Como vender de porta em porta: 5 passos infalíveis para ganhar clientes

Como vender de porta em porta: 5 passos infalíveis para ganhar clientes

3867
0
Vender de porta em porta

Vender produtos de porta em porta é uma modalidade muito antiga de vender, e pode ser vista como grande aliada na hora de promover seus negócios e consequentemente vender mais seus produtos. Vender de porta em porta envolve prós, como a proximidade com o cliente e também um menor custo, como há contras envolvidos, por exemplo, o cliente não querer ser atrapalhado, o medo da violência e também a rejeição.

Embora seja pouco utilizado esse método ainda existe e caso você queira saber se vale a pena vender de porta em porta e ainda descubra aqui e veja como vender de porta em porta em 5 passos infalíveis para ganhar clientes e lucrar muito!

VENDA PORTA A PORTA FUNCIONA?

As vendas porta a porta costumam ser pensadas em algo do passado – um método de venda antes da era da internet. Antes que a tecnologia estivesse ao nosso alcance, os vendedores de porta em porta eram o caminho para descobrir produtos novos e interessantes, mas agora você pode pesquisar e encontrar tudo isso no Google.

No entanto, apesar da prevalência de vendas online e por telefone, muitos setores ainda utilizam vendas porta a porta, incluindo a indústria de sistemas de segurança. Isso pode fazer você se perguntar se isso é resultado de hábitos antigos ou de marketing inteligente, provado e verdadeiro.

TENDÊNCIAS DE PORTA  A PORTA

O Bureau of Labor Statistics previu que os empregos de vendas porta a porta diminuiria 15% até 2018, mas as tendências atuais não parecem apontar nessa direção. 

Segundo a mesma organização, em 2010, as vendas diretas – 80% das quais são vendas porta a porta – foram uma indústria de US $ 28,6 bilhões. Isso é superior aos US $ 28,3 em 2009, sem sinal de espiral descendente.

COMO ABORDAR CLIENTES NA VENDA DE PORTA A PORTA?

Muitas pessoas nem imaginam que o trabalho porta a porta ainda existe. Dizem que é a melhor educação de vendas que você poderia receber. Bater nas portas para vender ensina lições valiosas que se aplicam a todas as formas de vendas. Veja as dicas: 

CHEGUE AO “NÃO” MAIS RÁPIDO

Você será rejeitado. Frequentemente. Não há maneira de contornar isso. A maioria das pessoas é educada demais. Eles permitem que você faça o seu discurso, mesmo que não tenham interesse em comprar. O tempo é o seu recurso mais importante. Mas, a princípio, você tende a desperdiçá-lo ficando muito tempo com pessoas que não vão comprar. Então é preciso estabelecer uma regra: não fique mais que 20 minutos em uma casa. 

Uma maneira crucial de fazer isso acontecer é ajudar as pessoas a se sentirem confortáveis ​​em dizer não. Converse primeiro com o cliente em potencial. Então, antes de oferecer uma demonstração do que está vendendo, diga: “Acho que entendo quais são seus problemas e como isso pode ajudar. Vou lhe mostrar o que tenho aqui e você me informa se é algo que pode ajudá-lo ou não.”

Dessa forma, é menos provável que os clientes deixem de dizer “não” por educação. Mas há também outro benefício: eles estão mais dispostos a dar uma olhada séria no produto, uma vez que você os sinta confortáveis ​​em dizer não.

RELAXE PARA LER OS SINAIS

Para ter uma idéia se alguém é um comprador em potencial, você precisa aprender dicas sutis. No começo, o foco está no que dizer após a ansiedade passar.

A chave é conhecer o seu trabalho e seu tom tão bem que você não precise pensar nisso. É quase como apertar o  “play” em um toca-fitas em sua mente. Enquanto oferece seu discurso, você estuda a perspectiva. Você vê as expressões faciais deles. Eles estão olhando para você? Eles parecem confortáveis? Você lê a linguagem corporal deles. Eles estão procurando uma chance de fechar a porta educadamente? Eles estão concordando com o que você está dizendo, mas não estão realmente focados nisso?

Tudo isso se aplica tanto à detecção das nuances vocais das pessoas por telefone. Depois de um tempo, você aprende a ouvir a verdade nas vozes das pessoas, assim como aprende a vê-la nos olhos dos clientes.

NÃO TENTE CONVENCER

Isso parece contra-intuitivo, mas é essencial. Se você entrar em vendas pensando que precisa “fazer” as pessoas comprarem, você falhará. A menos que você seja uma criança bonitinha vendendo biscoitos na rua por um real, a pressão não vai funcionar. As pessoas veem o que você está fazendo, não confiam em você e não acreditam no que você está dizendo.

Em vez disso, conheça as pessoas. Sua missão é entendê-los. O que eles estão passando? Quais são as suas ambições e necessidades? Concentre-se neles, em primeiro lugar. O produto vem em segundo lugar.

Depois de entender a história deles, você poderá conectar os pontos. Você pode mostrar a eles como o que você está vendendo pode realmente ajudar a resolver os desafios e facilitar a vida deles.

Além disso, quanto mais você conhecer as perspectivas individuais, mais claro terá os tipos de clientes com maior probabilidade de comprar seu produto – e o tipo de discurso que cada um deles precisa. 

SEJA EDUCADAMENTE DIRETO SOBRE OS PRÓXIMOS PASSOS

Se alguém está considerando seriamente uma compra, você precisa se estruturar para que isso aconteça. Isso requer requinte. Um cliente em potencial pode precisar levar a oferta a outras pessoas em sua organização ou discuti-la com o CEO. Então eles podem dizer: “Vamos pensar sobre isso internamente e depois voltar para você.”

Não deixe lá. Ao vender de porta em porta, o essencial é fazer perguntas sinceras – não por insistência. Você poderia dizer: “Claro, absolutamente. Se você não se importa que eu pergunte: o que você mais deseja pensar? ”Os compradores em potencial respondem bem a pessoas curiosas.

Também pergunte no início da conversa se a pessoa com quem você conversa geralmente toma esse tipo de decisão de compra sozinha ou com um cônjuge. Se for o último, economizará tempo e voltará mais tarde para demonstrar o produto.

Essa mesma idéia se aplica às chamadas telefônicas. Sinta-se à vontade para perguntar antecipadamente a um possível candidato a quem mais será necessário ponderar. No final de uma ligação, pergunte: “Quando você se vê falando sobre isso internamente e quando podemos nos conectar novamente?” Seja o mais específico possível sobre o assunto. 

NÃO SE DEIXE LEVAR

Às vezes, os clientes em potencial alegam apenas que precisam pensar ou discutir com outras pessoas. Eles já decidiram não comprar e simplesmente não querem quebrar seu espírito – pelo menos não na sua cara.

Então, como você interrompe o ciclo de intermináveis ​​chamadas para ver se elas decidiram?

Mude a pergunta. Não pergunte às pessoas simplesmente se elas têm uma decisão. Em vez disso, pergunte: “Você se vê fazendo esta compra no próximo mês?”

Todas essas dicas serão mais fáceis de executar à medida que você constrói sua confiança. Por fim, a confiança será seu ativo mais forte. Portanto, leve essas lições a sério para usar em sua carreira. 

O QUE VENDER DE PORTA EM PORTA?

Sem muito investimento para começar? Saiba que isso não é impedimento para iniciar sua venda porta a porta. Listaremos aqui alguns dos produtos para vender porta a porta e que podem ser boas fontes de renda.

Atuar como autônomo de porta a porta é uma das formas mais comuns de trabalho, mas mesmo assim pode ser uma boa forma de ter a sua renda. O que você precisa é encontrar o segmento certo, ou que tenha boas perspectivas de venda.  Agora confira 5 produtos para vender porta a porta que geram bons retornos!

1.ROUPAS IMPORTADAS 

Essa é uma das alternativas de venda de roupas de porta a porta mais disputada, mas você pode inovar e buscar produtos diferenciados. Nesse mercado é possível fazer uso da interatividade proporcionada pelas redes sociais para vender ainda mais. Use anúncios nos grupos de vendas, crie uma página própria ou use seu próprio perfil e mostre suas roupas com fotos e informações. Isso pode reduzir o tempo investido em ir até a casa do cliente, pois ele poderá ver tudo pelas redes. 

2.ENXOVAIS

Consiga o contato de grandes fabricantes para obter preços mais baixos e assim conseguir fidelizar seus clientes e seguir com as vendas durante todos  os meses. 

3. ACESSÓRIOS FEMININOS 

Os acessórios femininos são boas fontes de renda. Podemos destacar entre os principais as bolsas, sapatilhas, bijuterias, rasteirinhas, e muitos outros produtos para atender o universo das necessidades femininas.

4. UTENSÍLIOS PARA O LAR 

Atividade antiga e muito comum no interior das cidades, a venda de utensílios para o lar como faqueiros, jogos de copos, panelas, acessórios para a cozinha, quadros e muitos outros produtos.

5.TRABALHAR COM COSMÉTICOS 

Os cosméticos já fazem parte da rotina diária de cuidados de muitas pessoas. Eles podem ser de catálogos, ou de compras diretas de distribuidores ou por consignação. Nas vendas porta a porta estes são produtos que se saem muito bem.

Trabalhe com produtos importados também, que podem trazer maiores lucros. 

COMO VENDER DE PORTA EM PORTA COM 5 PASSOS SIMPLES

Com as estratégias a seguir, você pode realmente aumentar suas vendas porta a porta. Graças a eles, você pode ter mais confiança ao bater em uma porta. Veja os 5 passos simples:

1.PASSE SEGURANÇA

Quando for visitar um potencial cliente em sua casa ou escritório, mostre a ele que é seguro te atender. Isso pode ser feito de várias formas:

Marque algumas ruas para que sejam visitadas no dia. Enquanto faz a visita, comente com o cliente que também está visitando ruas próximas, isso mostra ao cliente que ele não foi seu único alvo, e sim todos das ruas ao redor foram alvos das visitas de venda, isso passa uma ideia inconsciente de segurança.

Caso você já tenha atendido alguém na rua, ou no prédio, diga o nome da pessoa que você atendeu, dessa forma, o cliente associa que a pessoa é conhecida e pode conversar com ela depois, o que transmitirá ainda mais segurança em um eventual retorno.

2.PRENDA O INTERESSE DO CLIENTE

Chame a atenção do comprador, e ganhe o interesse do mesmo com perguntas que não são comuns de serem feitas, fisgar o comprador no início da abordagem é meio caminho andado para concretizar a venda. Ganhar o interesse do comprador evitará as famosas respostas “Eu não tenho tempo ou eu não tenho interesse”.

Seja firme, treine e não titubeie. Uma boa abordagem inicial pode garantir bom dinheiro ao final da conversa com o cliente. Vender de porta em porta tem algumas semelhanças como vender numa loja, e neste caso, você precisa conquistar o cliente.

3.TENHA SEMPRE A DIREÇÃO CORRETA

Muitas vezes o vendedor aborda clientes em frente à loja, empresas ou stand e dessa forma se tornam vulneráveis a serem levados para rua pelo cliente sem nem ao menos perceber e quando se dão conta já estão na calçada sendo dispensados pelos clientes.

Posicione-se da maneira correta. O vendedor deve ficar no lado da entrada do estabelecimento, e se possível, levar o possível cliente para dentro, o que dificulta que o cliente o dispense, trazendo assim mais chances de fechar negócio.

4. USE UNIFORME

Como citado anteriormente, é necessário passar segurança ao abordar um potencial cliente. Assim que você definir quem você vai abordar é necessário mostrar à essa pessoa que ela será abordada, caso contrário ela pode se assustar e não querer falar com você.

Se você estiver usando um uniforme, assim que perceber que chamou a atenção do potencial cliente, aponte para a camisa, como se já mostrasse sobre o que vai ser conversado.

5. NÃO SE FRUSTRE

Não existe vendedor 100%. Existe bons vendedores, é claro, mas nenhum é 100%. Ninguém vende para todo mundo. Nem todos tomam determinada marca de cerveja, nem usam determinada de roupa, tampouco compram carros de uma só marca. É necessário entender isso para não ficar frustrado e essa é a única verdade para todo e qualquer tipo de venda.

Vender de porta em porta não é difícil, mas requer habilidade, treino e dedicação. Com o passar do tempo habilidades certamente serão aprimoradas ou você acha que as vendedoras das revistinhas da Avon e Natura, por exemplo já nasceram sabendo vender?

Treine, converse, debata. Tenha sempre argumentos válidos e seja educado, sabendo fazer isso, sua venda já estará encaminhada.

DEIXE UMA RESPOSTA