Comprar com segurança na internet: 17 dicas INFALÍVEIS

Comprar com segurança na internet: 17 dicas INFALÍVEIS

2157
1
Como comprar produtos baratos para revender
Como comprar produtos baratos para revender

Muitas pessoas que estão acostumadas a comprar no comércio tradicional alegam que ainda não aderiram às lojas virtuais porque têm medo de fazer uma compra online não segura. De fato, essa é uma preocupação coerente e que deve ser levada em conta. A boa notícia é que é possível comprar com segurança na internet.

Existem uma série de medidas práticas que os consumidores e os comerciantes digitais podem fazer para evitar as fraudes nos comércios eletrônicos. Com isso, os clientes podem usufruir do conforto de comprar sem precisar sair de casa. Quer saber comprar com segurança na internet? Preparamos 17 dicas infalíveis! 

CUIDADOS AO COMPRAR PELA INTERNET

Quem tem experiência em comprar em lojas virtuais sabe que há uma série de dicas de segurança na internet. A primeira delas, sem dúvidas, é a de não digitar os dados do cartão de crédito em um site que você não confia. Ou seja: na dúvida se a loja virtual é segura ou não, o ideal é não fornecer nenhuma informação sigilosa.

Mas como saber se um site é seguro ou não? A melhor maneira é ir em busca do desenho de um cadeado que fica ao lado da URL do site. Esse recurso é muito usado pelas lojas virtuais e pelos bancos, pois criptografa os dados e evita que ladrões tenham acesso a essas informações. 

Mas e quando o consumidor tem medo que o próprio site seja falso? Nesse caso, recomenda-se observar bem o comércio eletrônico para ver se existe algum indício de que ele é só uma fachada para enganar os consumidores. Veja alguns sinais que indicam que pode ser um golpe:

  • Muitos alertas que piscam (spam)
  • Grande número de pop-ups 
  • Redirecionamento a outros sites

O QUE COMPRAR ONLINE DE FORMA SEGURA?

As vendas digitais permitem que se venda absolutamente todo tipo de produto a partir de um comércio eletrônico. Pode parecer exagero, mas não é. O OLX, por exemplo, tem vendedores que comercializam desde meias até carros e apartamentos. Mas é claro que cada tipo de compra requer um cuidado.

Isso porque você até pode arcar com o risco de comprar uma meia de um vendedor que não conhece, mas jamais pode comprar um apartamento sem conhecer mais detalhes desse vendedor, além, é claro, de ver pessoalmente o imóvel. Assim, comprar na internet requer atenção. 

Se você ver barbada em uma loja virtual, antes de sair digitando os dados do seu cartão de crédito e fornecendo seu endereço e CPF, pare e responda para si mesmo se confia naquele site. Se sim, vá em frente. Se não, certifique-se de que aquela loja virtual é de confiança. 

COMO PAGAR DE FORMA SEGURA POR INTERNET?

Mas se há tantas dúvidas sobre as lojas virtuais, como comprar com segurança na internet? De fato, existem pessoas maliciosas e que querem se aproveitar dos consumidores desavisados, mas também existem muitos empreendedores sérios e que vendem de maneira segura e responsável. 

Portanto, é possível fazer boas compras online sem correr riscos. Em relação ao pagamento, não existem maiores problemas de digitar os dados de cartão de crédito em sites realmente sérios. Além disso, existem intermediadores de pagamento (como o PayPal e o PagSeguro) que atuam justamente para conferir segurança às transações online.

COMO COMPRAR PELA INTERNET COM BOLETO

Comprar pela internet com boleto é uma das maneiras mais seguras, pois não é preciso digitar os dados do cartão de crédito. Porém, antes de sair pagando qualquer boleto, é fundamental ponderar sobre o e-commerce, avaliando se ele oferece medidas de segurança. O risco de pagar um boleto de um site falso é não receber o produto comprado.

COMO FAZER COMPRAS PELA INTERNET COM CARTÃO DE CRÉDITO

Nos comércios eletrônicos de confiança, o uso do cartão de crédito está liberado. Muitos e-commerce usam intermediadores de pagamento para centralizar as compras, o que é muito bom para os consumidores, já que esse tipo de serviço dispõe das condições ideais de segurança para compras online.

COMO SABER SE É SEGURO COMPRAR NO SITE?

Mas, afinal, como comprar produtos pela internet em um site seguro? Pois bem, existem algumas coisas que os consumidores podem observar nos sites para saber se são seguros ou não. Desta maneira, se reduz o risco de cair em golpes virtuais. Veja aqui os principais itens que um site seguro deve ter: 

  • Cadeado ao lado da URL: o cadeado situado ao lado do endereço do site significa que a página criptografa as informações, dificultando o acesso de terceiros.
  • Começar com HTTPS no endereço: esse é outro indicativo de que os dados são criptografados. 
  • Selo de certificado de segurança: o certificado de segurança mostra que a página tem medidas de proteção contra o ataque de hackers.
  • Dados do fornecedor: esse tipo de informação aumenta a confiança na página. Na dúvida, procure o telefone do dono do e-commerce e certifique-se de que é verdadeiro.

QUAIS OS DIREITOS DO CONSUMIDOR QUE COMPRA PELA INTERNET?

As compras pela internet são relativamente recentes, uma vez que se popularizam só depois da virada do século. Nessa altura, o Código de Defesa do Consumidor já existia, prevendo apenas as boas práticas para as vendas físicas. Com o fortalecimento do comércio eletrônico, o CDC foi atualizado, cobrindo também as vendas virtuais.

O Artigo 49 considera que os clientes de comércios eletrônicos têm direito ao arrependimento sem sequer precisar explicar o motivo. Assim, o cliente pode solicitar o cancelamento da compra e providenciar a devolução do produto em até sete dias, independente se o item tem defeito ou não. 

COMO COMPRAR COM SEGURANÇA NA INTERNET?

Grande parte dos brasileiros adquire produtos da internet. O fato de não precisar lidar com grandes filas para pagar por um produto, a chance de poder pesquisar pelo melhor preço rapidamente, a oportunidade de comprar no horário de que bem entender e a opção de encontrar com mais facilidade o que procura são grandes atrativos do comércio online.

Mas é claro que nem tudo são flores. Alguns cuidados devem ser tomados para que a compra pela internet ocorra como foi planejada. Confira as 15 dicas para fazer compras online no Brasil com segurança:

1. COMPARE O PREÇO ANTES DE COMPRAR

Parece manjado, mas compare o preço do produto que está comprando. Uma pesquisa básica por precaução ajuda a evitar que você compre um produto que poderia ser encontrado por bem menos em outro site. Use ferramentas como Buscapé ou Zoom, que fazem buscas e apresentam a variação de valores ao longo do tempo em várias lojas.

2. PRAZO DE ENTREGA NÃO INFORMADO?

Se o prazo de entrega de um produto não for informado claramente ou se o prazo informado ultrapassar 30 dias, tenha cuidado. Isso pode indicar que a loja não possui o produto em estoque e, apenas após sua compra, é que vai buscá-lo em um fornecedor. Se você não tem pressa, ok. Mas pra maioria, não é bom esperar tanto.

3. SAIBA QUAL É A REPUTAÇÃO DA LOJA

Outro fator que deve ser levado em conta na hora de comprar um produto é a reputação da loja. Por isso, dê uma pesquisada com outros consumidores sobre as experiências de compra deles. Uma boa forma de fazer isso é através do site Reclame Aqui, que possibilita que os clientes registrem suas insatisfações.

4. SAIBA O QUE ESTÁ COMPRANDO

Antes de fechar negócio, tenha certeza sobre tudo que você está comprando. Ou seja, saiba exatamente quais são as características do produto. Assim você evita o risco de ter surpresas desagradáveis, como produto com voltagem diferente da sua rede, falta de acessórios imaginados e por aí vai.

5. BUSQUE LOJAS COM VÁRIOS RECURSOS

Quanto mais possibilidades de contato uma loja oferecer com seu cliente, melhor. Isso facilita no processo de compra e também é uma boa forma de ajudar em caso de uma compra que saiu errado. Busque lojas com fotos detalhadas, descrições claras, opções variadas de pagamento, espaço para críticas dos clientes e interação em redes sociais.

6. CUIDADO COM A GARANTIA ESTENDIDA

É comum encontrar sites com ofertas de garantia estendida para produtos mediante a um acréscimo no valor total. Então, tome cuidado: caso essa opção já venha marcada, a loja está cometendo um crime tentando fazer venda casada. Não existe problema em comprar a garantia, mas isso deve ser uma escolha do cliente e não uma imposição do e-commerce.

7. NÃO GUARDE OS DADOS DO CARTÃO DE CRÉDITO

A maioria das lojas dão a possibilidade de gravar os dados do cliente para compras futuras. Embora seja tentador em alguns casos, é sugerido que não se faça isso, já que sua conta pode ser invadida por terceiros que acabariam tendo a possibilidade de fazer compras no seu nome.

8. EVITE COMPRAS DE COMPUTADORES PÚBLICOS

Sempre que for possível, não faça compras a partir de computadores públicos, como os da lan house ou de faculdades. Além do seu login e senha poderem ficar nas máquinas, o computador em questão pode não ter todos os dados necessários para não contrair vírus ou malwares capazes de capturar suas informações pessoais.

9. CUIDADO COM COMPRAS COLETIVAS

Sites de compras coletivas se popularizaram no Brasil. É uma forma interessante de conseguir bons descontos em serviços e produtos. Mas é necessário ficar atento para ter certeza que as lojas que vendem os produtos irão cumprir com o prometido. Aqui, vale as mesmas regras que estão ali em cima.

10. CUIDADO COM OFERTAS POR EMAIL

Se você recebeu email de uma loja que não conhece ou que não é cliente, não faça a compra. Isso é um SPAM, ou seja, um email que não foi solicitado. Ou na outra alternativa, esse email pode ser uma tentativa de golpe online em que você faria compras a partir dessa mensagem (o que não se concretizaria) e roubariam seus dados financeiros.

DICAS DE SEGURANÇA NA INTERNET

Ao falar sobre compras virtuais seguras, seria mais fácil recomendar apenas o acesso a sites já conhecidos, por conta de sua reputação. Mas uma das grandes façanhas da internet é a facilidade com que ela dá espaço a novas ideias, produtos e empresas. 

Sim, é possível comprar com segurança na internet em lojas menores, da mesma forma que é possível ser roubado por um vírus enquanto a senha do cartão é digitada em uma loja mais conhecida. Portanto, siga essas dicas para comprar com segurança na internet: 

1. VERIFIQUE A SEGURANÇA DO SEU SISTEMA

De nada adianta realizar uma compra com todos os cuidados do mundo em um computador compartilhado. Partindo do pressuposto que a compra será efetuada na máquina que você usa em casa, antes de digitar suas informações certifique-se de que a mesma está segura. Isso significa fazer uma verificação com o software de segurança instalados.

Seguir práticas de segurança, como instalar correção de segurança disponível para os softwares do seu computador e evitar o download de arquivos estranhos, também contribui. A maioria dos casos de roubo de dados ocorre devido a pragas digitais. Para saber quais as atualizações que sua máquina precisa, use o Personal Software Inspector.

2. PROCURE INFORMAÇÕES CADASTRAIS DA EMPRESA

Se a empresa não disponibiliza o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) no website, é possível obtê-lo por meio de um serviço chamado “whois” (“quem é?”). Basta ir até o site Registro.br, digitar o endereço da loja e seguir a opção de “Whois”. Faça o seguinte passo a passo:

  1. Veja o CNPJ divulgado no e-commerce
  2. Vá até o site da Receita Federal e acesse pelo menu o item Pessoa Jurídica
  3. Entre na seção CNPJ e clique em Comprovante de inscrição
  4. Lá, digite o número do CNPJ. 
  5. Você terá informações como nome da empresa e a data em que ela foi estabelecida

Sites de comércio fraudulentos costumam mentir a respeito do tempo de atividade com o objetivo de ganhar mais clientes (vítimas). Essa verificação pode mostrar que a loja que supostamente existe há oito anos na verdade foi aberta no mês anterior.

Vale saber que se o endereço não for um “.com.br”, o Whois terá de ser feito de outra forma e não incluirá o CNPJ. Procure obter junto à empresa o CNPJ. Se o mesmo já não estiver divulgado no site, você terá de partir para a próxima dica.

3. TENTE CONTATO COM A EMPRESA ANTES DE EFETUAR SUA COMPRA

Tanto faz se é via telefone ou e-mail. De preferência tenha os dois em mãos, caso precise reclamar depois. Ao tentar se comunicar com a empresa, você terá uma prévia do tipo de atendimento que ela presta: se não conseguir falar antes da venda, certamente também não conseguirá depois.

Também é válido procurar alguma referência física da loja. O cadastro de CNPJ pode lhe dar um endereço. Às vezes é possível obter informações a respeito do local para saber se realmente há uma loja ali. Procurando o endereço, pode-se descobrir que o mesmo foi utilizado por outras lojas fraudulentas, por exemplo.

4. PROCURE COMENTÁRIOS OU RECOMENDAÇÕES

Existem sites especializados em coletar comentários de usuários sobre lojas online. Outros, como o Reclame Aqui, servem para reclamações. Ao ler esse tipo de feedback, você saberá se vale a pena comprar daquele comércio eletrônico ou se é melhor ir em busca de outra empresa que venda o mesmo produto.

Quando queremos comprar um item pela internet, muitas vezes nos baseamos apenas na aparência do produto e no preço. No entanto, a reputação da loja é um item fundamental para que a compra ocorra conforme planejado. 

5. SE NÃO CONHECE A LOJA, COMECE COM COMPRAS DE PEQUENO VALOR

Antes de fazer aquela encomenda alta em uma loja que você não conhece, tente antes algumas compras de valor mais baixo. Se você está receoso para digitar o número e o código do seu cartão, pague no boleto bancário. 

Se você tem medo de não receber o produto, procure a opção de encomenda por Sedex a cobrar. Essas são algumas medidas de proteção que podem reduzir o dano de uma compra em uma loja fraudulenta. Se o golpe ocorrer, pelo menos terá sido um valor baixo. 

6. CUIDADO COM OFERTAS BOAS DEMAIS

Principalmente ofertas por e-mail de lojas nas quais você nunca efetuou compra alguma. Mesmo ofertas encontradas em sites comparadores de preços podem ser fajutas. Alguns sites têm começado a manter listas de lojas fraudulentas: procure se informar.

Se um site desconhecido oferece produtos a um valor muito inferior ao praticado por outros, é bom suspeitar e verificar tudo duas vezes. Lembre-se que a internet é um terreno fértil para bons preços mas, mesmo assim, não existe milagre. 

7. O BOM VELHINHO RECOMPENSA QUEM SE COMPORTAM BEM

Em datas como Black Friday e Natal, as compras em lojas virtuais aumentam e também surgem muitas promoções. Para não cair em furadas, lembre-se de ficar atento à reputação da loja. Sabendo do interesse dos consumidores em encontrar boas oportunidades, muitos fraudadores aproveitam a época para praticar golpes. 

O que achou do conteúdo? Com esses cuidados, as chances de ter uma experiência de compra positiva na internet são muito maiores! E já que estamos falando em medidas de proteção, que tal saber mais sobre a devolução de produtos comprados pela internet? É sempre bom conhecer seus direitos!

Artigo anteriorComo fidelizar clientes: 15 ideias TESTADAS E APROVADAS
Próximo artigoComo vender mais: dicas para aplicar em 3 canais de venda
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA