e depois tenha que arcar com os custos de produção, envio e gestão da transação.

COMO FUNCIONA ANTIFRAUDE?

O sistema antifraude funciona de forma automática, analisando uma série de fatores e decidindo se autorizará a compra ou não. Além disso, esse tipo de sistema utiliza alguns recursos para que o consumidor possa concluir a ação de compra, como validação de código de segurança, registros em bancos de dados e conferência do endereço de envio. 

Desta forma, bloqueia a compra de indivíduos com ações suspeitas, mas autoriza a conclusão do pedido daqueles clientes que seguem um padrão de consumo e informam os dados necessários. Assim, o sistema antifraude não reduz as possibilidades de venda, apenas aumenta as chances de o e-commerce fazer vendas seguras. 

É NECESSÁRIO TER UM SISTEMA ANTIFRAUDE PARA E-COMMERCE?

Sim, o sistema antifraude é fundamental para qualquer empresa virtual. Afinal, essa ferramenta evita que indivíduos mal-intencionados ganhem vantagens em cima do seu trabalho. Se preocupar com segurança é fundamental para que seu negócio possa decolar com segurança. 

Assim, a preocupação com o assunto precisa ser recorrente. Contratar uma plataforma antifraude de e-commerce não quer dizer que seu comércio seguro estará garantido, mas será um ponto fundamental para que você faça vendas qualificadas, reduza o risco de golpes e não arque com prejuízos desnecessários.

VANTAGENS DO SISTEMA ANTIFRAUDE PARA E-COMMERCE

A grande vantagem do sistema antifraude para a loja virtual é reduzir o risco de você realizar vendas que, na verdade, representarão um custo extra para o seu negócio. Ao contratar uma ferramenta deste tipo, você pode ficar tranquilo sobre as ações concretizadas em seu e-commerce, sem correr perigo de enviar produtos pelos quais você não será pago.

Por isso, se você tem dúvidas sobre a contratação de um sistema antifraude para o seu comércio eletrônico, pense que este é um custo fixo que vale a pena arcar. Se você economizar com isso, acabará tendo que cobrir despesas desnecessárias com todas as etapas do seu trabalho. 

QUAIS SÃO OS TIPOS DE SISTEMA ANTIFRAUDE PARA E-COMMERCE?

Os sistemas antifraudes para lojas virtuais utilizam diferentes estratégias para verificar a autenticidade dos dados e entender se as transações realizadas foram autorizadas pelos titulares dos cartões. Veja abaixo alguns exemplos de ações que são utilizadas por este tipo de serviço:

VALIDAÇÃO DE CÓDIGO DE SEGURANÇA DOS CARTÕES DE CRÉDITO

Esse tipo de serviço exige que o cliente insira aquele código que está atrás do cartão. O código costuma ser diferente de bandeira para bandeira, mas é uma informação a mais para que se posso atestar que o cartão é verdadeiro e, assim, deixar a sua loja mais resguardada.

RASTREAMENTO DOS DISPOSITIVOS DE COMPRA

Esse instrumento serve para identificar a origem da compra. Assim, é realizada uma análise de geolocalização do indivíduo que está adquirindo o produto. O objetivo é descobrir se a pessoa não está em um local que pode ser entendido como suspeito. Para isso, pode ser utilizado estados e cidades como parâmetro.

REGISTROS EM BANCOS DE DADOS

Outra técnica usada é inscrever os dados da sua empresa em sistemas antifraude. Assim é possível encontrar dados de clientes, históricos de compras e outras informações relevantes para atestar que quem está comprado é correto. Caso exista divergência nas informações, há grande probabilidade de fraude e a transação acaba sendo negada.

DEFINIÇÃO DE GRAU DE RISCO NA VENDA DE UM PRODUTO

Há instrumentos que tornam possível que seja criado um grau de risco em relação ao produto que um cliente deseja adquirir. Dessa forma, por exemplo, é possível criar uma sensibilidade à fraude que pode ser ampliada segundo o valor do produto que está sendo vendido. Ou seja, quanto mais caro for o item, maior pode ser a vigilância contra a fraude.

SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE ENDEREÇO

Aqui os dados que o cliente inseriu no e-commerce são comparados com as informações cadastradas no banco de dados da operadora de cartão e no próprio banco. Além disso, também é possível comparar o endereço de entrega com o endereço de pagamento.

O QUE CONSIDERAR NA HORA DE ESCOLHER UM SISTEMA ANTIFRAUDE?

De fato, a escolha de um sistema antifraude para e-commerce requer bastante dedicação. Para dar mais informações na hora da escolha de um sistema antifraude eficiente, selecionamos alguns pontos fundamentais para prestar atenção. Veja aqui:

  • O sistema deve possuir uma interação mínima com o usuário, evitando que ele venha a constranger o indivíduo;
  • O sistema deve conseguir mudar os comportamentos suspeitos de usuários levando em conta o que já foi realizado em outras lojas;
  • É necessário que a plataforma antifraude se adeque à modalidade de recebimento escolhida pelo dono da loja virtual, ou seja, que venha a ser compatível com o tipo de produto que é vendido;
  • O sistema antifraude contratado precisa permitir que em casos em que a venda parecer suspeita, o cliente possa receber o contato da plataforma antifraude e confirmar os dados da compra. Dessa forma, a plataforma evita a perda de vendas legítimas;
  • O sistema precisa identificar as mudanças frequentes nos endereços dos clientes em diferentes compras;

Além desses itens, você deve verificar quantas ações a plataforma consegue realizar por segundo. Desta forma, pode se certificar de que está contratando um sistema eficiente. Para que você saiba, há no mercado sistemas antifraudes que realizam até 20 mil análises de transações por segundo.

COMO ADQUIRIR UM SISTEMA ANTIFRAUDE PARA E-COMMERCE?

Existem duas maneiras de contratar um sistema antifraude para a sua loja virtual e reduzir os riscos de concretizar vendas que, na verdade, se transformarão em gastos para o seu negócio. Confira aqui as possibilidades:

SEPARADAMENTE

Nesse caso, o sistema antifraude para o seu comércio eletrônico é vendido de forma separada por vendedores autônomos que pagam pela defesa dos seus dados. Desta forma, o serviço é prestado por empresas terceirizadas. 

CONJUNTAMENTE

Neste caso, o sistema antifraude é adquirido com intermediadores de pagamento, como PagSeguro, PayPal, etc. O ponto positivo disto é que estes serviços se responsabilizam pela segurança dos dados. Assim, as transações são protegidas pelos serviços de possíveis golpes dos compradores.

COMO ADQUIRIR AS FERRAMENTAS ADEQUADAS PARA E-COMMERCE?

São inúmeras opções para os indivíduos poderem adquirir sistemas antifraudes. Entre as alternativas disponíveis, cada dono de loja virtual precisa encontrar aquela que se adequa de forma mais eficiente a sua realidade, levando em conta também os custos das tarifas que serão cobradas por essas análises.

SABER QUE O VALOR QUE SERÁ PAGO POR UM SISTEMA ANTIFRAUDE

O primeiro ponto é saber que o valor que será pago por um sistema antifraude será baseado em quantas análises forem analisadas, ou seja, caso você deseje confirmar todas as informações de todos os clientes, isso custará mais. Os valores irão variar de meros centavos até alguns reais. Além disso, é claro, há uma imensa variação de um fornecedor para o outro.

ANALISAR O SEU PERFIL DE NEGÓCIO

Antes de fechar a compra de um sistema antifraude, é necessário analisar o seu perfil de negócio e quais produtos serão vendidos. Ou seja, caso você queira vender celulares, calçados ou outros produtos que facilmente são vendidos, é necessário ter uma ferramenta antifraude que permita uma quantidade razoável de análises por um custo mais baixo.

É importante deixar claro que não há um passo a passo definido para adquirir um sistema antifraude. Caberá a cada gestor analisar o próprio negócio e a incidência de fraudes. Após isso, terá uma ideia mais clara do que precisa. Mesmo assim, o risco de fraudes sempre existirá. O objetivo de um sistema antifraude é minimizar e controlar as possibilidades.

Bom saber como funciona o sistema antifraude para e-commerce, né? Com ele, você poderá ficar mais tranquilo com as suas vendas. Se você se interessa pelo tema, conheça também as formas de pagamentos existentes para implementar na sua loja virtual. 

Artigo anteriorComo abrir uma loja de roupas femininas: dicas para loja virtual e física
Próximo artigoGestão financeira no e-commerce: 6 melhores práticas para o sucesso
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA