Como revender cosméticos e ganhar dinheiro?

Como revender cosméticos e ganhar dinheiro? [Guia Completo]

14516
0
Como ganhar dinheiro com a revenda de cosméticos?

Existe um mercado que está praticamente imune a todo o tipo de crise: trata-se do mercado de cosméticos, um dos que mais crescem no mundo, pois não importa quão grande seja a crise, todos nós vamos em algum momento comprar cosméticos. E é justamente neste ponto que entra um segmento que cresce nos últimos anos: a revenda de cosméticos. 

A essa altura você já deve estar se perguntando como é possível lucrar com a revenda de cosméticos? É preciso entender que este negócio funciona da seguinte forma: você oferece um cosmético ao seu consumidor com sua margem de lucro já embutida no preço. Quando o cliente compra o produto, você paga à empresa um valor tabelado. 

Se você se interessa por esse setor, continue lendo e descubra tudo sobre como revender cosméticos! Com algumas estratégias, você conseguirá dialogar com o público adequado e conquistar bons clientes

REVENDER COSMÉTICOS É LUCRATIVO?

Sim, é possível alcançar uma boa margem de lucro com a revenda de cosméticos. Este é um negócio que, quando conduzido de forma correta, pode levá-lo a bons resultados, já que trabalha com um público bastante amplo e que, geralmente, não deixa de comprar cosméticos mesmo em tempos de estabilidade.

No entanto, tenha em mente que para revender cosméticos para o público-alvo adequado, é preciso conhecer profundamente os produtos, sabendo apresentar os pontos fortes e diferenciá-los em relação à concorrência. Além disso, é importante adotar uma linguagem que tenha sintonia com a  dos seus consumidores.

COMO COMEÇAR A REVENDER COSMÉTICOS?

A maneira mais simples e rápida para começar a revender cosméticos é criando uma loja virtual simples, onde você poderá comercializar seus produtos de forma segura. A qualidade do item, do atendimento e da entrega é que vão contribuir para o seu crescimento na rede. 

Além da loja virtual, você poderá investir em outras formas de revenda de cosmético, como redes sociais e até mesmo loja física. Confira as possibilidades a seguir:

REVENDA DE COSMÉTICOS NA LOJA VIRTUAL

Criar uma loja virtual é um processo bastante simples, basta que você se associe a alguma empresa de cosméticos, como, por exemplo, a Avon ou Racco, e coloque os produtos na loja com alguns passos simples. 

Toda vez que um pedido for feito, você pode efetuar a solicitação junto à empresa e, depois de entregue o produto, você passa a receber o valor e honra o seu compromisso com a marca de cosméticos.

REVENDA DE COSMÉTICOS NAS REDES SOCIAIS

Outra forma crescer nesse nicho é por meio de redes sociais. Nesse caso, você pode criar uma página no Facebook e vender seus produtos por lá. A pessoa interessada em comprar poderá fazer o pedido diretamente a você.

Note que você pode trabalhar com várias empresas ao mesmo tempo, oferecendo mais opções em termos de cosméticos aos seus compradores. Quanto mais opções você tiver, maiores serão seus lucros com os negócios.

REVENDA DE COSMÉTICOS NA LOJA FÍSICA

A loja física é outra possibilidade viável para quem quer trabalhar no setor de revenda de cosméticos. Para vender desta forma, é necessário encomendar uma quantidade relativamente grande, para poder ter variedade de produtos no ponto de venda.

A principal diferença entre a loja física e a loja virtual de cosméticos é em relação ao custo inicial, já que um e-commerce não requer investimento com ponto de venda e nem com funcionários. Isso deve ser levado em conta na hora de escolher o canal de vendas. 

REVENDA DE COSMÉTICOS POR CATÁLOGO

A venda por catálogo é bem comum no setor de cosméticos e pode ser interessante para quem quer trabalhar sem investir praticamente nenhum dinheiro no negócio. Esta modalidade utiliza apenas o catálogo fornecido pela própria empresa de cosméticos.

As vendas são realizadas de forma direta, em salões de beleza, escritórios e outros locais onde possam existir pessoas interessadas. Nessa modalidade, existe um prazo de entrega do produto para o cliente, que geralmente não passa de uma semana. 

QUAIS AS MELHORES MARCAS PARA REVENDER?

Agora que você já viu algumas possibilidades de como revender cosméticos e ter uma renda extra no fim do mês, vamos apresentar algumas marcas de cosméticos nacionais e importadas que podem ser interessantes para quem quer trabalhar nesse ramo. Veja aqui:

REVENDA DE COSMÉTICOS IMPORTADOS

Existem duas formas de revender cosméticos importados: a primeira é comprando de uma empresa que distribui esses itens e a segunda é tratando da importação dos produtos. Cada modalidade tem seus prós e contras. 

A vantagem de se vincular a uma empresa já existente é que não será preciso lidar com o processo de importação, o que reduz os custos e o trabalho envolvido. No entanto, a autonomia e a possibilidade de crescimento de uma importadora costuma ser maior. 

REVENDA DE COSMÉTICOS NACIONAIS

Sem dúvidas, o mercado brasileiro tem ótimas marcas de produtos de beleza nacionais, que podem ser uma excelente alternativa para quem quer trabalhar com a revenda de cosméticos. Veja quais são as principais: 

  • Mary Kay
  • Avon 
  • Natura
  • Jequiti
  • Racco

COMO COMPRAR COSMÉTICOS PARA REVENDA?

Se você não quer vender os produtos por catálogo, a alternativa é comprar os cosméticos para a revenda. Existem distribuidoras de cosméticos nacionais e importados que trabalham com atacado. Assim, você poderá comprar os produtos em uma quantidade maior, reduzindo o custo de cada unidade. 

DISTRIBUIDORA COSMÉTICOS ATACADO

Uma distribuidora de cosméticos por atacado trabalha como qualquer outra distribuidora: vendendo uma grande quantidade de produtos a um custo reduzido. No entanto, antes de concretizar a compra, você precisará estudar o mercado e entender qual é a melhor marca e o produto ideal para oferecer. 

A revenda de cosméticos por atacado é uma opção interessante para quem pretende montar uma loja física ou até mesmo um comércio eletrônico com marcas variadas. Porém, é preciso se certificar que os produtos serão bem recebidos pelo público, reduzindo o risco de você ficar com o estoque encalhado. 

COMO REVENDER COSMÉTICOS E GANHAR DINHEIRO?

Não existe uma fórmula mágica para vender cosméticos e lucrar muito. O que há é um conjunto de possibilidades, que podem ser usadas de forma individual ou combinada. Por exemplo, você poderá montar uma loja virtual e também vender os produtos por catálogo. A escolha dependerá principalmente das marcas escolhidas e do público que quer atender.

No começo da sua jornada, procure usar poucas formas para ir se adaptando ao mercado. Assim, você vai respondendo melhor à questão sobre qual forma funciona melhor pra você. Esse cuidado é especialmente importante se você nunca trabalhou com vendas, pois terá que se dedicar a estudar algumas técnicas que poderão fazer a diferença, 

Além disso, tenha cuidado ao escolher a empresa de cosméticos com a qual trabalhará, pois existem muitas companhias de má fé, que usam o mercado como forma de aplicar um golpe conhecido como pirâmide financeira. Não se iluda, não existe dinheiro fácil em lugar nenhum.

COMO REVENDER COSMÉTICOS NO DROPSHIPPING?

Você já ouviu falar em dropshipping? Essa modalidade de vendas consiste em trabalhar sem estoque, tendo parceria com o fornecedor do produto que você vende. No caso de cosméticos, a ideia é que atuar em conjunto com um fornecedor que guarda os produtos e, depois de você concretizar a compra, faz o envio para o endereço do cliente. 

A grande vantagem desse tipo de negócio é que o investimento é praticamente nulo, já que você será responsável somente por vender os produtos. O envolvimento com estoque e com a remessa não cabe a você, o que reduz também as preocupações. No entanto, é fundamental escolher parceiros sérios e responsáveis. 

ROTEIRO PARA VENDER COSMÉTICOS

Mas, afinal, como revender cosméticos e ganhar dinheiro com isso? Independente se você

já tem experiências com vendas ou se é marinheiro de primeira viagem, recomendamos fazer um roteiro de vendas, o que garante que você estará se preparando de maneira adequada. Veja os passos para entrar no mercado da melhor forma possível: 

1- FAÇA UM PLANEJAMENTO

O planejamento serve para que você possa tomar as melhores decisões, aumentando as possibilidades de acertos e reduzindo o risco de erros. Para isso, pesquise seus concorrentes, vá em busca de fornecedores e aprenda tudo sobre o mercado consumidor. Tenha cuidado para analisar com calma este negócio antes de começar a vender.

2- SELECIONE SEUS FORNECEDORES

Selecione seus fornecedores com muita calma. Comece comprando um pequeno estoque e colocando-o à venda em uma rede social ou até mesmo em uma loja física. Desta forma, você poderá observar a reação do seu mercado consumidor e ajustar os estoques conforme o crescimento do seu negócio. 

3- TOME CUIDADO COM FORNECEDOR DROPSHIPPING

Se optar por trabalhar com fornecedor dropshipping, verifique se o fornecedor possui de fato condições para entregar a mercadoria em tempo hábil, para que você possa evitar problemas de atraso de entrega e pedidos de ressarcimento por conta disso. Veja a reputação deste tipo de fornecedor e converse com quem usufrui esse tipo de serviço.

4- CONVERSE COM QUEM TRABALHA COM REVENDA

Escute quem trabalha com revenda de cosméticos. Se não tiver como estabelecer um contato direto, entre em comunidades e grupos do Facebook especializados neste tipo de mercado. Assim poderá entender quais são as principais preocupações de quem já tem experiência nesse mercado. 

PERIGOS DA VENDA DE COSMÉTICOS

O mercado de cosméticos é promissor e mesmo em momentos de crise existe a possibilidade de seguir vendendo bem. Porém, isso não significa que não existem riscos. Sem dúvidas, a sazonalidade é o pesadelo de todo revendedor de cosméticos. Por isso é necessário ter uma reserva financeira que possa manter seu negócio nos períodos difíceis. 

Se você tiver a possibilidade de vender seus produtos para fora do país, poderá encontrar uma maneira interessante de contornar o problema da sazonalidade. No Brasil, o período mais difícil de vendas é entre janeiro e março, quando as vendas tendem a ser baixas. Já a alta temporada ocorre de outubro a dezembro. 

Outro fator de risco que pode comprometer um negócio é a volatilidade da economia, já que em períodos de recessão, as pessoas se sentem mais inseguras para comprar. Nesse caso, promoções e alternativas de parcelamento podem ser interessantes para atrair seus consumidores. 

Gostou desse conteúdo? Agora que você já entendeu como revender cosméticos e garantir um dinheiro extra, recomendamos que confira essa lista que explica como comprar produtos baratos para revender. Assim terá muitas possibilidades para trabalhar na internet!

Artigo anteriorRevelação de fotos online: qual o melhor site para revelar fotos?
Próximo artigoPixel de conversão: o que é? Passo a passo de como utilizá-lo!
Marcio Eugênio é especialista em e-commerce, com mais de 13 anos de experiência na área, e sócio-fundador de três empresas focadas em e-commerce. É colunista em diversos portais relacionados a comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com vasta experiência em comércio eletrônico. Foi eleito em 2016 como o melhor profissional de e-commerce pela Abcomm, através de votação popular, e é apresentador do maior canal focado em e-commerce do Youtube no Brasil. O Projeto mais recente de Loja virtual é a https://www.monnieri.com.br/ que saiu do zero a um milhão de reais de faturamento em menos de dois anos.

DEIXE UMA RESPOSTA